ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Brumadenses são presos em Goiás por roubo de carga avaliada em R$ 180 mil

Brumado vacina contra a Covid nesta segunda-feira, pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

Bombeiros continuam em combate a incêndios na Bahia

Brumado: Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto no bairro Santa Tereza

Vítima de câncer, morre ator Luis Gustavo aos 87 anos

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vacina da Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP


Alcoólicos Anônimos passa a atender dependentes com a ajuda de robô nas redes sociais

Campanha para receber mensagens pelo Facebook começou nesta semana (Foto: Alcoólicos Anônimos/Divulgação)

Durante os últimos três meses, os Alcoólicos Anônimos no Brasil juntaram os depoimentos de seus 70 anos de história para a criação de um robô no bate-papo do Facebook, lançado nesta quarta-feira (29). A nova aba para conversa deve ser uma alternativa ao primeiro contato com grupo, que tem 12 passos para largar o alcoolismo. É a primeira vez que a comunidade abre atendimento pelas redes sociais. O nome da página é "Amigo Anônimo" e, é claro, também irá manter o anonimato de quem entra em contato. De acordo com os AA, a proposta é ajudar no momento de quase recaída: informa sobre grupos de atendimento de emergência e também orienta amigos e familiares de dependentes. As interações procuram motivar as pessoas a irem pessoalmente para o atendimento completo. O próprio sistema fornece os horários e os endereços mais próximos. Em menos de 48h, a página recebeu mais de 20 mil curtidas e 70 mil acessos, de acordo com dados do Facebook. Todo o sistema foi construído com base nos depoimentos - e na necessidade de resposta - descrita pelos participantes dos grupos de conversa. Entre as pessoas que acessaram a ferramenta neste primeiro dia, 40 já reverteram em ligações de ajuda. “Muita gente começa a beber jovem e o alcoolismo vai acarretar mais pra frente. E onde estão os jovens? E onde está todo mundo? Na internet. Vamos pegar os 70 anos de experiência dos AA e colocar isso numa ferramenta pra ajudar outras pessoas”, disse Fernando Palandi, diretor de arte responsável pela comunidade. Com o novo robô, os AA esperam ter mais contato com o público jovem, que tem menos conhecimento sobre as reuniões de dependentes, e as mulheres, que enfrentam mais preconceito quando buscam ajuda no combate ao alcoolismo. "Os AA têm mais de 5 mil grupos no Brasil, uma média de 12 mil reuniões semanais, mas nós não conseguimos atingir o grupo jovem e, principalmente, essa demanda que a gente vê do alcoolismo feminino, que é muito escondido e que sofre um grande preconceito na sociedade. Basta você ir nas salas de reunião de AA e ver que há muito mais homens do que mulheres. Essa forma digital deve atingir esse público", disse Jaira Adamczyk, psicóloga e presidente da junta de serviços gerais dos Alcoólicos Anônimos.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário