ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira

Família é feita refém e torturada durante assalto na zona rural de Brumado

Morre aos 94 anos, a mãe do presidente Jair Bolsonaro

Suspeito de tráfico de drogas é preso em Guanambi

Na Bahia, 283 servidores que não comprovaram vacinação serão afastados por 90 dias

Criança que teve parada cardíaca horas após se vacinar tem doença rara, diz investigação

Brumado: Ambulância atropela e mata cavalo na BA-262

36 agências bancárias da Bahia fecham temporariamente após surto de Covid-19

Ataque hacker ultrapassa 24 horas e sites do governo ainda estão fora do ar

Dr. Igor Malaquias foi o entrevistado do Tema Livre Podcast desta semana

Bahia: Governador anuncia redução de 3 mil para 1,5 mil pessoas em eventos

Brumado: Presidente da Câmara testa positivo para Covid pela 3ª vez

Policiais civis aprovam estado de greve na Bahia

Site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia é hackeado

Prefeitura de Brumado vai iniciar reformas em casas atingidas pelas chuvas

Brasil registra 6 vezes mais casos diários de covid-19 que em dezembro

Brumado registra 36 novos casos de coronavírus em 24h


Brumado: Mais uma terceirizada da Coelba é acusada de atrasar salários de colaboradores

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Após ex-colaboradores da LC Empreendimentos, terceirizada da Coelba, realizarem manifestação em frente ao escritório da empresa na última semana, em Brumado (veja aqui). Funcionários de mais uma empresa procurou a Redação do site 97NEWS para denunciar o descaso das terceirizadas aos trabalhadores de Brumado e Região. Na manhã desta segunda-feira (29), os funcionários, que são terceirizados da empresa Endicon, estão há mais de duas semanas sem receberem os salários. Outra reclamação é o ticket alimentação, que não é repassado há cerca de dois meses. "No caso da LC, a Coelba não passou o valor das rescisões. E no caso da Endicon, a gente ainda não se certificou com a Coelba qual o motivo para os atrasos", afirmou Maria Cecília, secretária geral do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil e do Mobiliário da Região do Sudoeste da Bahia (Sintracom-Sudoeste). De acordo com Cecília, várias ligações já foram feitas ao escritório da Endicon, que fica localizado em Belém (Pará), mas não há uma solução. "Já ligamos várias vezes e não há uma solução por parte da empresa, eles não falam", disse. 

 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Conforme os colaboradores da Endicon, o medo é de um calote, já que há rumores de que a empresa estaria deixando o município de Brumado. "Tanto na LC, quanto na Endicon, o risco de um [calote] é grande. Na LC já são dois meses sem receber os valores após baixa na carteira e até hoje não receberam nada. A Coelba diz que a culpa é da LC, e a terceirizada diz que a culpa é da Coelba. Mas os trabalhadores é que ficam no prejuízo", diz. Ainda conforme o Sindicato, a empresa foi notificada e um prazo de dez dias foi estipulado para resolver a situação. "Demos dez dias para que a empresa se manifeste e pague os ex-colaboradores da LC. Se não cumprir dentro desse prazo, ai sim vamos acioná-la na justiça", explicou. Com relação a Endicon, Maria Cecília disse que a empresa não tem cumprido com as obrigações em boa parte do Estado onde ela possui contrato. "A Endicon, onde ela tem contrato na Bahia, ela está com problemas, inclusive teve algumas cidades que ela já foi embora e nem fez a rescisão dos trabalhadores", afirma.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário