97 News
publicidade
 
Vídeo em Destaque
 
Malhada de Pedras: Moradores do loteamento Urbis 4 querem o termino das obras
 
Mais vídeos
 
publicidade
 
Facebook
 
publicidade
 
Resultado da busca pela categoria "meioambiente":
21.Abr.2017 - 09:03
 
Vigilância Sanitária Municipal começa a notificar restaurantes da Zeca Leite sobre despejo irregular de lixo na praça
Redação 97NEWS
 
 

As notificações começaram a ser entregues na tarde desta quinta-feira (20) (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)
 

Um fato que acabou se dimensionando nos últimos dias devido à várias veiculações na mídia local foi o despejo irregular de lixo por parte de alguns estabelecimentos comerciais que funcionam na Praça Coronel Zeca Leite, o principal cartão postal de Brumado. Visando o atendimento ao clamor dos moradores da região e da população em geral que frequenta o referido logradouro público, a Prefeitura Municipal de Brumado, por meio do Setor de Vigilância Sanitária começou a notificar os estabelecimentos na tarde desta quinta-feira (20). A reportagem do 97NEWS acompanhou a notificação que não foi completa, pelo menos no primeiro momento, já que alguns restaurantes e lanchonetes ainda estavam fechados. Segundo o preposto responsável a equipe da Vigilância irá retornar por volta das 18h para concluir as notificações. Segundo ele não foram encontrados os responsáveis até o momento pelo despejo irregular do lixo, por isso todos foram notificados. Ele também informou que, após a notificação, que continuar descumprindo o Código Sanitário Municipal será penalizado com multa e corre, inclusive, o risco de sofrer a interdição. Confira vídeo abaixo: 

 
 
(0) comentário(s)
publicidade
17.Abr.2017 - 08:07
 
Audiência Pública discute crise hídrica em Rio do Antônio
Ascom | Modera
 
 

(Foto: Divulgação)
 
À medida que aumenta a escassez de água na Bacia Hidrográfica do Rio do Antônio, tanto em consequência de fenômenos físicos como da degradação humana, acentuam-se os conflitos pelo uso da água. A construção do Açude de Truvisco, no Alto Rio do Antônio, Município de Caculé, tendo como propósito perenizar o Rio do Antônio, ao que parece só tem acentuado o conflito pelo uso da água, principalmente nos períodos de estiagem, uma vez que a água de Truvisco tem sido utilizada mais para a irrigação de culturas agrícolas, de pasto, piscicultura e a sua liberação para abastecimento humano a jusante, só tem ocorrido depois de muita discussão na Comissão Gestora do Açude e até representação no Ministério Público. A estiagem prolongada no Médio Rio do Antônio começa a trazer previsões dramáticas para os Municípios de Rio do Antônio e Guajeru. Estima-se que só haverá água disponível para o abastecimento nos próximos dois meses. Nesse sentido, a Câmara de Vereadores de Rio do Antônio realizou uma audiência pública, na manhã do último dia 15 de abril, que diagnosticou, discutiu as causas da crise hídrica naquele Município e ainda deliberou ações. A audiência contou com a participação de representantes da Prefeitura, EMBASA, CONTAG, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, do MODERA e de populares. A audiência foi iniciada por uma exposição do ex-Secretário de Infraestrutura de Rio do Antônio, Professor Antônio de Souza Lima, que apresentou um diagnóstico da crise hídrica naquele Município, incluindo os seus impactos sociais, ambientais e econômicos. Na oportunidade, o Professor Lima propôs a elaboração, discussão e aprovação de propostas para soluções a curto, médio e longo prazo. Sobre o gerenciamento dos recursos hídricos no Alto Rio do Antônio, disse que esse tem sido precário, acarretando o monopólio das águas de Truvisco por usuários dos Municípios de Caculé e Licínio de Almeida e privilegiando grandes áreas irrigadas, causando prejuízos às populações de Rio do Antônio e Guajeru, no que se refere ao seu abastecimento humano. Segundo o Professor Lima, a concentração de água em Truvisco está levando o Rio do Antônio literalmente à morte e sérias consequências aos ribeirinhos à jusante do Açude. A participação do MODERA na audiência se deu por meio do Coordenador, Capitão Henrique Moreira Rocha e do Secretário Geral, Jorge Valério Rocha Gomes, que propôs a convocação de uma reunião extraordinária da Comissão Gestora de Truvisco para deliberar a abertura da comporta do Açude e representação no Ministério Público, caso a demanda não seja atendida. O Presidente da Câmara, Vereador André Rogério Berkovitz Soares, por sua vez, colocou em votação a segunda proposta, que foi aprovada pelo plenário da audiência. Segundo a Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Contas, Rita Braga, a Agência Nacional de Àguas – ANA realizará uma reunião na Cidade de Rio do Antônio, no próximo dia 04 de maio, para tratar da alocação da água de Truvisco.
 
(0) comentário(s)
publicidade
04.Abr.2017 - 09:11
 
Prefeitura de Brumado pretende disponibilizar água bruta da Barragem do Rio do Antônio para à população
Redação 97NEWS
 
 

A Barragem do Rio do Antônio, após as últimas chuvas, está com sua capacidade de armazenamento quase total (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)
 

Os constantes e rígidos períodos de estiagens que vêm assolando o município de Brumado nos últimos anos, os quais deixam, principalmente, a população do meio rural, muito apreensiva, já que os reservatórios ficam muito comprometidos, teria sido a motivação para um projeto interessante que deverá ser operacionalizado em breve pela atual gestão municipal, o qual teria como base a antiga Barragem do Rio do Antônio, que, atualmente está quase sem utilidade, já que o abastecimento está sendo feito, segundo informações, praticamente 100% com as águas advindas da Barragem de Cristalândia. Segundo o próprio prefeito Eduardo Vasconcelos, a administração municipal mandará fazer vários testes sobre a real qualidade da água armazenada na Barragem do Rio do Antônio, para, em seguida, instalar vários chafarizes na cidade, onde será distribuída água bruta para a população que poderá utilizá-la para uso doméstico, o que poderia amenizar as fortes e sucessivas crises no abastecimento. 
 

A Barragem de Rio do Antônio teria totais condições para atender os objetivos do projeto (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

 

Vale ressaltar que a água não seria para uso potável, mas, mesmo assim, seria de grande utilidade para muitas famílias que acabam sendo atingidas com a queda no fornecimento, como aconteceu novamente neste ano de 2017, onde devido à queda do volume de armazenamento da Barragem de Rio de Contas, várias localidades ficaram à beira do colapso, valendo lembrar ainda, os sucessivos problemas na qualidade da água distribuída, que teve um forte odor indesejável, não podendo ser quase utilizada para banhos e nos afazeres domésticos. Não houve anúncio da possível data que o projeto será efetivado, mas acredita-se que ainda neste ano de 2017, alguns chafarizes, como o da foto abaixo, podem já estar servindo a população em pontos estratégicos. O grande desafio, porém, será a permissão da Embasa para a retirada da água e a sua posterior distribuição, já que a empresa poderá ter prejuízos com o projeto.

 

(Foto: Reprodução)
 
 
(0) comentário(s)
publicidade
Rádio Alternativa FM 97,9
 
Últimos Eventos
 
 
Mais vídeos
 
publicidade
 
Comentários
 
Paulo A. Dias em:
Vereadores trocam socos em sessão da Câmara do município de Correntina; veja
 
Webiston Barbosa Reis em:
Brumado: Motorista perde o controle do carro na AV. Centenário, atinge motocicleta e barraca de acarajé e por pouco não causa uma tragédia
 
Roberto em:
Brumado: Área que era para abrigar o CIB acabou se tornando um grande projeto de expansão imobiliária
 
Paulo Almeida em:
Presidente do Legislativo sai em defesa da administração e garante que ‘o tempo irá esclarecer novamente que Eduardo estava certo’
 
 
 
Categorias
 
97 News © 2010-2017. Todos os direitos reservados.
 [email protected]
Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções