ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Guanambi: Chefe do tráfico morre em confronto com a Cipe/Sudoeste no distrito de Ceraíma

Animais de rua ganham abrigo e comedouro em quatro bairros de Vitória da Conquista

'Não quero ser responsável pela morte de alunos', afirma governador sobre volta às aulas na Bahia

Eduardo e Fabrício registram candidaturas à prefeitura de Brumado

Aracatu: Município registra primeira morte por Covid-19

Brumado: 145 pacientes estão em tratamento do coronavírus

Eleições 2020: TSE vai testar sistema que permite voto à distância

Governo rejeita sugestão do TCU para restringir concessionárias em leilão da Fiol

Brumado: TOR apreende 91 tabletes de maconha no entroncamento da BA-262 com a BR-030

Em nota, Correios diz que quase 100% do efetivo segue trabalhando

Hacker invade sistema do Detran e cancela R$ 1,3 milhão em multas no Distrito Federal

Brumado: Município diz que vai recorrer ao STF para suspender liminar do TJ-BA e retornar as aulas

Embasa disponibiliza atendimentos via Whatsapp

Sindicato rejeita decisão e sugere que funcionários dos Correios mantenham greve

Bahia tem metade dos casos de chikungunya do Brasil

Brumado: Incêndio criminoso em terreno revolta moradores do bairro Esconso; veja o vídeo

Brumado: Município registra 32 novos casos de coronavírus nas últimas 24h; 10 pacientes estão hospitalizados

Em parceria com a SMTT, funcionários da Área Azul realizam doação no Hemoba de Brumado

Justiça concede liminar e suspende temporariamente aulas presenciais em Brumado

Brumado: Vândalos incendeiam três veículos na Rua Virgílio Ataíde; veja o vídeo



BUSCA PELA CATEGORIA "Eleições "

Rui Costa é reeleito governador da Bahia; Wagner e Coronel são os novos Senadores

(Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

O favoritismo do governador Rui Costa (PT) nas pesquisas de intenção de votos se foi confiirmada de forma muito fiel nas urnas neste domingo (7). Com 70% das urnas apuradas, o petista tem 75,78% (3.456.965 milhões de votos) garante sua reeleição para mais quatro anos à frente do Governo da Bahia. O segundo colocado nas urnas é o candidato do DEM, Zé Ronaldo, que teve, até as 20h13, 21,88%, o equivalente a 998.196 mil votos. 



TSE apura imagens de eleitores com armas sobre urnas eletrônicas

Foto : Felipe Pontes/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral avalia imagens e vídeos postados nas redes sociais e em grupos de WhatsApp em que eleitores aparecem com armas ao lado de urnas eletrônicas, para votar no candidato Jair Bolsonaro, do PSL, informou o vice-procurador eleitoral do TSE, Humberto Jacques de Medeiros, ao Estadão. Em um vídeo que circula por grupos de WhattsApp, um eleitor digita os números 1 e 7 e tecla "confirma" com um revólver.  Em outra imagem uma arma aparece sobre uma urna na Escola Estadual Professor Mauricio Brum, em São João do Meriti, no interior do Rio de Janeiro. Um internauta da cidade de Cachoeiro do Sul (RS) também postou no Twitter a imagem de um revólver dentro da cabina de votação.



Como era previsto crimes eleitorais são fortemente combatidos pelas autoridades em Brumado; prisões ocorrem já na parte da manhã

A prática de crimes eleitorais em Brumado estão sendo fortemente combatida, levando, inclusive, pessoas presas (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

Como tinha sido anunciado pela Justiça Eleitoral e também pelas autoridades policiais, a prática de crimes eleitorais ia ser fortemente combatida em Brumado. Dito e feito, só na parte da manhã dois registros ocorreram, o que veio comprovar a rigidez prevista. O primeiro caso ocorreu por volta de 10 h, onde, uma guarnição do PETO, conduziu uma senhora que estava distribuindo santinhos na entrada das seções eleitorais do Colégio Modelo. Os policiais foram acionados pelo juiz eleitoral, que estava no local e presenciou o fato criminoso. Por essa razão, a senhora e todo o material apreendido foram levados e apresentados ao preposto da Polícia Civil na sede da 20°COORPIN, onde o fato foi registrado. O que chamou a atenção é que a mulher acabou, segundo a polícia, acabou praticando a boca de urna passando um santinho de uma candidata a deputada estadual, por, obra do destino, ao juiz eleitoral, Dr. Rodrigo Souza Brito, que, imediatamente acionou a PM. O segundo caso ocorreu por volta de 11h30min, tendo um indivíduo sido flagranteado praticando boca de urna na entrada das seções eleitorais do Colégio Roberto Santos, no bairro Dr. Juracy. Os policiais foram acionados pelo juiz eleitoral, que estava no local e presenciou o fato criminoso. Por essa razão, o indivíduo, que se apresentou como delegado de coligação foi conduzido e apresentado ao preposto da Polícia Civil na sede da 20°COORPIN, onde o fato foi registrado. Segundo informações novos casos devem ser registrados na parte da tarde.



Após café da manhã com aliados, Haddad vota na zona sul de São Paulo

Haddad faz 'V' de vitória após votar em São Paulo — Foto: Marcelo Brandt, G1

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, votou na manhã deste domingo (7) no Brazilian International School, colégio localizado no bairro Moema, na zona sul de São Paulo. Em entrevista coletiva após votar, Haddad ironizou o fato de o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, ter evitado debates televisivos com os adversários na reta final deste primeiro turno. Questionado por repórteres sobre o crescimento do capitão do Exército nas últimas pesquisas, o petista afirmou que, em um eventual segundo turno, não tem como Bolsonaro "se esconder em rede social"."Ele [Bolsonaro] tem muita dificuldade de debater. Teria muita dificuldade em debater no segundo turno. Não tem equipe, não tem projeto", declarou. Haddad elogiou adversários na corrida presidencial que já trabalharam com ele no governo Lula, como Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva, mas ressaltou que, em um eventual segundo turno, não vai se limitar a procurar partidos e políticos. "Nós vamos procurar personalidades, pessoas que tenham uma biografia de serviços prestados pelo país para ampliar e para governar com unidade, pela reconstrução democrática do Brasil", disse o presidenciável Fernando Haddad chegou à zona eleitoral da zona sul de São Paulo pouco antes das 10h, acompanhado pela esposa, Ana Estela Haddad, cercado por jornalistas que tentavam registrar seu voto. Ele levou cerca de um minuto para concluir a votação na urna eletrônica. Ao sair da cabine de votação, cumprimentou os mesários da seção eleitoral e, abraçado em Ana Estela, fez um "V" de vitória para cinegrafistas e fotógrafos. Em seguida, teve dificuldades para deixar a sala em razão da multidão de jornalistas que posicionada na entrada do recinto para registrar o voto dele.



Bolsonaro vota no Rio e diz que espera vitória no primeiro turno

(Foto: Reprodução TV Globo)

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) votou na manhã deste domingo (7), na Zona Oeste do Rio de Janeiro ao lado do filho Flávio Bolsonaro. O postulante do PSL candidato deixou de fazer campanha nas ruas após sofrer um atentado e ficar 23 dias hospitalizado. Ele levou menos de um minuto para votar e em entrevista disse esperar vencer em primeiro turno. Ele aguardará o resultado das urnas em sua residência.



'O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons'

(Imagem: Reprodução)

“O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. A frase é atribuída a Martin Luther King Jr. e resume bem a mensagem que devemos trazer às vésperas das eleições de 2018. Com um Brasil completamente polarizado na dicotomia nós x eles, precisamos refletir sobre o barulho feito por aqueles que são maus em essência e que se aproveitam do silêncio dos bons para “nadar de braçada” em um mar tranquilo. Precisamos ser melhores. Enquanto nação, enquanto povo. Não apenas enquanto eu ou você, que lê este artigo. E aqui não é espaço para proselitismo. Sabemos que o país está dividido entre aqueles que são contra o PT e aqueles que são contra Jair Bolsonaro. Ambos os lados têm suas razões e suas justificativas para tanto. Assim como muitos tentam, de última hora, viabilizar candidaturas fora desse eixo, como Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Marina Silva. Todos, como é de conhecimento público, integram o sistema tanto quanto Fernando Haddad e Bolsonaro e, independente do resultado das urnas, dificilmente mudariam completamente o status quo dos políticos. Eles são assim. E os que não são precisam se “integrar” ao meio para tentarem se manter vivos – caso de João Amôedo, que se apresentou como “o novo” durante toda a campanha. Pessimismo parece algo intrínseco da atividade jornalística. O mal vende jornal. Rende cliques. Gera engajamentos. As pessoas, infelizmente, gostam de ver a barbárie. Boa parte delas para mostrar a indignação diante de um quadro determinista de que o ruim sempre vai acontecer com o outro, nunca com a própria pessoa. Você não é racista, pois tem até um amigo negro. Você não é homofóbico, pois tem até um colega de trabalho que é gay. Você não é misógino, tanto que de vez em quando lava os pratos em casa. O grande problema das eleições de 2018 é que muitos passaram a achar que podem travestir esses preconceitos “inexistentes” em opinião. Não. E isso está mais presente na campanha de um candidato, mas não há impedimentos que as militâncias de outros tenham atitudes intolerantes a que caberiam julgamento similar. E atitudes assim encontram uma caixa de ressonância que assusta quem quer apenas seguir a vida, tocando sonhos e planejando o futuro. Se antes já devíamos responder o que queremos do nosso futuro, neste domingo, quando a apuração das urnas for encerrada, essa pergunta precisa ecoar na mente de todo e qualquer brasileiro. Principalmente aqueles que são bons, no sentido mais puro da palavra. E que esses consigam fazer propagar que a política é apenas uma parte do nosso cotidiano. Uma parte que não justifica vivermos ainda mais miseravelmente do que temos vivido.



Disputa pelo Senado: Wagner tem 44%; Lázaro aparece com 30% e Coronel tem 27%, diz Ibope

(Foto: Divulgação)

Na disputa pelo Senado, o ex-governador Jaques Wagner (PT) segue na frente, segundo a pesquisa Ibope divulgada hoje (6) pela Rede Bahia. O petista cresceu um ponto porcentual e aparece com 44% das menções. Irmão Lázaro (PSC) tem 30% das intenções de voto. Em terceiro lugar, aparece Angelo Coronel (PSD) com 27%. Jutahy Júnior (PSDB) caiu um ponto porcentual e agora aparece com 13%. Já Jorge Viana, do MDB, e Comandante Rangel, do PSL, aparecem empatados com 4%. Fábio Nogueira (PSOL) e Marcos Maurício (DC) aparecem com 3%. Francisco José, da Rede, perdeu um ponto porcentual e tem 2% das menções. Já Adroaldo do Santos (PCO) e Celsinho Cotrim (PRTB) têm 1%. Para a primeira vaga no Senado, brancos e nulos aparecem com 15%. Já para a segunda vaga, o porcentual cresce e atinge 24%. Não souberam ou não responderam chega a 29% dos entrevistados pelo Ibope. A pesquisa ouviu 2.002 eleitores de 90 municípios baianos entre os dias 4 e 6 de outubro. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos. A consulta está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o código BR?07032/2018 e no Tribunal Regional Eleitoral sob o código BA-07427/2018.



Mais de 120 agressões a jornalistas são registradas durante período eleitoral

(Foto: Reprodução)

Mais de 120 agressões a jornalistas e comunicadores em contextos político partidário e eleitoral foram registradas este ano. Os dados são da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), e incluem as agressões tanto físicas quanto em meios digitais. Conforme a Abraji, foram registradas 64 ocorrências de assédio em meios digitais contra jornalistas no contexto eleitoral, além de 59 vítimas de atentados físicos. “Um país que não compreende a diferença entre crítica ao trabalho jornalístico e violência contra profissionais da imprensa coloca a democracia e a si próprio em grave risco”, disse a Abraji em nota de repúdio. De acordo com a Agência Brasil, um dos casos mais recentes, divulgado no portal da Associação, envolve uma repórter da Rádio Bandeirantes, agredida verbalmente e com uma cabeçada por um manifestante em ato de apoio ao candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, na Avenida Paulista, em São Paulo. Os ataques acontecem também na internet. Repórteres têm os perfil inundados por xingamentos e até mesmo por ameaças. “Ofensas, assédio e ameaças a jornalistas com o objetivo de silenciá-los são sintomas de desprezo pela democracia. É urgente e necessário que os candidatos no pleito atual se manifestem publicamente contra tais ataques e os desencorajem. O silêncio diante da violência praticada por seus apoiadores configura conivência com ataques à liberdade de expressão”, argumenta a Abraji.



Por suspeita de compra de votos, caminhão é apreendido com 150 caixas d'água

Foto : Divulgação / SSP

Às vésperas das eleições, a polícia registrou o primeiro caso de suspeita de compra de votos na Bahia. Após denúncia anônima contra deputados do Democratas, um caminhão com 150 caixas d’água foi apreendido em Bom Jesus da Lapa, no oeste do estado. Uma guarnição da Polícia Militar encontrou o caminhão que estaria levando os equipamentos para serem instalados em casas do município de Serra do Ramalho, também no oeste baiano. Após apreensão do veículo, o condutor foi encaminhado para a Delegacia Territorial de Bom Jesus da Lapa. A Polícia Civil investiga quem estava enviando as caixas e por qual motivo. 



Candidato brumadense aciona Justiça contra autores de notícias falsas e ofensivas à sua candidatura

(Foto: Divulgação Justiça Eleitoral)

O candidato a deputado estadual Márcio Moreira entrou novamente na Justiça contra notícias falsas (fake news) que circularam na cidade na manhã desta sexta-feira (05), as quais foram disseminadas em forma de panfleto. As mensagens apócrifas e caluniosas atacaram a honra do candidato, que, prontamente, por meio dos seus assessores jurídicos entrou com representação na Justiça, tanto na Vara Civil, como na Vara Crime. Como o fato é recorrente e, inclusive, com condenações por ações anteriores que foram difundidas nas redes sociais, as investigações já estão mais adiantadas e os autores das notícias falsas poderão ser encontrados com mais facilidade, já que existe um histórico nesse sentido. Vale ressaltar que disseminar ou criar qualquer tipo de notícias falsas é crime, não só no âmbito eleitoral, mas também na justiça comum, as quais estão tendo cada vez mais o rigor da lei, com multas cada vez mais severas e até a possibilidade de prisão.



Crescimento de Bolsonaro leva ações de fabricantes de armas dobrarem, diz jornal

(Foto: Divulgação)

O crescimento do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) nas pesquisas de intenção de votos levou as ações de fabricantes de armas dobrarem, segundo o jornal Estado de São Paulo. De acordo coma publicação, o valor dos papéis preferenciais da Forjas Taurus mais que dobrou e o de mercado saltou de R$ 139,3 milhões para R$ 332 milhões, apesar de a companhia acumular déficit e dívida em alta.  No primeiro semestre de 2018, a empresa acumula prejuízo de R$ 92,6 milhões, perda mais de três vezes superior à verificada no mesmo período do ano passado. O preço do papel, que no primeiro dia de campanha era de R$ 2,34, chegou hoje aos R$ 4,98. 

 



TSE faz alterações no site a fim de aumentar segurança e evitar ataques cibernéticos

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai fazer mudanças no site institucional, na tentativa de evitar ataques cibernéticos. De acordo com a Agência Brasil, a ação integra um conjunto de iniciativas adotadas pelo tribunal para aumentar a segurança dos sistemas utilizados pela Justiça Eleitoral, principalmente os de totalização dos votos e divulgação de resultados. O coordenador de Infraestrutura da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE, Cristiano Andrade,  disse que a medida tem caráter preventivo. “Historicamente, as tentativas de invasão à rede de computadores da Justiça Eleitoral crescem à medida que se aproxima o dia do primeiro e segundo turnos das eleições”, disse. Ainda conforme a Agência Brasil, o coordenador afirmou que no fim de semana do primeiro turno das eleições gerais de 2014, o TSE recebeu 200 mil ataques de negação de serviço por segundo.



Brumado: Chefe de cartório da 90ª Zona Eleitoral fala sobre as regras de Campanha Eleitoral

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Com santinhos, bandeiras, carros de som e outras estratégias, os candidatos que participaram das eleições 2018 saíram às ruas para pedir votos desde o dia 16 de agosto.  Data, que marcou a abertura oficial das campanhas eleitorais. Além do período para propaganda no rádio e TV que terminou nesta quinta-feira (4). Mas muitas dúvidas surgem nessas eleições, aja vista que muito se mudou em relação as regras eleitorais. Em entrevista ao 97NEWS, o chefe do cartório da 90ª Zona Eleitoral de Brumado, Igor Araújo, esclareceu algumas dúvidas. Entre elas estão se, as campanhas podem distribuir folhetos e santinhos nas vias públicas até a data de domingo (7), dia da votação. "Os materiais gráficos de campanha eleitoral só podem ser distribuídos até às 00 horas do dia anterior a da realização das eleições 2018. Mas no dia das eleições, continua vedada essa conduta e, se caracterizar que aquele candidato tinha conhecimento prévio dessa conduta ele poderá ser responsabilizado por crime de poluição ambiental e violação das leis eleitorais", relata Igor. Outro questionamento bastante cobrado pela população é em relação aos adesivos com propagandas eleitorais nos carros. O coordenador da 90ª Zona também responde esta indagação. Segundo o órgão, sim desde que o dono do veículo não ganhe dinheiro por isso. De acordo com as regras para campanha eleitoral, este tipo de propaganda está dentro da manifestação silenciosa de pensamento ou de voto. "Se esse veículo não tiver nenhuma sonorização que caracterize propaganda volante, ou seja, só adesivado ou plotado, ele está dentro da permissão legal". Os adesivos com propagandas de candidatos podem ser colados em automóveis, caminhões, bicicletas e motocicletas. Adesivos microperfurados podem ser fixado em toda área do para-brisa dos carros particulares. Caso o adesivo seja colado em outra posição do veículo, ele não pode ultrapassar a dimensão máxima de meio metro quadrado.

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Sobre as campanhas de rua, Igor Araújo salientou que as permissões se estendem até o sábado, véspera das eleições. "As campanhas de rua, a distribuição de material de campanha, carreatas, comício -- podendo se estender por até duas horas além do horário regulamentar --, para que os candidatos possam ter esse último contato com a população pode. Mas é bom salientar que no dia da eleição no entanto, qualquer tipo de propaganda eleitoral ela é vedada pela legislação, podendo configurar numa conduta criminosa, que é chamada de "boca de urna", uma prática que pode levar a detenção da pessoa, e eventualmente responder um processo de natureza criminal", diz Araújo. Ainda segundo ele não se confunde a "boca de urna", com a manifestação silenciosa, "qualquer eleitor tem o direito de manifestar silenciosamente a sua preferencia política eleitoral. Isso quer dizer que o eleitor pode ir votar trajando a camiseta do seu candidato, ou partido político, assim como: adesivos, crachás, bonés e outros meios de identificação. Mas toda regra tem sua exceção, Igor relata que "não se permite o pedido expresso de manifesto de voto no dia da eleição, ou seja evitar aglomerações de pessoas com vestuário padronizado, podendo caracterizar 'boca de urna', e isso fere a legislação eleitoral". Finalizou Igor Amorim, chefe de cartório da 90ª Zona Eleitoral de Brumado e, que também atende os municípios de Aracatu e Malhada de Pedras. Os órgãos competentes para acionar a Justiça Eleitoral são o Ministério Público e os partidos políticos, mas qualquer pessoa pode denunciar propagandas eleitorais irregulares. As punições para quem descumprir as regras vão desde multas até a cassação do registro da candidatura. Para comunicar a Justiça sobre eventuais irregularidades, os eleitores podem utilizar os aplicativos do TSE, o mais popular entre eles é o "Pardal". Disponibilizado para Android e iOS, o app permite que as denúncias sejam enviadas por meio de texto, imagens ou vídeos. Os conteúdos são encaminhados ao Ministério Público Eleitoral, que decide se aciona ou não o Judiciário.



Empresários e advogados são maioria entre candidatos nesta eleição

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Em meio às 29.090 candidaturas para todos os cargos apresentadas nestas eleições, a maioria dos nomes postos é formada por empresários e advogados, assim como homens e mulheres que simplesmente se declaram “deputados”, sem especificar formação nem atividades profissionais. São 2.820 empresários, 1.719 advogados e 1.097 que se autodenominam “deputado”. Segundo alguns cientistas políticos, mudou bastante o perfil dos candidatos, aumentando o número de empresários e advogados. “A partir das eleições de 2010, houve um acensão muito grande de empresários e advogados, pessoas que antes bancavam candidaturas, e que depois passaram a se candidatar”, comentou a Agência Brasil. Entre as candidaturas ainda existem um astrólogo, dois bailarinos, oito artistas de circo, nove catadores de recicláveis, 20 ambulantes e feirantes, além de 24 empregados domésticos, 47 artesãos e 110 religiosos. Ainda segundo os estudos, o mesmo aconteceu com pastores evangélicos e policiais, este último grupo porque a questão da segurança entrou muito forte na agenda das eleições. “Essa é uma velha estratégia que os partidos adotam para atrair votos, já que essas candidaturas estão concentradas em cargos proporcionais [deputados estadual, federal e distrital]. Como esses candidatos, muitas vezes, são lideranças em suas comunidades, eles conseguem 500 votos ali, 300 daqui e isso ajuda nomes de seus partidos a conquistar mais vagas nos parlamentos”, comentam.

 



Justiça Eleitoral de Brumado já está com tudo pronto para o processo eleitoral do próximo domingo (07)

Todo a logística está totalmente checada e preparada para as eleições do próximo domingo (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Todos os procedimentos que antecedem o pleito eleitoral do próximo domingo (07) já foram realizados pela 90ª zona eleitoral de Brumado, que compreende também os municípios de Malhada de Pedras e Aracatu. O último procedimento foi feito nesta quarta-feira (03) com a realização da cerimônia pública de preparação das urnas que serão utilizados no dia da votação. Segundo o chefe do cartório eleitoral, Igor Rabelo, serão 221 urnas que serão utilizadas, com mais 20 de contingência, para suprir uma eventual falha que possa vir a ocorrer. Ainda segundo ele tudo ocorreu na mais perfeita normalidade. “A cerimônia foi aberta ao público, onde fiscais e populares participaram de uma auditoria das urnas, onde foi feita uma eleição experimental para que ficasse atestada a integridade do sistema” explicou. Então, agora tudo está devidamente preparado para que as eleições na área de abrangência da 90ª Zona Eleitoral possa transcorrer em toda a sua plenitude democrática.  

As urnas foram devidamente checadas e auditadas (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)


Combate ostensivo à boca de urna e manutenção da Lei Seca na Comarca de Brumado serão a base das ações da 34ª CIPM no dia das eleições

Todo efetivo da 34ª estará atuando no dia das eleições para manter a ordem no pleito (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Visando buscar maiores informações sobre a atuação e a logística que será empregada pela 34ª CIPM neste próximo domingo (07), dia da votação, o 97NEWS ouviu o comandante da companhia, major Adriano Souza Dias, o qual foi enfático ao afirmar primeiramente que “estaremos com todo o nosso efetivo em ação, ou seja, 149 soldados fazendo todo o patrulhamento em todos os locais de votação” e ainda complementou “recebemos também um reforço de mais 12 vindos do Batalhão de Guanambi, o que é suficiente para garantir a ordem no dia das eleições”. Dentro de toda a logística que será adotada, ele ainda destacou que “teremos policiais em todas as 29 escolas que funcionarão como locais de votação, além do policiamento ostensivo nas ruas”. Questionado sobre quais serão os focos principais das ações, ele respondeu que “o combate com o máximo de rigidez à prática da boca de urna e a manutenção da lei seca serão os dois pilares principais das nossas ações na busca de manter a ordem no dia do pleito, mas, toda e qualquer ação delituosa também não será tolerada”. Por fim ele ainda citou que a segurança do transporte das urnas, como também de toda a apuração na comarca de Brumado, que abrange também os municípios de Malhada de Pedra e Aracatu, terão o total apoio da Polícia Militar. Diante dessas afirmações, a projeção é de uma eleição totalmente segura, o que vem manter a tradição histórica no município quando o pleito é geral, diferentemente de eleições municipais, que são muito mais tensas e dão um trabalho muito maior à Polícia.



Polícia Civil garante atuação firme no combate aos crimes eleitorais na circunscrição da 20ª Coorpin

A reunião dos delegados que atuam na circunscrição da 20ª Coorpin definiu os detalhes para as ações neste final de período eleitoral (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Com uma previsão diferenciada para essas eleições de 2018, já que a polarização do pleito vem acirrando os ânimos, a Polícia Civil de Brumado, realizou, nesta terça-feira (03), uma reunião com todos os delegados que pertencem ao quadro da coordenação para acertar detalhes do plano operacional que será colocado em prática nesta reta final do período eleitoral. Comandada pelo competente delegado regional, Dr. Leonardo Rabelo, a 20ª Coorpin apresenta uma atuação muito proativa no período eleitoral, mas, devido à aproximação do pleito que acontece no próximo domingo (07), a reunião teve como pauta principal essa temática da forma como a PC irá atuar. Rabelo explicou que “como aqui não temos uma delegacia da Polícia Federal, a Polícia Judiciária acaba atuando de forma supletiva, então, vamos agir duramente , com imparcialidade total, no combate aos crimes eleitorais em toda a nossa circunscrição que compreende 21 municípios da microrregião”. Questionado se existem denúncias nesse sentido, ele preferiu não comentar, mas reafirmou que “tudo será devidamente apurado e, caso haja comprovação do ilícito, os responsáveis serão autuados segundo a legislação eleitoral”. Outro assunto que acabou sendo discutido na reunião, - lembrando que elas são realizadas de forma periódica -, foi a retirada dos veículos dos pátios das delegacias, que vem sendo um dos desafios da atual gestão.



Eleições 2018: TRE-BA diz que eleitores foram alertados de forma 'insistente' sobre riscos de títulos serem cancelados

Foto: Conteúdo l 97News

A pós cerca de 586 mil pessoas perderem o título de eleitor na Bahia por causa do não recadastramento biométrico, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), alegou por meio de nota, nesta quarta-feira (3), que os eleitores foram avisados de forma insistente sobre a possibilidade de cancelamento e optaram por não realizar o procedimento, iniciado em 2017. De acordo com a Justiça Eleitoral, no total, 3,3 milhões de eleitores não vão votar nas eleições de outubro por causa do não recadastramento.“A Justiça Eleitoral baiana reforça que todas as medidas necessárias, tanto em divulgação quanto em disponibilização de postos para realização do procedimento, foram tomadas levando-se em conta o número de eleitores a serem biometrizados. Nesse sentido, diversas ações foram realizadas no intuito de ressaltar a importância do procedimento ao cidadão e, ao mesmo tempo, incentivá-lo a comparecer aos postos e cartórios eleitorais”. Segundo o órgão, os eleitores foram informados por meio de veículos de comunicação, entre outros. “Os alertas ao eleitor foram, de forma insistente, divulgados por meio das emissoras de TV e rádio, além de terem sido realizadas inúmeras ações conjuntas com o Governo da Bahia, prefeituras das cidades envolvidas, instituições públicas, iniciativa privada, instituições filantrópicas e com diversos outros parceiros.

Veja a nota:

 

“As ações realizadas no estado chegaram a ser comentadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, durante julgamento do Supremo que – por 7 votos a 2 – manteve o cancelamento dos títulos eleitorais daqueles que não compareceram à revisão biométrica.  “Pareceu-me adequado verificar como as coisas se passaram na Bahia, onde 586.333 títulos foram cancelados. E aqui verifiquei (...) que houve ampla campanha de divulgação do recadastramento biométrico. Não é possível afirmar que a população não estava informada ou que não houve todo o esforço possível para possibilitar o recadastramento. (...) Não consigo imaginar um esforço mais louvável e empenhado para transmitir essa informação”, disse ao proferir seu voto.

Por essas e diversas outras questões, o TRE baiano reitera que, além de ampliar a divulgação, fez o máximo possível para proporcionar mais comodidade e tranquilidade aos cidadãos durante todo ano de 2017, com a abertura de diversos postos em diferentes pontos da cidade e disponibilizou o serviço de agendamento que, apesar da grande procura desde os primeiros dias, registrava uma ausência de cerca de 50% dos eleitores agendados.

Após o prazo para conclusão do procedimento, 31 de janeiro de 2018, o mesmo esforço foi empregado pelo órgão no sentido de possibilitar a regularização daqueles que deixaram de atender a convocação.   Obedecendo ao Calendário Eleitoral 2018, esses eleitores tiveram até o último dia 9 de maio para garantir participação no pleito deste ano. Na capital, para reforçar o atendimento ao eleitor interessado em regularizar-se um novo posto, dessa vez na Estação Acesso Norte do Metrô, chegou a ser inaugurado. Durante o período de regularização, quase 350 mil títulos foram recuperados no estado”, reitera o comunicado.

CONTINUE LENDO


Eleitor pode conferir local de votação de forma rápida na internet

Foto: 97NEWS

Na última semana antes da votação do 1º turno das eleições, candidatos se mobilizam para as mas tentativas de angariar apoios e eleitores vão atrás de informações tanto sobre as opções em disputa quanto sobre os procedimentos para a votação. Uma das principais dúvidas é o local de votação. É possível conferir seção, zona e endereço por diversos canais na internet. No site do TSE (Clique aqui), o eleitor pode fazer a consulta. A opção está na página principal. Basta inserir o número do título de eleitor. Para quem esqueceu o registro do documento, uma alternativa é preencher nome, nome da mãe e data de nascimento. O sistema apresenta número do título, seção, zona, endereço e município. Para quem quiser usar as redes sociais, também há opções. 



Termina nesta quinta (4) a propaganda eleitoral gratuita no rádio e TV

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Termina nesta quinta-feira (4) a propaganda eleitoral gratuita em rádio e televisão do primeiro turno das eleições 2018, com a exibição de programas de candidatos a presidente da República e deputado federal. Os últimos programas dos candidatos a senador, deputado estadual e distrital foram apresentados hoje (3). No total foram 35 dias de propaganda eleitoral gratuita. Ainda segundo o calendário eleitoral, amanhã (4) também é o último dia para propaganda política em reuniões públicas, promoção de comícios e uso de aparelhagem de sonorização fixa, entre 8h e meia noite. Os debates no rádio e na televisão também só podem ocorrer até essa data, mas as transmissões que começarem na quinta à noite, por exemplo, podem se estender até as 7 horas da manhã do dia seguinte (5).