ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Polícia Federal combate organização criminosa que praticava assaltos a bancos e carro forte

Mulheres vivem quase 10 anos a mais que homens na Bahia, aponta IBGE

Barreiras: Carga de madeira sem documentação é apreendida

Brumado: Município registra 10 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Governo do Estado anuncia licitação para gestão de presídio de Brumado

Brumado: Promotoria de Justiça acompanha atividades da Secretaria de Educação

25 de novembro: Dia Internacional da não violência contra a mulher

Novo vírus letal surgido na Bolívia pode ser confundido com a dengue

Governo libera R$ 409 milhões para projetos de tecnologias da internet

Major Leila é nomeada comandante da 2ª CIPRv de Brumado

Casal é preso por estuprar as filhas em Itaberaba

Brumado: 237 pacientes estão em tratamento do novo coronavírus

Quadro de especialistas da Clínica Mais Vida é ampliado passando a oferecer mais um cardiologista e ecografista

Partido pede expulsão de vereador eleito por infidelidade partidária

Apresentador Fernando Vannucci morre aos 69 anos

Abrace essa Causa: ‘Projeto O Bom Samaritano’ ajudando quem mais precisa em Brumado

Polícia Civil deflagra operação contra homens e um adolescente que estupraram uma criança de 10 anos em Carinhanha

Nota Fiscal Eletrônica já está presente em 417 municípios da Bahia; já são 70 mil emissores

Auxílio Emergencial: 'Não haverá prorrogação', afirma ministro da economia

Pai de Zezé di Camargo e Luciano morre aos 84 anos



BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

Polícia Federal combate organização criminosa que praticava assaltos a bancos e carro forte

Foto: Divulgação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (26), a ‘Operação Pedra Grande’, que tem como objetivo desarticular uma organização criminosa responsável por roubos de agências dos Correios, bancos e carros-fortes no Rio Grande do Norte. A ação contou com apoio da Polícia Civil e Polícia Militar. Cerca de 80 policiais cumprem dois mandados de prisão preventiva e oito mandados de busca e apreensão expedidos pela 15ª Vara Federal de Ceará-Mirim (RN), nos municípios de Parnamirim (RN), Nísia Floresta (RN) e Simões Filho na Bahia. As investigações iniciaram no o mês de abril deste ano, quando um dos integrantes do grupo criminoso foi preso em Camaçari. Na oportunidade, foram apreendidos seis fuzis, 49 carregadores e 1.200 munições que estavam em um veículo dirigido pelo acusado. Os presos na operação de hoje responderão pelos delitos de organização criminosa, roubo qualificado e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.



Governo libera R$ 409 milhões para projetos de tecnologias da internet

Foto: Divulgação

O Ministério das Comunicações (Minicom) anunciou na terça-feira (24) o repasse de R$ 409 milhões para investimentos no desenvolvimento e ampliação de tecnologias de internet das coisas em sistemas agrícolas, de transporte, de saúde e de segurança, e em soluções para internet 5G. Os recursos são provenientes do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Comunicação (Funttel), que completa 20 anos esta semana. De acordo com o governo federal, os recursos vão financiar 17 projetos, em um prazo de 36 meses, a partir de operações de crédito viabilizadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Cada instituição receberá R$ 204,9 milhões. O limite de financiamento é de até R$ 30 milhões por entidade ou empresa beneficiária a cada 24 meses, mas esse valor poderá ser ampliado mediante autorização específica do conselho gestor do Funttel. A expectativa do governo é que os projetos possam gerar até 41 mil novos empregos diretos e indiretos no país, além de aumentar a competitividade da indústria brasileira de telecomunicações. 

 



Auxílio Emergencial: 'Não haverá prorrogação', afirma ministro da economia

Foto: Luciano Santos l 97News

O ministro da Economia, Paulo Guedes, descartou a possibilidade de uma nova prorrogação do auxílio emergencial. Segundo ele, o benefício deverá ser extinto no final do ano, com o recuo dos casos de covid-19. “Os fatos são que a doença cedeu bastante e a economia voltou com muita força. Do ponto de vista do governo, não existe prorrogação de auxílio emergencial”, disse em evento virtual. O ministro ainda garantiu que vai atuar com “evidências empíricas” e que há muita pressão política pela prorrogação do auxílio emergencial. “Estamos preparados para reagir, mas não adianta criar fatos que não existem. Se tiver segunda onda [da pandemia], já sabemos como reagir, o que funcionou e o que não funcionou, sabemos o nome dos beneficiários que realmente precisam”, completou. O pagamento do auxílio no valor de R$ 600 foi iniciado em março e assim permaneceu até setembro. Uma nova prorrogação até dezembro reduziu o valor a R$ 300. 



Pai de Zezé di Camargo e Luciano morre aos 84 anos

Foto: Reprodução l Rede Social

Internado há 14 dias em Goiânia após passar mal e sentir dores no intestino, seu Francisco José Camargo, pai dos cantores Zezé di Camargo e Luciano, não resistiu e morreu aos 84 anos. A informação foi confirmada pela assessoria da dupla na manhã desta terça-feira (24) ao site G1. Francisco Camargo deixa a esposa, Helena Siqueira de Camargo, de 75 anos, e oito filhos: Mirosmar José de Camargo (Zezé), Marlene José de Camargo, Wellintgton Camargo, Emanoel Camargo, Luciele de Camargo, Welson David de Camargo (Luciano), Wesley José de Camargo e Walter José de Camargo. Outro filho do patriarca da família, Emival Camargo, que foi a primeira dupla com Zezé, morreu em 1975 em um acidente de carro. Entre os dez netos está a cantora Wanessa Camargo. Além disso, tinha dois bisnetos.



Estudo mostra que 65% dos policiais assassinados no Brasil são negros

Foto: Divulgação l SSP-BA

Dados do Anuário 2020 do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), revelam que 65,1% dos 172 policiais que foram assassinados no Brasil em 2019 eram negros. O números levam em consideração agentes no trabalho ou em momento de folga. As informações são do jornal Folha de São Paulo. Segundo o jornal, os policiais negros são as principais vítimas mesmo não sendo maioria nas forças policiais no país. O diretor-presidente da FBSP Renato Sérgio de Lima atribui a situação ao fato de haver mais negros entre os praças (de soldado a subtenente) do que entre os oficiais (de tenente a coronel), que exercem funções de comando. Ainda segundo Lima, outro fator importante a ser considerado é que a maioria de policiais negros moram em periferias e locais onde os índices de violência são maiores. Dados obtidos pela Folha, mostram que na Polícia Militar de São Paulo, 44,% dos soldados são negros. Entre os oficiais, esse número é de 22,1%, entre os tenentes, e 12,7%, entre os coronéis –topo da carreira.



Casal é preso suspeito de acorrentar criança em cama

Foto: Ilustrativa

Um menino de 11 anos foi resgatado de cárcere privado pela Polícia Militar (PM), na quinta-feira (20), em Uberaba, Minas Gerais (MG). De acordo com o boletim de ocorrência, o garoto estava preso em torno de uma cama, com uma corrente de ferro agarrada a seu tornozelo esquerdo e trancada com um cadeado. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), os suspeitos – a mãe, de 27 anos, e o padastro, de 29 – foram presos por tortura. No local, próximo a criança havia uma mesa e, sobre ela, garrafa com água e frutas. Logo abaixo, um balde que, segundo o menino, seria usado para as próprias necessidades fisiológicas. A Polícia Militar (PM) chegou ao local por meio de uma denúncia anônima feita pelo 181. Os vizinhos ajudaram os militares a resgatar o menino e foi possível retirar a corrente que prendia a perna dele. A PM fez o registro das imagens da casa e do lugar onde o garoto estava acorrentado. Todo material foi encaminhado à delegacia de plantão e servirá de base para a investigação. O Conselho Tutelar também foi acionado para prestar apoio à criança. Os suspeitos foram encaminhado ao Sistema Prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A investigação segue sob sigilo. 



Salário mínimo de 2021 tem novo valor definido pelo governo

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O aumento do salário mínimo 2021 será maior do que o valor que foi estipulado em agosto de R$ 1.067,00. Como a nova estimativa da inflação é maior, o valor subiu para R$ 1.087,64, baseado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O governo federal faz a correção anual do salário mínimo com base do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). A sua última estimativa elevou a inflação de 2,35% para 4,10%, dados divulgados pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia na última terça-feira (17). Isto é, caso não haja nenhuma mudança o salário mínimo de 2021 será de R$ 1.087,00. No ano de 2020 o salário mínimo é de R$ 1.045,00. Em agosto foi estipulado o valor de R$ 1.067,00, ou seja, com a nova previsão o valor conta com R$ 20,84 a mais. No entanto, caso haja alguma alteração na previsão da inflação feita pelo INPC, esse valor ainda pode sofrer alterações no restante do ano de 2020.



Covid-19: enxaguantes bucais matam coronavírus em 30 segundos em laboratório, indica pesquisa

Foto: Reprodução l Getty Images

Enxaguantes bucais podem matar o coronavírus em 30 segundos, revela um novo estudo realizado em cima de testes de laboratório. Embora a pesquisa sugira que o uso do produto pode ajudar a matar o vírus na saliva, não há evidências de que ele possa ser usado como um tratamento para o coronavírus, uma vez que não alcança o trato respiratório ou os pulmões. Nick Claydon, especialista em periodontologia, disse que o estudo pode fazer com que o enxaguante bucal se torne uma parte importante da rotina das pessoas. "Se esses resultados positivos forem refletidos no ensaio clínico da Universidade de Cardiff, enxaguantes bucais baseados em CPC (Cloreto de cetilpiridínio)... podem se tornar um complemento importante à rotina das pessoas, junto com a lavagem das mãos, o distanciamento físico e o uso de máscaras, ambos agora e no futuro", diz. O estudo afirma que enxaguantes bucais contendo pelo menos 0,07% de CPC mostraram "sinais promissores" de serem capazes de erradicar o coronavírus quando expostos ao vírus em um laboratório. Embora a pesquisa ainda não tenha sido revisada por pares, suas conclusões sustentam a de outro estudo recente que constatou que os bochechos com CPC são eficazes na redução da carga viral. Um ensaio clínico vai analisar agora se o enxaguante bucal ajuda a reduzir os níveis do vírus na saliva de pacientes com covid-19 no hospital de Cardiff, com resultados esperados no início do próximo ano. "Embora esses enxaguantes bucais erradiquem o vírus de maneira muito eficaz em laboratório, precisamos ver se eles funcionam em pacientes e este é o ponto de nosso estudo clínico em andamento", diz David Thomas. "O estudo clínico em andamento, no entanto, nos mostrará quanto tempo os efeitos duram, após uma única administração do enxaguante bucal em pacientes com covid-19." Ele ainda completa."Precisamos entender se o efeito dos enxaguantes bucais sem receita médica sobre o vírus da covid-19 obtidos em laboratório podem ser reproduzidos em pacientes".



Mina do Nordeste pode levar Brasil a exportar urânio

Foto: Reprodução

Um projeto de mineração visto como prioritário pelo governo brasileiro pode transformar o país em exportador de urânio e reduzir suas necessidades de importação de fertilizantes, se for bem-sucedido. O país, que atualmente importa urânio para suas usinas nucleares e importa a maior parte de suas necessidades de fertilizantes, pode se tornar mais autossuficiente com um projeto de 400 milhões de dólares na região Nordeste, de acordo com o consórcio formado para explorar a jazida. A estatal INB, que detém o monopólio da produção de urânio no Brasil, formou um consórcio com a empresa local de fertilizantes Galvani para o projeto de fosfato-urânio Santa Quitéria. A INB espera extrair cerca de 2.100 toneladas de concentrado de urânio por ano da jazida, enquanto precisa de cerca de 750 toneladas para abastecer suas usinas de energia nuclear. Adicionando capacidade nominal a outra jazida explorada pela INB, o Brasil produzirá cerca de 2.400 toneladas de concentrado de minério de urânio por ano quando Santa Quitéria atingir sua capacidade total em 2026. Isso corresponde a 4% da produção mundial de urânio, segundo a INB. Inicialmente, o urânio de Santa Quitéria deve ir para as usinas nucleares da INB, embora a empresa esteja em conversas com o governo para vender o excedente no exterior, disse Freire. Santa Quitéria foi incluído no Programa de Parceria para Investimentos do governo, conhecido como PPI, para projetos considerados prioritários. Trazer mais parceiros, incluindo consumidores de fertilizantes, está sendo considerado para financiar o investimento, enquanto a família que controla a Galvani ficaria com a participação majoritária.



Brasil: Bolsonaro diz que país vai divulgar lista de importadores de madeira ilegal

Foto: Reprodução l Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro disse na terça-feira (17) que o Brasil vai revelar uma lista com nomes de países que importam madeira extraída de forma ilegal da Amazônia brasileira. Durante o seu discurso na 12ª Cúpula do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o presidente voltou a criticar os “ataques” que o país sofre em relação às queimadas e ao desmatamento na região amazônica. “Creio que depois dessa manifestação [divulgação da lista], que interessa a todos no mundo, essa prática diminuirá e muito nessa região”, afirmou. De acordo com Bolsonaro, a Polícia Federal desenvolveu um método para rastrear a origem de madeiras apreendidas e exportadas usando isótopos estáveis, uma espécie de DNA que mostra a proveniência geográfica de produtos. “Estaremos revelando, nos próximos dias, nomes dos países que importam essa madeira ilegal da Amazônia, porque, aí sim, estaremos mostrando que esses países, alguns deles que muito nos criticam, em parte, têm responsabilidade nessa questão [do avanço do desmatamento]”, disse o presidente.

 



Em Busca Vida, ex-presidente Lula será vizinho de Emílio Odebrecht

Foto: Reprodução l Instituto Lula

O ex-presidente Lula alugou um imóvel no condomínio Busca Vida, localizado em Camaçari. A informação é do colunista Guilherme Amado, da revista Época. O condomínio é conhecido por ter casas de importantes personalidades da Bahia. Emílio Odebrecht, dono da construtora Odebrecht, é dono de alguns imóveis no condomínio, que fica na divisa com Lauro de Freitas. Nenhuma das casas do empresário, porém, foi alugada para Lula. De acordo com o mesmo colunista, o imóvel alugado por Lula não é luxuoso, mas espaçoso, tem dois andares e quatro quartos, além de uma área de lazer para churrasco.



Após derrota de apoiados, Bolsonaro avalia eleições: 'Dissociada da presidencial'

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Após ter visto a vitória de apenas 9, dos 59 candidatos que apoiou nas eleições municipais, o presidente Jair Bolsonaro frisou, na noite de segunda-feira (16) que o pleito é dissociado das eleições presidenciais e disse, inclusive, que estara despreocupado 2022. “Eleição municipal é dissociada das majoritárias. E não estou preocupado com 2022 não, isso aí é problema de todos nós”, disse Bolsonaro na entrada do Palácio da Alvorada. Antes, ele recordou as eleições de 2016 em São Paulo. “Em 2016 o [Geraldo] Alckmin elegeu o [João] Doria no primeiro turno [para a prefeitura], coisa rara em São Paulo. Dois anos depois o Alckmin teve 4% das eleições presidenciais”, pontuou. O presidente minimizou o apoio aos candidatos e disse que fez apenas quatro lives para divulgá-los. Na ocasião, Bolsonaro disse que o apresentador Luciano Huck é “um apresentador de televisão” que tem o apoio de um pessoal mais progressista.



Eleições municipais conta com apoio de 28 mil homens das Forças Armadas

Foto: Divulgação l Exército

Este ano o primeiro turno das eleições municipais, neste domingo (15) contará com o apoio de 28 mil homens das Forças Armadas. Segundo informações da Agência Brasil, será papel dos militares transportar urnas eletrônicas e agentes eleitorais em 104 localidades no Brasil. O apoio é necessário sobretudo em locais de difícil acesso da Justiça Eleitoral, a exemplo de tribos indígenas e populações ribeirinhas. Em 2020, eles atuarão em oito estados, sendo uma localidade na Bahia; 35 do Acre; 26 no Amazonas; cinco no Amapá; quatro no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul; duas no Rio de Janeiro e 27 localidades em Roraima. Os militares farão ainda segurança em  616 locais: Acre, 20 localidades; Alagoas, 12; Amazonas, 41; Ceará, 31; Maranhão, 98; Mato Grosso, 34; Mato Grosso do Sul, 8; Pará , 72; Piauí, 169 localidades; Rio Grande do Norte, 121; e Tocantins, 11 locais.



Petrobras eleva preço da gasolina e do diesel nas refinarias a partir desta quinta

Foto: Luciano Santos l 97News

A Petrobras informou na quarta-feira (11) que aumentará o preço da gasolina em suas refinarias em 6% em média a partir de hoje (12), enquanto o diesel terá elevação de 5%. O aumento vem em meio a movimento de alta nos preços do petróleo no mercado internacional nos últimos dias, impulsionado por esperanças de uma vacina para a Covid-19. A Petrobras afirma que seus preços levam em conta a chamada paridade de importação, impactada por fatores como as cotações internacionais e o câmbio. O reajuste é o primeiro aplicado pela estatal em novembro.



Mega-sena sorteia nesta quarta-feira (11) prêmio de R$ 34 milhões

Foto: Divulgação

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (11) um prêmio estimado em R$ 34 milhões. As seis dezenas do concurso 2.317 serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo. De acordo com a Caixa, o valor do prêmio principal, caso aplicado na poupança, renderia no primeiro mês R$ 39,4 mil. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.



Auxílio emergencial pode voltar caso haja nova onda de Covid-19

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu nesta terça-feira (10) que o auxílio emergencial pode voltar a ser pago à população no ano que vem, mas apenas caso o país seja atingido por uma nova onda do coronavírus. As declarações foram dadas em resposta a uma pergunta sobre o auxílio emergencial e sua possível continuidade no ano que vem. "Deixamos bem claro para todo mundo. Se houver uma segunda onda no Brasil, temos já os mecanismos. Digitalizamos 64 milhões de brasileiros. Sabemos quem são, onde estão e o que eles precisam para sobreviver", afirmou Guedes. O ministro diz ainda que os gastos ligados à Covid, que representam mais de 8% do PIB [Produto Interno Bruto], ficariam em patamares menores no caso de um novo crescimento da contaminação. "Se uma segunda onda nos atingir, aí iremos aumentar mais [os gastos]. Em vez de 8% do PIB, provavelmente [usaremos] desta vez metade disso. Porque podemos filtrar os excessos e certamente usar valores menores", disse o ministro. Segundo ele, mais gastos serão feitos somente no caso de a Covid demandar e isso é totalmente diferente de usar a contaminação já em declínio como uma justificativa para gastos. "O que definitivamente não faremos é usar uma doença que nos deixou como desculpa para fazer movimentos políticos irresponsáveis", afirmou.



‘Mais uma que Jair Bolsonaro ganha’, diz presidente sobre suspensão da vacina CoronaVac

Foto: Reprodução l Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro comentou através do Facebook sobre a suspensão dos testes da vacina Coronavac pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Na publicação, o mandatário alfinetou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP). A Coronavac está na fase 3 de testes, a última para comprovar sua eficácia. “Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Dória queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O Presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha”, escreveu Jair. A vacina contra a covid-19 é desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Os testes clínicos foram suspensos após uma “evento adverso grave” registrado no dia 29 de outubro. Uma investigação médica deve ser iniciada para indicar se a causa da morte do volutário tem relação com o imunizante.



Anvisa interrompe estudos da Coronavac após 'evento adverso grave'

Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou, em nota, que suspendeu os estudos clínicos da vacina Coronavac, uma das que estão em estudo contra o novo coronavírus. A suspensão ocorreu por causa de um “evento adverso grave” ocorrido. A Anvisa não informou qual evento seria. Pode ser desde a internação de um voluntário até a sua morte. De acordo com a agência, esse evento adverso ocorreu em 29 de outubro. Agora, a agência reguladora vai analisar os dados observados até o momento e julgar sobre o risco/benefício da continuidade do estudo. Esse tipo de interrupção nos estudos, segundo a Anvisa, é parte dos procedimentos de Boas Práticas Clínicas para estudos desenvolvidos no Brasil. “Com a interrupção do estudo, nenhum novo voluntário poderá ser vacinado. A Anvisa reitera que, segundo regulamentos nacionais e internacionais de Boas Práticas Clínicas, os dados sobre voluntários de pesquisas clínicas devem ser mantidos em sigilo, em conformidade com princípios de confidencialidade, dignidade humana e proteção dos participantes”, acrescentou a agência, em nota. A Coronavac está sendo desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Dez dias antes do “evento adverso grave” ser registrado, ela foi considerada a vacina mais segura dentre todas as testadas pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.



Disque-Aglomeração do TRE-BA ultrapassa mil denúncias

Foto: Reprodução l Rede Social

Em menos de dez dias de atendimento,o Disque-Aglomeração do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) já ultrapassou mil denúncias. Em números absolutos, até a segunda-feira (9), a ouvidoria do órgão contabilizou 1.053 denúncias, sendo 21,4% de eventos que já aconteceram, 49,5% estavam acontecendo no momento do contato e 29,1% estavam agendados. Das 1.053 queixas, o número aproximado de participantes em eventos com a presença de mais de 201 a 400 pessoas receberam maior número de reclamações (22,5%) e as atividades entre 100 e 200 pessoas representam 21,6% das reclamações. De acordo com a Ouvidoria, 82,2% das denúncias se referem ao não uso de máscara durante eventos; 81,2% sobre desobediência ao distanciamento social; 53,3% passeatas; 51,3% carreatas e 32,2% comícios. O presidente do Regional baiano, desembargador Jathay Júnior, considera a ferramenta fundamental para a realização das Eleições municipais 2020. “Normalmente, as eleições são difíceis, principalmente no interior do estado, que quanto menor a cidade, maior a disputa e o grau de paixão. Com a pandemia, o grau de dificuldade aumentou ainda mais. Por isso, nós, da Justiça Eleitoral, estamos firmes e contamos com a colaboração do cidadão para inibir aglomerações, obedecendo às recomendações sanitárias”, disse.



Operação Luz da Infância 7 investiga exploração sexual na internet

Foto: Divulgação

O Ministério da Justiça (MJ) e policiais civis de dez estados deflagraram nesta sexta-feira (6) a Operação Luz da Infância 7, com o objetivo de identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet no Brasil e em mais quatro países. De acordo com a Agência Brasil, a operação cumpre 137 mandados de busca e apreensão em dez estados - Alagoas, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Há também frentes de ação na Argentina, Panamá, Paraguai e nos Estados Unidos (EUA). Segundo o ministério, nos EUA há medidas sendo cumpridas nas cidades de Knoxville, Nashville, Dallas, Raleigh e Pittsburgh. No Brasil, a legislação prevê pena que varia de um a quatro anos para quem armazena esse tipo de conteúdo. O compartilhamento de materiais desse tipo pode resultar em penas de três a seis anos e, no caso de produção de conteúdo relacionado a crimes de exploração sexual, a pena varia de quatro a oito anos de prisão.