ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

'Entre o Carnaval e a vida dos baianos, eu fico com a vida e saúde dos baianos' diz Rui Costa

Vereadora Verimar do Sindicato, em audiência com o secretário da SERIN, discute proposta para asfalto que liga Brumado ao Distrito de Terra Vermelha

Brasil: 75% das famílias têm dívidas, aponta Mapa do endividamento

Ministério da Saúde oferece mais de 21 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Judiciário da Bahia inaugura varas em duas cidades baianas

Novas regras da Tarifa Social devem beneficiar mais de 11 milhões de pessoas

Polícia extermina plantação com mais de 18 mil pés de maconha em Curaçá

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Divulgado o calendário de funcionamento do comércio no mês de dezembro

Mês de novembro apresentou menor número de mortes violentas na Bahia

Região Nordeste concentra quase metade das pessoas em situação de miséria, aponta IBGE

Nordeste: Comitê Científico do Consórcio recomenda cancelamento de Réveillon e Carnaval

Brumado: Após passar pela Secretaria Municipal de Esportes, Paulo Sérgio volta a presidência da LBF

Agência é explodida em Iguaí, Sudoeste do Estado


Brumado: Trabalhadores de terceirizada da Coelba protestam contra salários atrasados

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Trabalhadores da empresa LC Empreendimentos, que presta serviço para a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), estiveram em frente ao escritório da filial da Companhia em Brumado, nesta segunda-feira (22), em forma de protesto. Os funcionários cobram atrasos nos salários e depósitos de FGTS após seis meses de trabalho. Eles alegam também o pagamento do décimo terceiro salário. Edilson Vieira relatou que a LC Empreendimentos, não está cumprindo os compromissos e joga a responsabilidade pelos pagamentos à Coelba. "Eu sou pedreiro, mas tem carpinteiro, ajudante, vigia. Estamos tudo nessa situação. Trabalhamos, mais ou menos, 6 meses. Nesse período, a gente sempre teve que vim aqui na Coelba receber, porque nunca caia na conta", afirma. Conforme a categoria, há cerca de três meses, eles estão sem receber os salários atrasados. "Nem aviso, nem a rescisão, nem o retrativo, nem os atrasados. Um empurra pra um, um empurra pra outro e está tudo atrasado. Viemos aqui no escritório da Coelba, porque é a responsável. Como a Coelba, que é uma empresa grande, contrata uma terceirizada que não tem dinheiro pra pagar os funcionários?", questionou. A promessa é de que, até a próxima quinta-feira (25), os salários serão depositados na conta dos trabalhadores.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário