ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado registra 61 óbitos por conta da Covid-19; município ultrapassa 5 mil casos confirmados e 335 em tratamento

Brumado: Uma pessoa é flagrada desrespeitando toque de recolher

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Restrição de atividades: Saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

Bahia: Rui Costa prevê que Brasil vai ‘mergulhar no caos em duas semanas’ por causa de Covid-19

Auxílio deve voltar em março com parcelas de R$ 250, diz Governo

Dono do hit ‘Gordinho Gostoso’, Neto LX é detido com carro roubado

Vacinação contra o coronavírus é retomada nesta sexta-feira (26)

Prosel 2021: Abertas inscrições para o Processo Seletivo do Ifba/Brumado

Brumado: É Fake o vídeo que circula nas redes sociais na qual torcedores do Flamengo estariam nas ruas em comemoração ao título

Governador proíbe cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados da BA por 7 dias

Flamengo é campeão brasileiro mesmo após perder para o São Paulo no Morumbi

Brumado: Incêndio destrói casa na Rua Nazaré no bairro Dr. Juracy; não havia ninguém na residência

Brumado: Mãe de empresário é atropelada por motocicleta na Avenida Centenário

Brumado: Jovem de 24 anos é morto a tiros na Av. Antônio Mourão Guimarães

Brumado: Município registra 59 mortes por conta da Covid-19; 30 estão hospitalizados


Policia Militar age rápido e prende segundo suspeito de matar homem e atear fogo no corpo em Aracatu

No momento da prisão 'Pocó' tentou fugir da guarnição e acabou caindo com a motocicleta - Foto: 97NEWS

A Policia Militar agiu rápido e apreendeu no início da tarde da última segunda-feira (4), o segundo suspeito de matar a pedrada e, em seguida atear fogo no jovem de 29 anos, Magnoel Costa Teixeira, no município de Aracatu. Paulo Landin  Marinho, o "Pocó", Bruno Nunes de Souza, o Bruninho e um terceiro suspeito que continua foragido, são acusados de latrocínio, que é roubo seguido de morte. Segundo a polícia, Magnoel foi vítima de assalto dos três meliantes na madrugada de sábado (2), mas como a vítima havia reconhecido o trio, em depoimento à polícia, Bruninho relatou que decidiram matar Magnoel com golpes de pedra na cabeça e, em seguida colocaram fogo no corpo. Um terceiro suspeito que não teve o nome divulgado, para não atrapalhar as investigações, continua foragido. A PM informou que está realizando buscas pelas região, e sua prisão é questão de tempo. "Pocó" foi encaminhado para a Delegacia de Brumado onde permanece na carceragem da 20ª Coorpin até o final das investigações. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário