ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Jornalista Daniel Simurro morre aos 58 anos em Brumado

Brumado: Há 19 dias município não registra morte por Covid-19

Guanambi: Rui entrega reforma de estrada e autoriza R$ 35 milhões em ações

Brumado: Blogueiro Daniel Simurro é internado após mal súbito em sua residência

Brumado: Sindicato dos Mineradores denuncia assédio moral em empresa de refino de talco

Brumado retoma vacinação de adolescentes com 16 e 17 anos nesta terça-feira (21)

Novas chamas atingem Chapada Diamantina entre Mucugê e Lençóis

Caetité lidera produção mineral baiana em agosto

Em carta, governadores desmentem Bolsonaro sobre alta da gasolina

Brumado: Manifestantes protestam contra Bolsonaro e prefeito Eduardo Vasconcelos em praça pública

Brumado: Após 1 ano e cinco meses, grupos de capoeira retornam com encontros em praças

Brumadenses são presos em Goiás por roubo de carga avaliada em R$ 180 mil

Brumado vacina contra a Covid nesta segunda-feira, pessoas de 12 a 17 anos com comorbidades

Bombeiros continuam em combate a incêndios na Bahia

Brumado: Mulher fica ferida após acidente entre carro e moto no bairro Santa Tereza

Vítima de câncer, morre ator Luis Gustavo aos 87 anos

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vacina da Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP

Brumado: Tentativa de homicídio é registrada na Vila Presidente Vargas


VCA: Sindicatos e movimentos sociais se organizam contra os ataques orquestrados pelo governo Temer

(Foto: Divulgação)

O governo Temer não tem dado sossego para os trabalhadores. No último dia 22, foi aprovado pela Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4.302/1998, que amplia a terceirização, alcançando até as atividades fins. Isso pode significar o fim dos concursos públicos e relações de trabalho ainda mais precárias. Este é só mais um ataque orquestrado pelo governo Temer, que começou com o congelamento dos gastos públicos em 20 anos, que poderá culminar no fim dos serviços públicos por falta de orçamento. Junto a isso, as reformas da previdência e trabalhista, a terceirização representam a destruição de direitos. Neste cenário que trabalhadores de todo o país estarão nas ruas amanhã (31), organizando a luta contra esses retrocessos e rumo a greve Geral em abril. Em Vitória da Conquista, Sindicatos e movimentos sociais consolidaram o Fórum Sindical e Popular que tem como objetivo mobilizar os trabalhadores localmente para combater os ataques do governo. “Movimentos sindicais e sociais em Conquista deram um passo importante para a organização dos trabalhadores em nossa região. Com a criação do Fórum, estaremos construindo de forma organizada o enfrentamento. Juntos somos mais fortes e a unidade é o caminho para barrar o avanço dessa política que ataca nossa classe”, ressalta Paulo Barrocas, presidente do SEEB/VCR. O Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, que está compondo a coordenação do Fórum, convoca toda sua base e demais trabalhadores para o ato público, amanhã, no dia 31 de março, às 8h30, na praça 9 de novembro.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário