ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confianças do comércio e serviços sobem em julho, diz FGV

Em onda extrema de frio no país, temperatura chega a -7,8ºC em SC

Reumatologista da Clínica Mais Vida fala sobre infiltração e sua importância nos tratamentos reumáticos

Brumado: Prisão domiciliar de grávida presa com 90 kg de maconha pode ser decretada hoje (29)

Brasil ultrapassa marca de 98 milhões de vacinados com primeira dose contra Covid-19

Ministro da Saúde pede que brasileiros tomem segunda dose contra Covid-19

Homem é preso suspeito de estuprar enteada por 17 anos em Juazeiro

Brumado: 6 estão hospitalizados por conta da Covid-19

Anagé: Três ciganos suspeitos de envolvimento nas mortes de PMs em Conquista morrem em confronto

Brumado: AUCIB protocola ofícios solicitando da Câmara uso do veículo oficial por empresa privada

Em solo brumadense, ex-vereador Márcio Moreira é recebido por familiares e amigos sob fortes emoções

Brumado: Após saber pela imprensa sobre 'Operação Mobile', criminoso devolve celular de R$ 6 mil ao proprietário

Com foto de homem armado, governo Bolsonaro faz homenagem ao Dia do Agricultor

Brumado: Cantor Sissa Night se recupera de cirurgia após acidente com 'Tuk Tuk'

Ex-vereador e empresário Márcio Moreira recebe alta após ser curado da Covid-19; veja

Brumado: Idosa diz estar traumatizada após ser atacada por cachorros: 'Muito medo'

Brumado será contemplado com o serviço de reconhecimento facial e de placas

Conquista: Idosa de 73 anos sofre mal súbito e morre na estação Herzem Gusmão

Faça seu cartão GRNCred na CDL de Brumado; conheça nossos credenciados

Partiu Estágio convoca 899 universitários para vagas em 44 municípios baianos



BUSCA PELA CATEGORIA "Mundo"

Mundo vive 'situação perigosa' e se distancia do fim da pandemia, diz OMS

Foto: Reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lança um alerta sobre a situação da pandemia da covid-19 no mundo e aponta para um aumento no número de novos casos de contaminação de 11,5% em apenas sete dias. "Estamos numa situação muito perigosa", disse Maria van Kerkhove, diretora técnica da OMS, nesta segunda-feira (19) em Genebra. "Ainda vemos aumento de mortes e casos", afirmou. Além do aumento da transmissão, os óbitos nos últimos sete dias tiveram uma expansão de 1% no mundo. Para ela, o vírus continua a manter o controle sobre sua disseminação. "Estamos nos distanciando do fim da pandemia", lamentou.



Em primeira aparição pública após cirurgia, Papa Francisco pede que fiéis aprendam a descansar

Foto: Reprodução

De volta após dez dias de internação, o papa Francisco convidou os fiéis no domingo (18) a reconhecerem a importância do descanso. "Vamos parar a correria frenética ditada por nossa agendas. Vamos aprender como fazer uma pausa, a desligar o celular, a contemplar a natureza, a regenerar-nos no diálogo com Deus", disse o pontífice na tradicional oração do Angelus, falando da janela do palácio apostólico aos fiéis na Praça de São Pedro. Segundo a agência Reuters, o líder religioso ainda rezou por Cuba, pela África do Sul e pelos países europeus afetados por chuvas sem precedentes na última semana. "Oro para que o Senhor ajude a nação [cubana] a construir uma sociedade cada vez mais justa e fraterna por meio da paz, do diálogo e da solidariedade", disse Francisco.



Seca tem potencial para ser nova 'pandemia' após Covid-19, alerta a ONU

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Organização das Nações Unidas (ONU) acredita que “a escassez de água pode ser a nova pandemia e não existe vacina para curá-la”, em referência à Covid-19. Um dado divulgado pela organização em novembro de 2020 aponta que os recursos de água doce disponíveis por pessoa baixaram mais de 20% em duas décadas. No Brasil, no ano passado, a Agência Nacional de Águas (ANA) declarou que grandes bacias com potencial hidrelétrico viviam “situação crítica de escassez de recursos hídricos”. No fim de maio, o governo federal emitiu pela primeira vez um alerta de "risco hídrico" e abriu caminho para que sejam tomadas medidas que evitem um racionamento de energia até outubro, período de poucas chuvas e de seca mais severa na região sudeste e centro-oeste. Em junho, a Agência declarou situação crítica de escassez dos recursos hídricos na Região Hidrográfica do Paraná, que abrange parte dos territórios de cinco estados (GO, MG, MS, PR e SP). Trata-se da maior seca no Brasil em quase um século. Projeções da ONU mostram que ao menos 130 países devem enfrentar maior risco de seca neste século.



EUA incluem Brasil em lista de países que vão receber doação da vacina anti-Covid

Foto: Reprodução l Adam Schultz

O governo dos Estados Unidos detalhou na quinta-feira (3) seu plano para a doação de 25 milhões de vacinas anti-Covid, a primeira parte de um lote de 80 milhões de injeções que será exportado até o fim de junho. Ao menos 19 milhões das doses serão alocadas pelo Covax, o consórcio da Organização Mundial da Saúde (OMS). Seis milhões delas serão doadas para países da América Latina, entre eles o Brasil. O Brasil, contudo, ficou de fora do rol de nações que receberão doações diretas de Washington neste primeiro momento. As 6 milhões de vacinas que não serão entregues ao Covax serão distribuídas de acordo com "prioridades regionais" e parcerias. Os recipientes incluem a Índia, o epicentro global da crise sanitária, México, Canadá, Coreia do Sul e os territórios palestinos ocupados da Cisjordânia e de Gaza, onde o grupo Hamas travou uma guerra com Israel no início do mês.



Governo chinês relata 1º caso humano de gripe aviária H10N3

Foto: Reprodução l Reuters

A governo chinês informou na terça-feira (1º) a descoberta do primeiro contágio humano no mundo do vírus H10N3 de gripe aviária, mas disse que o risco de grande propagação entre pessoas é baixo. As informações são do site G1. Um homem de 41 anos de Jiangsu, província no leste da China, foi confirmado como o primeiro caso humano de infecção pela linhagem H10N3, segundo a Comissão Nacional de Saúde chinesa (NHC). "O risco de uma propagação em grande escala é extremamente baixo", afirmou o NHC. O morador da cidade de Zhenjiang foi hospitalizado em 28 de abril, após desenvolver febre e outros sintomas, e foi diagnosticado com o vírus H10N3 em 28 de maio, disse a NHC em um comunicado. O paciente está estável e pronto para ter alta do hospital. O acompanhamento médico de seus contatos próximos não detectou nenhum outro caso. A entidade não deu detalhes de como o homem se infectou. A H10N3 é uma linhagem patogênica baixa (relativamente menos forte) do vírus em aves, e o risco de ela se disseminar em larga escala é muito baixo, acrescentou a NHC. A linhagem "não é um vírus muito comum", disse Filip Claes, especialista da FAO (braço da ONU para a Alimentação e a Agricultura). Ele é coordenador laboratorial regional do Centro de Emergência para Doenças Animais Transfronteiriças do Escritório Regional da FAO para a Ásia e o Pacífico. Cerca de 160 exemplares do vírus foram relatados em 40 anos, entre 1978 e 2018, a maioria em pássaros selvagens ou aves aquáticas da Ásia e de algumas partes limitadas da América do Norte, segundo Claes. Nenhum caso foi detectado em frangos até agora.



Governo americano decide apoiar a quebra de patentes para vacinas da Covid-19

Foto: Reprodução l Rede Social

O governo americano anunciou que vai  apoiar a suspensão de direitos de propriedade intelectual sobre as vacinas contra Covid-19. A ideia foi proposta por países como Índia e África do Sul na Organização Mundial do Comércio (OMC).que pode permitir a quebra de patente dos imunizantes. Com a quebra das patentes, a intenção é facilitar a transferência de tecnologia que poderá viabilizar a produção das vacinas em países que ainda enfrentam dificuldades no processo de imunização.



NASA está pronta para explorar o asteroide de ouro que poderia causar colapso na economia mundial

Foto: Reprodução

A missão da NASA que irá estudar o asteroide de ouro Psyche 16, cujo valor é milhares de vezes maior que a economia mundial, ingressou na última fase de operações. Segundo os responsáveis pelo projeto, a nave espacial e os equipamentos de bordo estão em fase de montagem e logo se submeterão às últimas provas, antes do lançamento, previsto para agosto de 2022. O Psyche 16 é formado por ouro, ferro e níquel, entre outros metais pesados, que valeria 700 quintilhões de dólares. Se fosse dividido igualmente entre todos os habitantes da Terra, cada um receberia 93 bilhões de dólares. Infelizmente, isso não resolveria a vida de ninguém, pois caso o asteroide fosse trazido para Terra, ele faria a economia mundial entrar em colapso. Como qualquer pessoa com conhecimentos básicos de economia sabe, um dos elementos para a definição dos preços é a escassez: se o mercado for inundado de ouro, o metal deixará de ser uma raridade para ser algo comum. A oferta aumenta, o preço cai. A NASA já planejou, desenhou e construiu o corpo da nave espacial que será usada na Missão Psyche. Além disso, a agência espacial também desenvolve seu sistema de propulsão solar elétrico, instrumentos científicos, computador de bordo e demais equipamentos que serão montados no Laboratório de Propulsão a Jato. Atualmente, a produção de ouro na Terra fica entre 2500 e 3000 toneladas por ano, uma quantidade ínfima se comparada ao que poderia ser produzido no espaço. Ainda falta muito tempo para o boom da mineração espacial, mas calcula-se que, em 2040, este mercado poderá atingir os 2,7 bilhões de dólares.



OMS recomenda vacina de Oxford para idosos e contra variantes da Covid-19

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou o uso da vacina de Oxford, desenvolvida pela Fiocruz, em parceria com a AstraZeneca, para imunizar contra a Covid-19 todos os adultos, inclusive idosos, de acordo com declaração do Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização (SAGE, na sigla em inglês), dada nesta quarta-feira (10). “Não há qualquer razão para não recomendar seu uso”, pontuou o órgão. Uma polêmica nascida na Alemanha espraiou para outros países europeus, que decidiram não utilizar a vacina em idosos, pois haveria poucos dados referentes à sua eficácia sobre este grupo. A Fiocruz, no Brasil, garante a capacidade de imunização sobre pessoas com mais de 65 anos. A OMS também reafirmou que a vacina deve continuar sendo usada em regiões onde há mutações do vírus, como África do Sul ou Brasil. No país africano, as autoridades entenderam melhor suspender o uso, pois entenderam que poderia não ter eficácia sobre a nova cepa.



Cinco morrem em incêndio em prédio do Instituto Serum, fabricante de vacinas contra Covid-19 na Índia

Foto: Reprodução l AFP

Um incêndio atingiu um edifício do Instituto Serum, a empresa da Índia que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, nesta quinta-feira (21), na cidade de Pune. Pelo menos cinco pessoas morreram. O estoque de vacinas e a indústria onde elas são feitas estão seguras, segundo o jornal "Times of India". Atualmente, o Instituto Serum produz cerca de 50 milhões de doses da vacina por mês em outras unidades do complexo. Cinco pessoas morreram no incêndio, segundo o "Times of India". O prefeito da cidade de Pune, Murlidhar Mohol, disse que os mortos são provavelmente trabalhadores de construção civil que estavam no prédio. O diretor-executivo da empresa, Adar Poonawalla, confirmou que houve mortes. A empresa também vai começar a produzir as vacinas desenvolvidas pela empresa norte-americana Novavax. Poonawalla afirmou que a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Ele estima que a perda nessa linha de produção será de até 40% do volume de doses. As redes de TV indianas mostram uma coluna de fumaça cinza acima da sede da empresa. Em uma rede social, Poonawalla, o diretor-executivo, agradeceu a todos pela preocupação e pelas orações. Os bombeiros afirmaram que ao menos cinco caminhões foram enviados para combater o fogo no prédio e que o incêndio foi controlado. Ainda não se sabe o que causou o incêndio, mas o prefeito disse que o fogo pode ter começado com um trabalho de soldagem.



EUA: Congresso confirma vitória de Biden após plenário ser invadido por apoiadores de Trump

Foto: Reprodução l Rede Social

O Congresso dos Estados Unidos da América (EUA) confirmou a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro em uma sessão que adentrou a madrugada desta quinta-feira (7), após a sede do Legislativo americano ter sido invadida por extremistas insuflados pelo presidente Donald Trump. A sessão, que ocorre duas semanas antes da cerimônia de posse de Biden, foi marcada pela violência dos apoiadores de Trump e pelas tentativas fracassadas de legisladores republicanos de invalidar os votos de estados vencidos pelos democratas. A sessão foi presidida pelo vice-presidente Mike Pence (nos EUA, o vice-presidente ocupa também a função de presidente do Senado). Mais cedo, na quarta-feira (6), Pence havia rejeitado os pedidos de Trump para invalidar a votação do Colégio Eleitoral - o presidente insiste nas falsas alegações de que as eleições de 3 de novembro foram fraudadas.



Uso emergencial da Sputnik V e da vacina da Pfizer é autorizado na Argentina

Foto: Reprodução

A Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica da Argentina (Anmat), agência reguladora de medicamentos da Argentina, autorizou o registro de uso emergencial da vacina da Pfizer contra a Covid-19 e da Sputnik V, imunizante produzido pela Rússia. A entidade de saúde indicou que esta vacina atende a “uma relação risco-benefício aceitável”, o que permitiu a concessão do registro. A autorização foi concedida pelo prazo de um ano e estará na condição de “venda sob prescrição”. A Argentina é o primeiro país latino-americano a registrar oficialmente a vacina Sputnik V para uso em seu território. O país já contabilizou 1.555.279 casos de Covid-19 e 42.254 mortes pelo vírus.



Comissão da ONU retira maconha da lista de drogas consideradas mais perigosas

Foto: Reprodução l Pixabay

A Comissão de Drogas Narcóticas da Nações Unidas, ligado à Organização Mundial de Saúde (OMS), aprovou nesta quarta-feira (2) a retirada da cannabis, popularmente conhecida como maconha, da lista de drogas consideradas mais perigosas. A reclassificação, contudo, não dispensa a necessidade de políticas para o controle do uso da planta, que agora está no mesmo patamar da morfina. Antes, a cannabis estava ao lado de outras substâncias "suscetíveis a abusos e à produção de efeitos danosos" e "sem capacidade de produzir vantagens terapêuticas". A cada dia cresce o número de países que flexibilizam as leis sobre o uso de maconha. Recentemente, Uruguai, Canadá e alguns estados dos EUA, como a Geórgia, extinguiram as punições para os usuários ou legalizaram completamente o uso. O México, um dos países que mais sofrem com o avanço do narcotráfico, aprovou no Senado o texto da legalização da maconha no mês passado, tanto para o uso medicinal quanto recreativo.



Impactos sociais da pandemia serão ainda mais graves em 2021, prevê ONU

Foto: Divulgação

Os reflexos já sentidos pela população em relação a pandemia da Covid-19 neste ano podem se agravar em 2021, prevê a ONU. Segundo a Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e Caribe, a previsão é de 231 milhões dos 656 milhões de habitantes da região estarão em situação de pobreza no início de 2021. Esse será o pior patamar desde 2005. A ONU ainda alerta que sobre o risco de que a vacina contra a covid-19 chegue apenas para uma parcela rica do planeta e que milhões de pessoas ainda tenham de esperar meses ou anos para serem imunizados. Traz reportagem de Jamil Chade para o portal Uol. Diante disso, é grande a possibilidade da crise humanitária se agravar e atingir um número recorde de 235 milhões de pessoas, exigindo um esforço inédito na história da organização. "Se todos aqueles que precisarem de ajuda humanitária no próximo ano vivessem num país, seria a quinta maior nação do mundo, com uma população de 235 milhões de habitantes", afirmou a ONU. A entidade, segundo a reportagem, planeja uma operação com o objetivo de alimentar e dar abrigo para 160 milhões de pessoas em 2021. A operação de resgate vai precisar de US$ 35 bilhões para sair ao socorro de um verdadeiro exército de famintos, destituídos e abandonados em locais como Síria, Venezuela, Paquistão, Haiti, Afeganistão, Iêmen, Colômbia, Ucrânia e outros países.



Mãe tem Covid na gravidez e bebê nasce com anticorpos contra doença em Singapura

Foto: Reprodução

Um bebê nasceu em Singapura com anticorpos contra a Covid-19, após a mãe ser infectada pelo novo coronavírus na gestação. O nascimento aconteceu esse mês, e a mãe, Celine Ng-Chan, de 31 anos, testou positivo no mês de março, no início da gestação. A informação foi publicada no jornal "Straits Times" neste domingo (29). Na época em que testou positivo Celine apresentou sintomas leves e recebeu alta do hospital após duas semanas e meia, traz reportagem do G1. Sobre a possibilidade de uma grávida passar anticorpos para o filho, a Organização Mundial de Saúde (OMS) fez uma declaração em que afirma que ainda não se sabe. Até o momento, o vírus ativo não foi encontrado em amostras do fluido que fica ao redor dos bebês durante a gestação, bem como no leite durante a gestação.



Portugal: Brasileiro é acusado de matar a própria mãe usando faca de cozinha

Foto: Ilustrativa

Um brasileiro de 23 anos é acusado de matar a facadas a própria mãe na casa em que eles moravam nos arredores de Lisboa. Ele não resistiu à prisão. O marido da mulher a encontrou caída no chão da cozinha, já sem vida. Ele chamou socorro e acionou a polícia. O corpo apresentava várias marcas defensivas que mostravam que a mulher provavelmente tentou se defender. O crime teria sido cometido com faca de cozinha. O marido da vítima, que é ex-bispo de uma igreja, agradeceu ao apoio que vem recebendo e anunciou que fará uma live em breve para falar sobre o ocorrido.



Vacina russa é segura e induz resposta imune, aponta 1º estudo

Foto: Reprodução

O primeiro estudo referente a vacina russa contra a covid-19, chamada de Sputnik V, foi publicado nesta sexta-feira (4), pela revista científica Lancet. De acordo com a pesquisa, que apresenta resultados referente às fases 1 e 2, o imunizante parece seguro, e não causa efeitos adversos importantes, além da capacidade de induzir a resposta imune (produção de anticorpos) no organismo dos voluntários. Por outro lado, pesquisadores alertam que uma vacina desenvolvida de maneira precipitada pode ser perigosa, uma vez que a fase final dos testes (3), que normalmente dura meses e envolve milhares de voluntários, começou apenas recentemente. Os autores da pesquisa, porém, fazem uma ressalva. Não houve grupo de controle, aquele que recebe uma substância inativa, o placebo. Com isso, não foi possível comparar os efeitos da vacina russa em quem a recebeu com os que não a receberam, o que é considerado pelos pesquisadores como uma limitação do estudo.



Russos querem usar Brasil e outros 3 países como base para a produção da Sputnik V

Foto: Reprodução

Os responsáveis pelo desenvolvimento da vacina russa Sputnik V, contra o novo coronavírus, pretendem usar o Brasil e outros três países -- Índia, Coreia do Sul e Cuba- como um "hub" para a produção e a exportação da nova imunização. Em entrevista coletiva virtual com jornalistas do mundo inteiro nesta quinta-feira (20), os pesquisadores e o representantes do Fundo de Investimento Direto da Rússia também anunciaram que a testagem clínica da nova vacina em 40 mil voluntários vai ter início na próxima semana. Questionado sobre a capacidade de produção da vacina para atender a demanda, Kirill Dmitriev, diretor-presidente do Fundo de Investimentos Diretos da Rússia, respondeu que a solução será recorrer a países estrangeiros. "Nós estamos vendo que o fator-chave é a produção da vacina em outros países. E vou aqui destacar Índia, Brasil, Coreia do Sul e Cuba. Eles têm potencial para produzir a vacina e servir de hub, de base, para a produção", disse o diretor. Dmitriev também afirmou que os responsáveis pela vacina já possuem os resultados dos testes clínicos das fases 1 e 2, mas que esses dados só serão compartilhados com os países "parceiros". Os pesquisadores russos também adiantaram que pretendem fazer alguns testes clínicos fora de seu país, como na Arábia Saudita e "talvez" no Brasil. No entanto, não ficou claro se esses testes fariam parte da aplicação da vacina nos 40 mil voluntários.



Recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina. diz OMS

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A recuperação econômica em todo o mundo pode vir mais rápido se uma vacina contra a covid-19 for disponibilizada a todos como um bem público, afirmou o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, na quinta-feira (6). “O compartilhamento de vacinas ou o compartilhamento de outras ferramentas efetivamente ajuda o mundo a se recuperar junto. A recuperação econômica pode ser mais rápida e os danos da covid-19 podem ser menores”, disse Tedros, que participou de um painel de discussão online com membros do Fórum Aspen Security, dos Estados Unidos, moderado pela rede NBC. “O nacionalismo com vacinas não é bom, não vai nos ajudar”, acrescentou Tedros, em alusão à disputa competitiva entre diversas nações e seus laboratórios para criar uma vacina eficaz e pedir o máximo de doses possível com antecedência. Na segunda-feira (3), Tedros disse que o coronavírus é a maior emergência de saúde desde o início do século 20, e que a corrida internacional por uma vacina também é “sem precedentes”. “Precisamos aproveitar este momento para nos juntarmos em unidade nacional e solidariedade global para controlar a covid-19”, afirmou ele no fórum. “Nenhum país estará seguro até todos estarmos seguros.” O diretor de Emergências da OMS, Michael Ryan, questionado sobre a proposta da vacina russa, disse ao painel que são necessários dados de estudo para garantir que os produtos sejam seguros e eficazes. 



Número de mortos em explosão no Líbano passa de 100; equipes buscam desaparecidos

Foto: Divulgação

A Cruz Vermelha libanesa informou nesta quarta-feira (5) que passa de 100 o número de mortos na enorme explosão que atingiu a área portuária de Beirute, capital do Líbano. Equipes de resgate buscam agora por desaparecidos, estimados em 100. Mais de 4 mil pessoas ficaram feridas na tragédia. Agências de notícias internacionais informam que ainda há fumaça saindo do local da explosão nesta quarta. Imagens de drones mostram que a explosão atingiu silos de trigo que ficavam no porto. Estima-se que cerca de 85% dos grãos do país, que são majoritariamente importados, estavam alocado nos armazéns que foram destruídos. As principais ruas do centro da cidade amanheceram cheias de escombros, com as fachadas dos edifícios destruídas e veículos danificados. A suspeita das autoridades é que a explosão tenha ocorrido em um armazém que guardava nitrato de amônio, um tipo de fertilizante, com grande potencial explosivo quando submetido a altas temperaturas. Apesar de o país já ter sido alvo de terroristas e viver período de instabilidade política, não há evidência de que se trate de um atentado terrorista.



Beirute: Explosão em armazém causa destruição no Líbano

Foto: Reprodução

A cidade de Beirute, capital do Líbano, foi atingida por uma grande explosão na tarde de terça-feira (4). Vários vídeos do incidente foram compartilhados nas redes sociais por internautas. De acordo com a agência de notícias estatal NNA, a origem da explosão foi de um armazém de fogos de artifícios. Diversos armazéns ficam localizados na região onde ocorreu a explosão. O número de mortos ocasionadas pela explosão chega a 50, e mais de 2.700 pessoas ficaram feridos.