ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Pesquisa do IBGE aponta alta no volume de serviços prestados na Bahia

Ministério da Saúde recomenda apenas vacinas em grávidas com comorbidades

Novos casos da Covid-19 crescem na Bahia e chegam a 4.244 nas últimas 24 horas

Renato Aragão acusa ex-funcionário por desvio de R$ 3 milhões na empresa do humorista

Nova ferramenta da SSP ajuda vítimas de roubo de celular a cadastrar aparelho e alertar sobre crime, diz delegado titular da 20ª Coorpin

Quatro suspeitos de participarem de ataques simultâneos a bancos em Correntina morrem em confronto com a PM

PMs da 34ª CIPM fazem surpresa em aniversário de criança no município de Ituaçu

Brumado: Casos ativos da Covid-19 continuam em queda; agora são 258

Festa clandestina com cerca de mil pessoas é encerrada em Vitória da Conquista; um Policial Militar também foi detido

Brumado: Mercado Municipal do bairro São Felix será restaurado e transformado em Feira da Agricultura

Livramento de Nossa Senhora: Três pessoas morrem e outras três ficam feridas em grave acidente na BA-152

Idosos e professores já podem ser vacinados contra gripe em Brumado

Sesab suspende vacina da AstraZeneca em grávidas na Bahia; o município de Brumado foi informado nesta terça (11)

Ao invés de buscar soluções junto ao governo do Estado, Prefeitura gasta dinheiro público com placas sinalizando responsabilidade de esgoto

Em tom de agradecimento, vereador Santinho fala sobre sobre o seu retorno à Câmara de Brumado

Especialista da Clínica Mais Vida fala sobre os linfonodos: o que são e qual sua função

Brumado: Sem a presença de vereadores da oposição, Câmara elege Paulo César como vice-presidente da Mesa

Brumado confirma um óbito de coronavírus nas últimas 24h

Três suspeitos de assaltos a bancos são presos no interior da Bahia

Brumado: Em meio à criticas da oposição, vereadora Verimar diz está seguindo e Regimento e a Lei Orgânica da Câmara Municipal


Lídice não é pré-candidata da base aliada, diz deputado Marcelo Nilo

Ainda lutando para não ser desvinculada da base do governador Jaques Wagner, a senadora Lídice da Mata (PSB) voltou a ser alvo de críticas de aliados do governo que apontam a candidatura dela como de oposição ao atual comando do Palácio de Ondina.

A posição de algoz de Lídice coube ontem ao presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), que se apresenta como pré-candidato ao governo em 2014 e, portanto, é adversário direto da postulação da senadora. O comentário do pré-candidato pedetista ao governo emergiu durante entrevista à rádio Metrópole. Segundo Nilo, apenas duas candidaturas postas podem ser consideradas da base aliada do governador. “As candidaturas da base do governo estão resumidas à de Marcelo Nilo, do PDT, e a do PT. Lídice não é da base”, frisou. Para ele, há uma decisão irreversível que torna a senadora uma candidata de fora do arco de alianças liderado por Wagner.

“A senadora Lídice da Mata já decidiu que é candidata, vai apoiar Eduardo Campos, vai sair candidata e vai sair do governo”, previu Nilo. O argumento para a exclusão de outros postulantes ao governo estadual também atingiu o vice-governador, Otto Alencar, porém de maneira branda. “O vice-governador Otto Alencar já decidiu que é candidato a senador”, assegurou o presidente da Assembleia, reiterando o posicionamento público de Otto.

Se o ataque não veio do flanco petista, a defesa veio do correligionário dela, deputado estadual Capitão Tadeu. Sem meias palavras, o socialista rebateu Nilo e profetizou: “Eu vejo a senadora Lídice como governadora no ano que vem”. Em defesa de Lídice – afastada do cenário político temporariamente por questões pessoais –, Capitão Tadeu manteve o tom provocativo. “Lídice sempre foi da base do governo, sempre participou da governança. Como é que ela agora vai ser de oposição? Não faz sentido”, avaliou o socialista, atualmente único representante do PSB no Legislativo estadual. Para ele, esse cenário da senadora como parte da oposição é “fruto da imaginação do deputado Marcelo Nilo”. “O deputado acha que assim Lídice vai cair nas pesquisas e ele vai subir. Isso não vai acontecer”, avisou.

Na avaliação do parlamentar do PSB, a dirigente estadual da sigla reúne as condições para ser uma forte candidata ao governo e, por isso, as conversas não devem ser cessadas. “Lídice é um bom nome. Na minha opinião é o melhor dos que estão postos. Num eventual segundo turno com a oposição, quem é que o PT vai apoiar?”, divagou Tadeu.

Apesar de reiteradas vezes repetir, como num mantra, que é candidato ao governo do estado, o deputado Marcelo Nilo (PDT) passou a dar sinais que pode não manter a postulação até o fim – ainda que o tenha feito nas entrelinhas. “Se eu não conseguir me viabilizar, eu sento com o coordenador do time, que é o governador Jaques Wagner; se o governador apresentar uma proposta política ao PDT, eu sento com o partido e nós decidimos”, sugeriu Nilo, também durante entrevista à rádio Metrópole.

Ainda assim, na fala oficial, longe da pressão da imprensa, ele reafirma ter um único objetivo. “Eu não sou candidato a vice-governador. Eu não quero ser vice-governador, porque vice não tem tinta na caneta. Não quero ser senador. Ser candidato a governador depende exclusivamente do meu partido”, apontou o pedetista.

Ao admitir a possibilidade de negociação com o governador, porém, Nilo deu brechas para o plano B do PDT. “Agora, se o governador não apresentar nenhuma proposta política ao PDT, minha candidatura será mantida até para ter dois, três, quatro ou cinco candidatos. A minha candidatura pertence ao partido e, principalmente, ao povo. Se o povo da Bahia não quiser que eu seja governador, eu vou sentar com o governador e ele vai apresentar uma proposta”, sinalizou o pré-candidato da sigla, reiterando, entretanto, que: “Eu quero ser governador da Bahia porque eu acho que estou preparado para ser governador por diversos fatores”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário