ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal anuncia que vai comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa

Brumado: Em mais uma operação, Embasa descobre e retira 'gatos' de água na região dos 'Sem Terra'

Decreto presidencial libera uso das Forças Armadas para a segurança das eleições 2020

Brumado: Colisão entre carro e ônibus deixa duas vítimas com ferimentos na BA-262

Brumadense é uma das vítimas na explosão de caminhão da EPCL em Cocos

Brumado: Apdemb inaugura sede própria e dá posse à nova diretoria

Ampliando quadro de especialistas Clínica Mais Vida firma parceria com Dr. Clênito Monteiro

Brumado registra 16 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Caminhão da empresa EPCL explode e mata pelo menos três pessoas no Oeste da Bahia

Covid-19: Profissionais de saúde de Brumado recebem cartas de apoio durante o combate a pandemia

Brumado: Cresce a procura por plantas para ter natureza dentro de casa durante isolamento social

Iguaí: Homens invadem casa e matam menino de 7 anos

Sem Réveillon e Carnaval, Ecad estima queda de R$ 35,8 mi em arrecadação

Prefeitura vai desapropriar 5 imóveis para ampliação de escolas em Brumado

Brumado: Venha conhecer a loja Império 10

Registros de armas de fogo aumentam 120% em 2020 no Brasil

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Estudo comprova presença do coronavírus no cérebro de pacientes

Mulher é presa com 45 mil comprimidos usados no golpe 'Boa Noite Cinderela'

Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo



BUSCA PELA CATEGORIA "Eleições "

Fim da reeleição e união do pleito pode fazer com que mandatos de prefeitos e vereadores sejam prolongados até 2022

A reforma política no Brasil pode ter novos capítulos, sendo que o fim da reeleição é cada vez mais provável (Foto: Divulgação)

Diz o antigo ditado que “política é como nuvem”, ou seja, que a cada dia está de um jeito, só que agora, com o resultado das urnas deste primeiro turno, que mostrou uma nova postura dos eleitores brasileiros, essa nuvem estaria ainda mais susceptível a mudanças, sendo que, uma das mais prováveis seria a continuidade da reforma política, que já trouxe novidades, como a redução do tempo de propaganda, a proibição de carros de som e o “confinamento” dos candidatos ao ambiente das redes sociais, que está sendo o grande diferencial dos pleitos anteriores. A nível da Câmara Federal a renovação foi de cerca de 50%, um número expressivo que pode fazer com que as mudanças sejam ainda mais substanciais, pois existiria a possibilidade de que o projeto volte à pauta, e, desta feita, pontos como a reeleição e a junção do pleito, ou seja,  - as eleições serem realizadas de forma simultânea no âmbito municipal, estadual e federal, gerando assim uma grande economia aos cofres públicos -, possam ser aprovadas como o “último suspiro de vingança” dos que não conseguiram a recondução dos seus mandatos. Existem correntes que apostam “todas as fichas” nessa possibilidade, mas, o mais provável é que o novo congresso, caso se confirmem as previsões das pesquisas eleitorais, que apontam uma possível vitória do candidato Jair Bolsonaro (PSL), venha a dar materialidade a essas mudanças, que comprovariam que a consolidação democrática está avançando no país, já que a reeleição se mostrou muito nefasta, criando políticos profissionais, que se preocupam muito mais com o subjetivo do que com o coletivo, além, principalmente, de azeitar a máquina da corrupção, já que o sistema fica vicioso e facilmente corrompível. Caso isso venha a ocorrer, o mandato de cinco anos sem reeleição se mostra mais encaixado na nova moldura democrática, pois propiciaria a renovação de mandatários e a oxigenação das estruturas governativas. Agora, é cada vez mais vigorosa a possibilidade de que, para ajustar os “ponteiros do relógio” da política nacional, os atuais mandatos de prefeitos e vereadores podem se estendidos até 2022, ou seja, eles teriam mais dois anos em seus cargos, sem direito à reeleição é claro. É esperar para ver, mas isso hoje não é mais visto como utópico, pois além da grande economia, faria com que as eleições realmente fossem gerais, inclusive num turno só, pois ficou evidente que apesar de que os brasileiros continuam mais torcedores do que eleitores, a mentalidade do eleitorado não tolera mais os abusos do poder, com políticos se perpetuando em seus cargos, tanto que o resultado das urnas comprovou já isso, com uma grande renovação na câmara e no senado. Confira as principais mudanças propostas nesse momento no gráfico abaixo: 

(Divulgação)


Rui Costa critica fala do filho de Bolsonaro sobre STF: 'desqualificado'

(Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

O governador reeleito Rui Costa (PT) criticou a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) - filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) - sobre fechar o Supremo Tribunal Federal.  Ao comentar as reportagens que circularam no Twitter, Rui Costa escreveu: "Imagine... que gente desqualificada". Em vídeo que circula na internet, Eduardo Bolsonaro diz que para fechar o STF "basta um soldado e um cabo". "Se quiser fechar o STF você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo, sem querer", afirmou.



Ouvidoria do TRE-BA e MP Eleitoral promovem debate sobre fake news na próxima terça-feira (23)

(Divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por meio da Ouvidoria, realizará na próxima terça-feira, 23 de outubro, a terceira edição do debate “Eleições limpas passam pelas nossas mãos”. Dessa vez, o encontro propõe uma análise quanto ao impacto das fake news no primeiro turno das eleições. O evento será no auditório da Faculdade Social da Bahia (FSBA), no campus de Ondina, a partir das 19h, e contará, ainda, com a parceria do Ministério Público Eleitoral, com a participação do Procurador Regional Eleitoral, Cláudio Alberto Gusmão Cunha. Organizado pela Ouvidoria do TRE-BA com o apoio da Coordenação do Curso de Jornalismo da FSBA, esta edição do projeto tem como público-alvo os estudantes dos cursos de Jornalismo, que lidam com a produção e transmissão de notícias, e de Direito, que podem se interessar pelos aspectos legais relacionados ao tema. O Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho, que fará a abertura do evento, destaca que "a Ouvidoria, desde o início do processo eleitoral, demonstrou preocupação em debater o tema com a sociedade e apontar soluções. A sociedade civil é parte vital desse contexto e deve ter voz ativa. A Justiça Eleitoral, junto com o Ministério Público, está qualificando essa discussão tão importante para o país". A coordenadora dos cursos de Comunicação da FSBA, Bárbara Souza, será a mediadora do debate. Os convidados serão Jaime Barreiros, professor de Direito da UFBA e analista judiciário do Eleitoral baiano; Victor Xavier, coordenador de assuntos jurídicos e correcionais da Corregedoria do TRE-BA; e Cláudia Cardozo, jornalista do site Bahia Notícias.

 

Programa Ouvidoria Viva – O projeto “Eleições limpas passam pelas nossas mãos” é uma das ações do Programa Ouvidoria Viva e tem o objetivo de informar e estimular os eleitores a ajudarem no combate às notícias falsas veiculadas nas redes sociais. O programa, iniciado em maio deste ano por meio de postagens nas redes sociais oficiais do Regional baiano, é fruto da parceria entre a Ouvidoria e a Corregedoria Regional Eleitoral da Bahia e também conta com o apoio da Seção de Atenção ao Cliente do TRE baiano.

Nas duas primeiras edições do debate, realizadas no mês de setembro, o foco da discussão foi a possibilidade de interferência negativa das fake news no processo eleitoral, tendo como exemplo as experiências eleitorais recentes nos Estados Unidos, em 2016, e na França, em 2017.

No debate de terça-feira, será analisado o impacto das fake news no primeiro turno das Eleições 2018 e quais medidas a Justiça Eleitoral tem adotado para coibir essa prática, a exemplo da página criada pelo TSE para esclarecimento de notícias falsas.

“O objetivo é também envolver os alunos nas discussões como usuários das redes sociais, uma vez que esse é um dos principais meios de propagação das fake news”, destaca Barata Filho.

CONTINUE LENDO


Inflamado: ‘Vamos limpar o Brasil dessa quadrilha’ dispara vereador David Salomão

O vereador David Salomão foi duro e desafiador em seu discurso na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista (Foto: Reprodução Youtube 97NEWS)

Conhecido pela sua postura firme e pelos seus discursos inflamados em defesa da família e da sociedade, o vereador David Salomão (PTC), voltou a disparar a sua "metralhadora giratória" contra o PT, inclusive dando declarações extremamente ácidas e desafiadoras. Em discurso na tribuna livre da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, nesta sexta-feira (19), o parlamentar subiu o tom e iniciou citando que “esse bando que foi detido na última quarta-feira 17, na cidade de Poções, tentando sacar um cheque de, nada mais, nada menos, que R$ 68 milhões, precisa ser investigado pela Polícia Federal, já que os suspeitos informaram que o dinheiro seria transferido para diversas contas para ser  utilizado em campanha política. O cheque é de um órgão federal e, pelos indícios, o dinheiro iria ser utilizado para a campanha do PT”. Em seguida ele declarou que “isso pode ser um crime eleitoral e como tem dinheiro federal no meio é um caso para a PF, além do que a quantia é muito alta R$ 68 milhões”. E finalizou de forma fulminante dizendo que “eles estão desesperados, vão para o tudo ou nada, ainda mais aqui na Bahia, onde temos verdadeiros surripiadores do dinheiro público como aconteceu com as verbas da Fonte Nova. Aguarda que janeiro está chegando e nós vamos limpar a Bahia e o Brasil dessa quadrilha que saqueou a nação. Preparem-se que a mudança vem aí”. Confira abaixo o pronunciamento na íntegra:



Polícia Federal vai investigar envio de mensagens em massa no WhatsApp

(Foto: 97NEWS Conteúdo)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu que a Polícia Federal abra um inquérito para investigar empresas de marketing digital que estariam atuando nas eleições de maneira estruturada para envio em massa de mensagens pelo Whatsapp. Ontem (19), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu, a pedido da chapa de Fernando Haddad (PT), uma  processo para investigar empresas de marketing digital custeadas por empresários que apoiam o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), sob a justificativa de que estariam disseminando conteúdo em milhares de grupos do aplicativo contrários ao PT.  Em ofício enviado pela procuradora-geral Raquel Dodge ao Ministério da Segurança Pública, ela destaca que a situação “exige que se apure quem presta serviços com uso especializado e estruturado de logística empresarial para a divulgação, em massa, de informações falsas”. Para a procuradora, o quadro de possível interferência na formação de opinião dos eleitores com atuação dessas empresas com mensagens que podem caracterizar ofensas aos dois candidatos “afronta a integridade do processo eleitoral”. 

 



Prefeito de Brumado intensifica postagens nas redes sociais contra o socialismo e dá pistas que seu voto será em Bolsonaro

No último ato de campanha em que participou, Eduardo Vasconcelos estava com uma camisa do Brasil, o que ascendeu ainda mais que o seu voto será em Bolsonaro (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

Mantendo-se um pouco distante das discussões envolvendo a disputa presidencial no primeiro turno, o prefeito de Brumado, engenheiro Eduardo Vasconcelos (PSB), já começa a deixar mais evidente, agora, a sua preferência ao candidato do PSL, Jair Messias Bolsonaro. A substância que leva a esse raciocínio tem o condão numa série de postagens que circulam nas redes sociais as quais apontam para uma tendência contra o socialismo. Em uma dessas postagens, em forma de charge, tendo um cenário de uma livraria, um cliente diz procurar um livro que relate a prosperidade de países socialistas prósperos e livres e a atendente responde que “ficção científica fica lá no fundo à direita”. Em outra é postado um link a um vídeo no Youtube com o seguinte título “Líder do MST fala besteira e acaba com campanha de Haddad e PT” e, num outra postagem é postada um banner com os dizeres “A força de Bolsonaro vem de vocês”. Esses ingredientes seriam um forte indício de que o prefeito de Brumado, mesmo que não oficialmente, acredita que as propostas de Bolsonaro são melhores que as do candidato do PT, Fernando Haddad. Com um passado político que nunca transitou muito bem no terreno do PT, Vasconcelos, que já foi integrante do PSDB, agora, cria um terreno especulativo muito forte de que, assim que for aberta a janela da mudança partidária, poderá migrar para o PSL de Jair Bolsonaro, que, pelas previsões, poderá ser, com as mudanças da próxima janela, o maior partido da câmara federal.



Brumado: 90ª Zona Eleitoral deu início ao procedimento de carga e lacração das urnas para 2º turno

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A 90ª Zona Eleitoral de Brumado deu início, na última terça-feira (16), aos os procedimentos de carga e lacração das urnas que serão utilizadas nas eleições do segundo turno, em Brumado, Aracatu e Malhada de Pedras. O trabalho segue até o dia 24 de outubro. Os procedimentos acontece em uma sala anexa Fórum Eleitoral de Brumado, localizado na Avenida João paulo I. O Juíz Eleitoral Dr. Rodrigo Brito e o chefe de cartório Igor Araújo, acompanharam o início dos trabalhos. De acordo com o TRE/BA, juízes eleitorais, promotores de justiça, defensores públicos, integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e também representantes de partidos políticos, podem fiscalizar os trabalhos. 



'Manelão’ agradece os eleitores e garantiu estar com o sentimento do dever cumprido

'Manelão' afirmou que o povo de Brumado perdeu a chance de ter um representante na Câmara Federal (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Em entrevista ao radialista Carlos Silva, âncora do Jornal da Alternativa, o empresário do ramo de comunicação, Emanoel Araújo Lima, o “Manelão” disse estar feliz com o resultado das urnas, principalmente por ter exercido uma campanha, mesmo que não tenha atingido os objetivos de conquistar uma cadeira no Congresso Nacional, mas, pela receptividade recebida, especialmente em Brumado. “A campanha foi vitoriosa por si mesmo, pois sabíamos que já existia aqui uma estrutura de candidatos de fora, mas, mesmo assim, fomos vitoriosos” e continuou argumentando que “infelizmente os filhos da terra não foram valorizados, mas, no fundo, quem perdeu foi Brumado, que irá ficar sem representante no cenário federal”. E ainda observou que “nós tínhamos sim condições de se eleger, mas, esse não foi o entendimento dos eleitores, que preferiram escolher representantes de fora, as vezes, infelizmente, por falta de consciência, pois pensaram de forma individual e não coletiva”. E ainda esclareceu que “deixei de lado todas as divergências políticas em prol de um projeto para Brumado. Eu assumi a candidatura pelo Patriota, mas não fui partidário, pois o meu projeto era para o povo de Brumado, diferente de todos os grupos, inclusive do atual gestor, pois não tive compromisso com ele e vice-e-versa, apesar de participamos do mesmo palanque”. E finalizou observando que “uma coisa que lamentamos foi a postura dos vereadores de Brumado que acabaram não demostrando compromisso com a sua terra, mas mesmo assim saímos com o triplo de votos dos outros candidatos”.



Denúncias de fraude em urnas serão registradas on-line, diz TSE

Foto: Luciano Santos l 97News

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse na terça-feira (16) que todas as denúncias feitas por cidadãos nas seções eleitorais sobre irregularidades no processo de votação serão registradas em tempo real e disponibilizadas on-line para acompanhamento da apuração do caso. Jungmann e a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, assinaram nesta terça-feira (16) um termo de orientação conjunta com diretrizes a serem seguidas por mesários e presidentes das seções eleitorais diante de denúncias sobre fraude nas urnas. Nesses casos, os mesários e presidentes de seção deverão fazer o registro das denúncias e enviá-las em tempo real ao sistema da Justiça Eleitoral, por meio de uma funcionalidade acrescentada ao aplicativo Pardal, que já se encontra disponível. Segundo o ministro, o objetivo é desencorajar que denúncias sejam feitas após o eleitor deixar a seção eleitoral. Desse modo, acredita o ministro, ficaria mais fácil separar situações verdadeiras de boatos que tenham como objetivo somente abalar a credibilidade da urna eletrônica. Ainda de acordo com Jungmann, reclamações posteriores necessitariam assim apresentar também uma justificativa para não terem sido feitas na hora da votação.

 



Barcelona retira status de embaixador de Ronaldinho após apoio a Bolsonaro

Ronaldinho vestiu uma camisa do Brasil com o número 17 (Foto: Divulgação Rede Social)

Barcelona-ESP anunciou hoje (16) a retirada do status de embaixador de Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador do clube catalão e da seleção brasileira. O motivo foi o apoio do craque ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), candidato à Presidência da República. Em manifestação nas redes sociais, o jogador publicou uma foto vestindo a camisa amarela do Brasil e com o número 17, em alusão a Bolsonaro. "Por um Brasil melhor, desejo paz , segurança e alguém que nos devolva a alegria. Eu escolhi viver no Brasil, e quero um Brasil melhor para todos", escreveu o jogador. Segundo o jornal espanhol Sport, o Barcelona não deve se posicionar publicamente, mas reitera que a manifestação não está de acordo com os valores da entidade. A participação do ex-atleta em eventos oficiais do Barça está suspensa. "A questão é que o clube tem visto com preocupação não é posicionar-se e pedir o voto democraticamente, mas dar o voto explícito a posições totalitárias contra a defesa dos direitos humanos, independentemente do que acabará sendo sua ação governamental", afirma a publicação, ressaltando que Bolsonaro apresenta posições homofobia, misoginia e racismo em 30 anos de vida pública. 



Fogo Amigo: Em evento pró-Haddad, irmão de Ciro diz que PT vai perder eleição

Foto : Kid Júnior/Divulgação

Em um evento da campanha de Fernando Haddad, o irmão de Ciro Gomes (PDT), o senador eleito Cid Gomes (PDT), disse que o PT vai “perder feio” as eleições. No ato em Fortaleza, Cid trocou farpas com a militância petista. "É assim? É? Pois tu vai perder a eleição. Não admitir os erros que cometeram é pra perder a eleição. E é bem feito. Pois vão, vão, vão e vão perder feio. Vão perder feio! Porque fizeram muita besteira, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram donos de um país e o Brasil não aceita ter dono", afirmou. Após parte da plateia gritar palavras de ordem favoráveis ao ex-presidente Lula (PT), Cid disparou outras críticas. "Lula o que? Lula está preso, babaca. O Lula está preso, o Lula está preso, e vai fazer o que? Deixa de ser babaca, rapaz, tu já perdeu a eleição", afirmou.



Querendo convencer os eleitores da Bahia, Bolsonaro promete conclusão das obras da Fiol

As obras da Fiol foram paralisadas após o agravamento da crise econômica que atingiu o país (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

O candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, continua a sua estratégia de buscar o convencimento da população que reside no Nordeste, reduto histórico do PT e que pode ser o fiel da balança na decisão do segundo turno. Segundo informações da mídia, o presidenciável gravou, no último sábado (13), vídeos direcionados ao eleitorado nordestino e falou sobre o pagamento do 13º salário para o Bolsa Família e propostas para o semiárido, as quais interessariam aos moradores do sudoeste do estado, onde está localizado Brumado. Em suas propostas do plano de governo, foram incluídas pautas relativas à atuação do Exército na construção de poços artesianos no sertão nordestino. Agora o foco de sua estratégia foi garantir a conclusão da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol), que irá escoar minério e grãos na Bahia, considerada a redenção econômica, a obra que inicialmente foi orçada em cerca de R$ 2 milhões, acabou indo para R$ 6 milhões, tendo sido paralisada devido ao agravamento da crise econômica, então, a sua retomada é vista com muito bons olhos pelos baianos. 



Eleitores podem emitir certidão de quitação eleitoral no site do TSE a partir de hoje (15)

(Foto: Divulgação)

Os eleitores que desejam emitir certidão de quitação eleitoral podem relizar o serviço no site do Tribunal Superior Eleitoral a partir desta segunda-feira (15). O certificado é gratuito. A certidão é um documento importante que comprova que o eleitor está em dia com a Justiça Eleitoral, e é exigido na hora de tirar o passaporte ou para assumir cargos públicos.Também nos casos em que o eleitor perdeu o comprovante de votação, a certidão pode substituir o comprovante, já que ela é uma prova que o eleitor não possui débitos com o TSE. Além da internet, a certidão pode ser obtida também pessoalmente, em qualquer cartório eleitoral. Para isso, basta levar o canhoto entregue no dia da votação do primeiro turno. Se o eleitor preferir, ele também pode baixar o aplicativo E-titulo no celular ou no tablet e emitir o documento.



'Brasil tem que abraçar todas as religiões', diz Haddad ao criticar Bolsonaro

(Foto: Reprodução)

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad , disse neste domingo, em São Paulo, que o estado brasileiro "não pode ter uma religião, tem que abraçar todas as religiões ". Haddad falou aos jornalistas após um encontro com entidades representativas de pessoas com deficiência, no Centro da capital paulista.  —  Vejo com preocupação, quando uma igreja tem um projeto de poder que, inclusive, está descrito em livros —  disse o candidato petista, em referência ao bispo Edir Macedo, da Igreja Universal, que declarou apoio ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, e complementou: — É importante manter o Estado brasileiro aberto a todas as religiões. Haddad também atacou Bolsonaro por espalhar "mentiras" na internet sobre sua religiosidade. E incluiu a imprensa no desabafo:   — Não entendo por que razão a imprensa não está denunciando isso.  O petista também comentou a neutralidade do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo", publicada neste domingo, FH disse existir um muro entre ele e Bolsonaro, e que, por enquanto, havia uma porta a ser aberta na direção de Haddad. 

—  Se depender de mim, essa porta vai ser aberta em nome da democracia — disse o candidato, que mantém uma relação cordial com Cardoso, além de amigos em comum.

—  Independentemente de o PSDB ser oposição ou situação no próximo governo, o mais importante hoje é garantir as liberdades democráticas, que estão em risco em nosso país, como ele mesmo reconhece na entrevista.  

Haddad também comentou a campanha de Bolsonaro na TV e no rádio, que aponta o PT e seus principais líderes como defensores dos regimes de Cuba e Venezuela: 

— Olha, o PT nunca violou um princípio democrático enquanto esteve no comando do governo. O Estado democrático de Direito era e continua sendo um princípio basilar nosso. O meu adversário, ao contrário, defendeu tortura, a morte de 30 mil pessoas durante a ditadura, chamou Dom Paulo Evaristo Arns de vagabundo e charlatão. E está tudo registrado. 

O candidato petista também comentou um tuíte publicado pelo filósofo Olavo de Carvalho, e republicado por um dos filhos de Bolsonaro, dizendo que o candidato do PT defendia o incesto. Carvalho apagou a publicação logo em seguida.  

—  Já disseram que sou dono de uma Ferrari e que meu relógio, presente da minha família quando me formei, custa R$ 400 mil reais —  disse —  Onde essa loucura vai parar?

CONTINUE LENDO


No retorno do horário eleitoral, Bolsonaro ataca PT; Haddad critica violência

Duelo de ataques marca a volta do horário eleitoral no rádio e na TV (Foto: Divulgação)

Na estreia do horário eleitoral gratuito no 2º turno no rádio nesta sexta-feira, 12, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) partiu para o ataque contra o PT e seu adversário, Fernando Haddad. Já o programa do petista ligou o concorrente à onda de violência gerada na campanha à Presidência da República e não citou, como havia feito no 1º turno, o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Bolsonaro, que praticamente estreou no horário eleitoral, já que na 1ª fase da campanha tinha menos de 10 segundos por programa, lembrou a ascensão do socialismo e do comunismo na América Latina, citou a criação do Foro de São Paulo, "grupo liderado por Lula e Fidel Castro (ex-presidente de Cuba)" e até divulgou um áudio do ex-presidente brasileiro, preso em Curitiba. "Todos que participaram do Foro de São Paulo chegaram ao poder", diz Lula. O programa do candidato do PSL informou que Cuba é o país mais atrasado do mundo, lembrou as crises na Venezuela e do Brasil, governado pelo PT entre 2003 e 2016. "Estamos à beira do abismo (...) fizeram de Brasília um balcão de negócios e muitos estão presos". A locução citou também que o vermelho, cor do PT, jamais foi a cor da esperança.

 

Nesse 1º programa eleitoral de Bolsonaro, Haddad foi chamado de "boneco de Lula", e declarações de pessoas procuram afastar as acusações de racista e machista de Bolsonaro. "Sou mulher e negra. PT nunca mais. A nossa bandeira é verde e amarela", afirma uma apoiadora do deputado federal. Na parte final, o candidato do PSL é apresentado ao eleitor e reforça a questão feminina, com a repetição do relato emocionado de uma reversão de vasectomia para que pudesse ter uma filha, Laura, a única mulher após quatro homens. Na abertura do programa do candidato petista, a mensagem foi a de que a "democracia está em risco" e o que o 2º turno, "que deveria ser de debate de propostas, foi transformado por seguidores de Bolsonaro em onda de violência". As declarações do candidato do PSL de que iria "fuzilar a petralhada", é alternada com vários relatos de violência, como o assassinato do mestre de capoeira e produtor cultural Môa do Katendê, em Salvador (BA), com 12 facadas, após defender o voto no PT. Em seguida, Haddad repete o bordão que seu sonho é oferecer aos brasileiros ao menos uma oportunidade, com educação e emprego, "um livro em uma mão e uma carteira assinada na outra". Ao contrário de Bolsonaro, que está no 3º casamento, o programa do petista cita a relação de 30 anos com Ana Estela e filhos Frederico e Carolina. Lembrou que Haddad foi ministro da Educação e reforça o pedido de paz antes de citar algumas propostas para o governo, caso eleito - além de emprego, a retomada de obras paradas, incentivo à construção civil e a criação do ensino médio federal. Ao final, Haddad afirma que é hora de "olhar para frente", pede união e o voto "mesmo que você eleitor tenha votado em outro candidato no primeiro turno, eu quero conversar com você", disse. "Essa campanha não é de um partido, é dos que querem mudar para melhor o nosso País (...) Vamos nos unir, a hora é agora. Quero contar com todos que são a favor da democracia e dos direitos do povo", afirmou. Ao contrário do 1º turno, quando Lula dominou os programas de Haddad, o ex-presidente, ao menos neste primeiro, não foi lembrado.

CONTINUE LENDO


TSE lança página na internet para desmentir notícias falsas

Foto: Luciano Santos l 97News

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou na quinta-feira (11) uma página na internet para desmentir notícias falsas sobre a eleição que circulam nas redes sociais. A ferramenta já apresenta exemplos de informações que foram negadas pela imprensa e pelo órgão. "Diante das inúmeras afirmações que tentam macular a higidez do processo eleitoral  nacional, nessa página o TSE apresenta links para esclarecimentos oriundos de agências de checagem de conteúdo", explica o TSE. Segundo o Tribunal, todos os relatos de possíveis irregularidades são encaminhados para órgãos de investigação, especialmente o Ministério Público Eleitoral e Polícia Federal. Até o presente momento, nenhuma ocorrência de violação à segurança do processo de votação ou de apuração realizado durante as eleições 2018 foi confirmada ou comprovada.



'Os pobres tem que se unir' diz candidato a deputado estadual mais votado em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O cantor Manoel Rodrigues Filho (MDB), o Carcará do Sertão foi o candidato mais bem votado em Brumado com 9.887 votos. Ele foi o candidato à uma vaga na Assembléia Ligislativa da Bahia (ALBA). De acordo com o banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carcará obteve um total de 11.304 votos na Bahia. Em entrevista ao 97NEWS, Carcará agradeceu o apoio dos eleitores. “Aquele que não tem gratidão, não tem caráter. Graças a Deus, o povo de Brumado e região me acolheu, que independentemente do resultado das urnas, de forma incondicional eu continuarei grato a vida inteira por Brumado, que me deu a chance de aprender tudo”, disse. Após relembrar sua trajetória de vida, ele afirmou que pretende continuar com sua tragetória política e, quem sabe não pensar em 2020. “Ainda não cheguei lá, mas, eu tenho as minhas ideias que estão vivas em mim para o povo de Brumado. As minhas propostas são para os mais pobres, os mais necessitados. O pobre sofre demais, passa fome, sede, pobre sofre discriminação. Nós, pobres, precisamos nos unir para sermos valorizados”. Ele afirmou ainda que deve começar a formar sua assessoria para as próximas eleições municipais. “Daqui pra frente eu só preciso voar com você, brumadense, em busca de minhas propostas”, considerou. Sobre o seu conhecimento político, Carcará disse que seu mestre é Deus e, o seu guia é o povo. “Eu sou capacitado para receber qualquer posto da política brasileira. A gente não administra só e, sim com bons secretários, assessores e com honestidade acima de tudo". Declarou Carcará.



Pesquisa Datafolha para presidente aponta 58% para Bolsonaro e 42 % para Haddad no 2º Turno

Foto: Divulgação

O Datafolha divulgou nesta quarta-feira (10) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos. Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes: Jair Bolsonaro (PSL): 58%; Fernando Haddad (PT): 42%. Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado ocial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto. Nos votos totais, os resultados foram os seguintes: Jair Bolsonaro (PSL): 49%; Fernando Haddad (PT): 36%; Em branco/nulo/nenhum: 8%; Não sabe: 6%.



Eleições 2018: Polícia Federal identifica eleitores que gravaram vídeos usando armas no 1º Turno

Foto: Reprodução l Redes Sociais

A Polícia Federal (PF) deagrou nesta quarta-feira (10) três ações simultâneas para investigar crimes relacionados às eleições de 2018. De acordo com as investigações, os envolvidos foram identicados a partir de monitoramentos de vídeos que circularam em redes sociais relacionados à votação do último domingo (7). A operação desta quarta foi a primeira a partir do rastreamento de redes sociais. Em um dos vídeos investigados, um eleitor aperta os botões da urna eletrônica de votação com uma pistola. Agentes cumpriram mandados de busca e apreensão no Paraná, São Paulo e Sergipe. As investigações apontam supostos crimes de violação de sigilo do voto e porte ilegal de arma, alé de incitação de crime contra candidatos. Durante a operação, a PF apreendeu no Paraná o celular de Maykon Santana Anibal e a arma que ele usou na urna -- uma arma de brinquedo. Gravar a escolha na urna é proibido pela lei eleitoral. Em Sergipe e São Paulo, a PF intimou duas pessoas que postaram mensagens ameaçadoras envolvendo os candidatos Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL). Os suspeitos neste caso serão investigados por incitação ao crime, por causa das postagens com mensagens ameaçadoras – que chegaram a ser apagadas, mas foram recuperadas pela perícia.

Foto: Reprodução l Redes Sociais


Eleitores brumadenses optaram pelo e-Título como documento na hora de votar

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Boa parte dos eleitores brumadenses utilizaram a ferramenta que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou para as eleições 2018. O e-Título, um aplicativo para plataformas Android e iOS teve mais de 10 milhões de downloads feitos no Brasil. A ferramenta funciona para quem está em dia com a Justiça Eleitoral, pois o aplicativo pode substituir o documento na hora de votar. O e-Título apresenta informações como dados da zona eleitoral do usuário e a situação cadastral do eleitor em tempo real. Após baixá-lo, basta que o eleitor insira seus dados pessoais. O aplicativo também permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais. Essas certidões são emitidas por meio do QR Code, o que possibilita a leitura pelo próprio celular. O eleitor que fez o recadastramento biométrico junto à Justiça Eleitoral, a versão do e-Título vem acompanhada da foto, o que facilita a identificação na hora do voto. Mas para quem ainda não baixou o aplicativo, continua sendo obrigatório a levar outro documento oficial com foto para se identificar ao mesário durante a votação no 2º Turno. Em Brumado, a nossa equipe flagrou algumas situações em que os eleitores optaram pelo documento digital. A eleitora Maria das Graças falou com a nossa equipe e disse que a ferramenta é de grande importância na hora do voto. "Sai de casa apenas com o meu celular, já tinha baixado o aplicativo, e consultei os meus dados. No início fiquei meio relutante, com medo de não aceitarem, mas funciona mesmo", relata a dona de casa. Já o jovem Ricardo de Almeida Santos, destacou que outros órgãos poderiam copiar o modelo do TSE e, utilizar os aplicativos como forma de identificação. "Estamos vivendo num mundo digitalizado, as ferramentas ou aplicativos nos Smartfones facilitam a vida das pessoas e, o e-Título é mais uma delas", comentou o estudante. A 90ª Zona Eleitoral não tem dados de quantos eleitores usaram o aplicativo na cidade, mas ressalta que o percentual só vem crescendo, principalmente para o segundo turno das eleições que acontece dia 28 de outubro.