ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: SMTT realiza ações na 'Semana Nacional de Trânsito 2021'

Números de Covid na Bahia não são divulgados por falha no sistema do governo federal

Município de Guanambi é condenado a indenizar donos de carro atingidos por queda de árvore

Foi preso em SP o suspeito de cometer latrocínio em Paramirim

Brumado: Parentes, amigos e colegas dão último adeus a Daniel Simurro

Osmar Botelho é o novo presidente da Auditoria Pública Cidadã Baiana

Mais de 600 mil doses de vacinas serão distribuídas na Bahia nesta terça

Brumado: Venha conhecer a loja Império Utilidades

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia


'Manelão' faz agradecimento em forma de desabafo ao povo de Brumado

'Manelão' falou que nunca lhe faltaram fé e confiança (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

É, verdadeiramente, nos momentos difíceis da vida que podemos avaliar o quanto o que plantamos no decorrer da existência pôde frutificar, pôde manter-nos de pé.

É certo que a mão de Deus nunca se distancia de nós, ainda que não percebamos, ainda que nos pareça que estamos sós. 

Herança de um alicerce familiar sólido, que vem desde meus avós,  pautei minha vida sempre, dentro de parâmetros éticos bem definidos e agi, igualmente, guiado por uma linha de pensamentos e ações orientadas para o bem, defendendo tudo aquilo em que acredito como sendo a conduta própria de um cidadão comprometido com a lisura, com os princípios fundamentais de uma existência digna perante a sociedade e diante do meu Deus. Nunca fiz nada que precisasse estar longe da luz do conhecimento público.  

Nas eleições de 2014, fui honrado pelos brumadenses com um expressivo número de votos, o que, para mim, sinalizou confiança no meu trabalho e aprovação do modo de fazer uma política séria, sem clientelismo, com senso de consulta aos anseios do nosso povo.  

Nas últimas eleições,  enfrentei o contratempo de ter minha candidatura a prefeito contestada e indeferida pela Justiça Eleitoral.  Não questiono decisão de quem tem o poder de julgar, ainda que não tivesse vislumbrado qualquer irregularidade na minha conduta política até então. 

Fiz esse breve relato para dizer que,  dia 22 de março deste ano, o Ministro Antônio Herman de Vasconcellos e Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça, afastou a inelegibilidade a mim imposta, tornando-me apto a concorrer qualquer cago eletivo. 

Registro aqui os meus mais sinceros agradecimentos a todos os amigos, familiares e conhecidos que me incentivaram a prosseguir na luta, através de whatsapp, e-mail, telefonemas e visitas. Cada palavra, cada gesto de carinho, cada aperto de mão  recebido nas ruas, na feira, ou em qualquer lugar, tudo isso foi demonstração de afeto, de estímulo para que eu pudesse atravessar o vale com a cabeça erguida e os olhos voltados para o Senhor que é autor da verdade suprema.

Amigos queridos, trago-os, um a um, no meu coração brumadense. Digo-lhes que não se constrói uma parede num só bloco, mas, como diz Chico Buarque,  “tijolo com tijolo num desenho mágico”. Não me julgo vitorioso sozinho. Somos um somatório de desejos e lutas. 

Nessa caminhada, não quero ressaltar espinhos ou precipícios, mas a gratidão a todos vocês que estiveram comigo em apoio, torcida e orações. Lembro Hermann Hesse que afirma: “ Só há felicidade se não exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora mágica chega sempre”.

E chegou mesmo: a hora da justiça praticada, da verdade restaurada, da amizade fortalecida. Por isso, deixo-lhes meus agradecimentos e minha sincera gratidão. Até onde houver esperança, até onde imperar a justiça, até onde se puder praticar a honradez com a coisa pública, aí estaremos juntos.  O meu lema foi, é e será sempre o que disse o salmista: “Confia no Senhor e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade.”

Nunca perdi a confiança no autor supremo da vida, Deus, sabendo que a verdade prevaleceria. 

Creditando a vocês também esta vitória, digo-lhes: - Até sempre, meu querido povo de Brumado.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário