ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Criança de 9 anos morre carbonizada em incêndio na zona rural

CNJ solicita informações sobre altos salários de servidores e magistrados ao TJ-BA

Ipiaú: Município registra mais 7 casos de coronavírus e o 6º óbito

Sortudo: Apostador fatura mais de R$ 10 milhões na Lotomania em Ipiaú

Brumado: Câmera de monitoramento flagra adolescente furtando estabelecimento no bairro Ginásio Industrial

Vitória da Conquista registra 3 mil casos suspeitos de dengue

Brumado: Secretaria de Saúde cria site para orientar população sobre o coronavírus

Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus

Brumado: Enfermeira aposentada acusa financeira de cobrar por dois empréstimos que não fez

Roberto Jefferson, Luciano Hang, deputado estadual de SP e blogueiro são alvos de operação

Urandi: Sobe para 65 o número de casos de Covid-19, o novo coronavírus

Brumado: Juiz determina afastamento de enfermeira do Hospital Municipal que está grávida e faz parte do grupo de risco

Endocrinologista da Clínica Mais Vida destaca cinco dúvidas frequentes de diabéticos sobre o COVID-19

Grávida entra em trabalho de parto e bebê nasce dentro de viatura da GCM

Pesquisadores criam curativo inteligente que inibe a propagação de bactérias

Bahia tem 305 novos casos de Covid-19 e total ultrapassa 14 mil; nº de mortes sobe para 477

Mutações registradas do coronavírus não são benéficas ao vírus, diz estudo

OMS prevê pandemia seguindo em 'ondas recorrentes'

Dono da Havan é condenado por divulgar fake news contra reitor da Unicamp

Sesab identifica crescimento de 815% nos casos de chikungunya na Bahia


Flamengo vive nova frustração no Maracanã ao som de vaias após ser eliminado nos pênaltis

Foto: Reprodução l Andre-Durão

Com quase 70 mil torcedores no Maracanã, o Flamengo viu a chance de poder disputar a semifinal da Copa do Brasil ir embora após perder nos pênaltis na noite desta quarta-feira (17). Foram 69.980 torcedores que foram ao estádio e iniciaram a noite festejando com os gritos de "Olê, olê, olê, olê, mister, mister" e a fumaça vermelha e preta tomou conta do estádio. Durante toda a partida, os torcedores demonstraram apoio. Os gols saíram no segundo tempo. O Flamengo abriu em bela jogada de Vitinho, que cruzou, e Gabigol marcou. Num contra-ataque muito veloz, Bruno Nazário encontrou Rony, que deu números finais ao placar no tempo normal em 1x1. No segundo tempo, depois do gol, o Athletico teve mais a bola e passou a atacar. Por pouco não virou com Rony em chute de fora da área. O Flamengo já não tinha o mesmo ímpeto e nem criatividade. Ninguém marcou, e o jogo foi para os pênaltis. Na disputa de pênaltis, a defesa de Diego Alves em uma das cobranças deu uma ponta de esperança, mas o aproveitamento ruim dos batedores prevaleceu. Diego, Vitinho e Everton Ribeiro erraram as cobranças. Cuéllar foi o único a acertar. O peso maior caiu em cima do camisa 10, que fez a primeira cobrança e desperdiçou com um chute fraco no meio do gol, defendido com facilidade pelo goleiro Santos. O capitão foi hostilizado por parte da torcida. As semifinais foram definidas: o Cruzeiro, recordista com seis títulos e atual bicampeão, vai encarar o Inter (um título), e o Grêmio (cinco conquistas) pega o Athletico-PR, único semifinalista que nunca foi campeão. Todos estão vivos também na Libertadores.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário