ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia: APLB é denunciada por coagir professores para que recebam precatórios; entenda

Aracaju: Famílias disputam linguiça vencida descartada em terreno

Anvisa aprova uso de autotestes para Covid-19 no Brasil

Psicóloga especializada em Terapia Cognitiva Comportamental passa a fazer parte do quadro de especialistas da Clínica Mais Vida

Bahia vacina mais de 90% dos bovinos e bubalinos contra a febre aftosa

Caso do tripléx do Guarujá envolvendo Lula é arquivado pela Justiça

Brumado: CIPRv divulga relatório de acidentes do mês de janeiro de 2022 nas rodovias da região

Bahia: Governo suspende feriado prolongado no período do carnaval

Brumado registra 292 casos ativos e 3 pacientes internados por conta da Covid-19

Brumado: Sala do empreendedor auxilia na declaração anual do MEI

Brasil: 32 milhões de doses da vacina Janssen ainda não foram distribuídas às cidades

Pastores são presos por estupro de vulnerável e cárcere privado na Bahia

Ipespe mostra Lula no topo das intenções de voto, com 44%; Ciro e Moro empatam

Laboratórios privados deixam de notificar casos de Covid-19 na Bahia, diz Sesab

Brumado: Durante fiscalização na garagem da Novo Horizonte, PM apreende acessórios e cosméticos falsificados dentro de ônibus

Brumado: Polícia cumpre mandado de prisão contra traficante de drogas

Brumado: Prefeito destaca 1º vestibular de medicina que será realizado de forma online

Alunos da rede municipal de ensino de Brumado conquistam medalha de prata na OBMEP 2021

Homem é encontrado morto em Livramento de Nossa Senhora

Fundo Eleitoral de 2022 é 7 vezes maior do que valor destinado à Anvisa em 2021


Brumado: 'Faltam materiais básicos' dizem servidores do Samu 192; Sesau e coordenação da unidade dizem que situação já foi controlada

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

"Falta itens básicos" dizem servidores do Samu em Brumado. Segundo eles, o estoque de papel higiênico é insuficiente, além disso, o material para combate a bactérias, estão deixando eles em uma situação precária. Em entrevista a imprensa, o Secretário de Saúde, Cláudio Feres, disse que a redução no fornecimento de material para limpeza faz parte de um controle  rígido e racional. “Isso eu fiz, não só no Samu, mas em todas as unidades do município, porque identificamos em visitas de auditoria interna, um consumo muito elevado de materiais de uso diário”. Já para a coordenadora do Samu, a enfermeira Regina Coqueiro, a situação é controversa. "Nós tivemos um problema com material de limpeza, mas isso se deve a questões de licitação. E hoje o material é fornecido pelo almoxarifado da prefeitura. Então todo material gasto é planejado antes", afirma Coqueiro. Segundo o denunciante, a situação é tão precária que a própria equipe se reuniu em uma vaquinha para compra de materiais de uso pessoal, como sabonetes e papel higiênico. Já a enfermeira Regina diz desconhecer o fato. "Agente tem o pessoal do administrativo que é tudo controlado, então quando o material não vai dar, nós realizamos um pedido extra", completou. O Secretário de Saúde também relatou que o controle visa manter a economia no serviço público. “Se eu não fizer essas pequenas economias, eu não consigo ampliar o serviço, que é o que a gente vem fazendo ao longo desses anos no município de Brumado”, destacou. A coordenadora desabafou ainda dizendo que não entendeu, porque questões como estas que podem ser resolvidas internamente, sejam colocadas à público. "Faltou um pouco de jogo de cintura da equipe em sentar com a coordenação para se explicar". Conforma Regina, as arestas tem que ser resolvidas dentro do próprio Samu. "A população conhece o nosso trabalho, o Samu é regional, já são 10 anos de trabalho que é feito com muito amor por todos eles", colocou Coqueiro. Ela ainda completou dizendo, "as portas da coordenação estão e, sempre estarão abertas à eles, como todos já sabem. E não vou deixar a política influenciar no nosso Samu", disse ao 97NEWS, a enfermeira.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário