ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Eleições 2024: MDB agenda convenção para o dia 05 de agosto em Brumado

Brumado: Eleição para escolha da nova mesa diretora do Conseg será em setembro

Casal de idosos morre em colisão de moto com carro em Caculé

Brumado: CDL realiza nesta sexta (19) o sorteio da Campanha de São João de Prêmios

Clínica Mais Vida amplia quadro de especialistas firmando nova parceria com gastroenterologista/endoscopista

Eleições 2024: PMB declara apoio à pré-candidatura de Guilherme Bonfim a Prefeito de Brumado

Brumado: Polícia Militar realiza operação no trânsito e autua 11 veículos

Servidores do INSS decidem por manutenção de greve na Bahia

TSE pode requisitar tempo de emissoras de rádio e TV para comunicados

Brumado é a 6ª cidade da Bahia com melhor qualidade de vida, diz IPS

Brasil registrou um crime de estupro a cada seis minutos em 2023

Dois celulares são roubados ou furtados por minuto no Brasil

Bahia se torna referência na produção de queijos artesanais

Líder de facção morre em ação policial no município de Capim Grosso

Federação Bahiana de Futebol escala brumadense Celijunior, que morreu há mais de um ano, para o Intermunicipal 2024

Multinacional alemã planeja investir R$ 11 bilhões em nova unidade e gerar 3 mil vagas de emprego na Bahia

Motorista perde controle da direção e carro fica a centímetros de penhasco em Conquista

Comunidade rural na Bahia espera energia elétrica há mais de 20 anos

Ex-governador Nilo Coelho é homenageado com medalha 2 de Julho

Vitor Bonfim entrega Trator para comunidade rural em Brumado


Claudia Leitte e Bell Marques devem mais de R$ 30 milhões para a União

Foto: Reprodução

"Acho que pior que tá não fica", afirma Cristiano Lacerda, empresário do bloco baiano Ara Ketu à la Tiririca antes de explicar a dívida de R$ 2,8 milhões das empresas que os integrantes da banda têm: são decorrentes da crise político­econômica que o país enfrenta. "A gente foi pego por essa crise que assombrou o país nos últimos anos e atingiu diretamente nosso segmento. Quando tem recessão, somos os primeiros a ser cortados. Estamos com planejamento de tentar resolver esse ano", completa. O passivo em questão se refere à Dívida Ativa da União, ou seja, débitos de pessoas jurídicas ou físicas com órgãos públicos, como INSS, Ministério do Trabalho ou Receita Federal, que não foram pagos espontaneamente. Assim, se tornam títulos executivos, passíveis de discussão perante o Judiciário. O assunto veio à tona pelo site notícias "Buzzfeed". Apesar do alto valor devedor, não é o Ara Ketu que acumula a maior dívida. A cantora Claudia Leitte tem pendência com a União de R$ 22,5 milhões com as empresas Ciel Empreendimentos Artísticos e 2T's. Em comunicado, o advogado da cantora, Alessandro Dessimoni, afirma que "os débitos fiscais das empresas 2TS e Ciel estão sendo discutidos judicialmente, portanto pendentes de julgamento —o que significa que estamos analisando o parcelamento dos débitos de acordo com o novo Programa de Regularização Tributária". O ex­integrante da banda Chiclete com Banana, Bell Marques acumula R$ 11,2 milhões em dívidas com cinco empresas ligadas ao seu nome. Segundo sua assessoria, "tais débitos serão objeto de regular parcelamento por meio do Programa de Regularização Tributária." A cantora Daniela Mercury comparada com os outros cantores citados acima tem uma pequena dívida, de R$ 26 mil. De acordo com a sua mulher, Malu Mercury, "esse valor trata­se de uma multa de um processo envolvendo a DRT (Delegacia Regional do Trabalho). Não concordamos com essa multa e estamos recorrendo em juízo. Não é um dívida. É um processo." Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Economia Aplicada (Ipea) em 2008, um processo de execução fiscal demora em média oito anos para ser julgado.



Comentários

  • Webiston Barbosa Reis

    "Esses artistas estão literalmente NADANDO no dinheiro. As dívidas contraídas por eles por menores ou maiores que sejam são sempre parceladas, porém, seus cachês não o são. Infelizmente aqui no Brasil têm-se a mania de se passar a mão na cabeça de alguns e perdoá-los por tais irregularidades para em seguida obrigarem o POVO que não tem nada a ver com isso a arcar com toda essa conta. Espero que a Receita Federal NÃO perdoe um centavo de tudo isso."

Deixe seu comentário