ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: SMTT realiza ações na 'Semana Nacional de Trânsito 2021'

Números de Covid na Bahia não são divulgados por falha no sistema do governo federal

Município de Guanambi é condenado a indenizar donos de carro atingidos por queda de árvore

Foi preso em SP o suspeito de cometer latrocínio em Paramirim

Brumado: Parentes, amigos e colegas dão último adeus a Daniel Simurro

Osmar Botelho é o novo presidente da Auditoria Pública Cidadã Baiana

Mais de 600 mil doses de vacinas serão distribuídas na Bahia nesta terça

Brumado: Venha conhecer a loja Império Utilidades

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia


Flamengo vive nova frustração no Maracanã ao som de vaias após ser eliminado nos pênaltis

Foto: Reprodução l Andre-Durão

Com quase 70 mil torcedores no Maracanã, o Flamengo viu a chance de poder disputar a semifinal da Copa do Brasil ir embora após perder nos pênaltis na noite desta quarta-feira (17). Foram 69.980 torcedores que foram ao estádio e iniciaram a noite festejando com os gritos de "Olê, olê, olê, olê, mister, mister" e a fumaça vermelha e preta tomou conta do estádio. Durante toda a partida, os torcedores demonstraram apoio. Os gols saíram no segundo tempo. O Flamengo abriu em bela jogada de Vitinho, que cruzou, e Gabigol marcou. Num contra-ataque muito veloz, Bruno Nazário encontrou Rony, que deu números finais ao placar no tempo normal em 1x1. No segundo tempo, depois do gol, o Athletico teve mais a bola e passou a atacar. Por pouco não virou com Rony em chute de fora da área. O Flamengo já não tinha o mesmo ímpeto e nem criatividade. Ninguém marcou, e o jogo foi para os pênaltis. Na disputa de pênaltis, a defesa de Diego Alves em uma das cobranças deu uma ponta de esperança, mas o aproveitamento ruim dos batedores prevaleceu. Diego, Vitinho e Everton Ribeiro erraram as cobranças. Cuéllar foi o único a acertar. O peso maior caiu em cima do camisa 10, que fez a primeira cobrança e desperdiçou com um chute fraco no meio do gol, defendido com facilidade pelo goleiro Santos. O capitão foi hostilizado por parte da torcida. As semifinais foram definidas: o Cruzeiro, recordista com seis títulos e atual bicampeão, vai encarar o Inter (um título), e o Grêmio (cinco conquistas) pega o Athletico-PR, único semifinalista que nunca foi campeão. Todos estão vivos também na Libertadores.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário