ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Trabalhadores da Endicon são demitidos e temem 'calote' de empresa

Brumado: Preso em flagrante tem ataque de fúria, agride policiais e quebra objetos de delegacia

PM apreende drogas e pássaros silvestres em Rio de Contas

Acesse a TV Templo dos Milagres no Youtube e seja abençoado

Brumado: Mega estrutura está sendo montada para o Verão VIP com ingressos limitados

O Tema Livre Podcast desta semana recebeu o 'MC Naip Bronka'

Brumado: Subnotificação dos casos de Covid esconde números reais da doença

Cinco morrem e mais de 70 são presas em operação da PM na Bahia

Homem mata pastora de 84 anos a pauladas na porta de igreja

Há 41 anos, mulher procura avós que possivelmente moram em Brumado ou Caetité

Operação Força Total intensifica policiamento na Bahia

Dr. Felipe Leão, médico da Clínica Mais Vida, alerta sobre a importância da realização do check-up

Operação da PF prende homem que divulgou vídeo de estupro de criança


Odebrecht diz que obras no estádio serão retomadas na segunda

Foto: William Volcov/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo

A Odebrecht e o Corinthians afirmaram, em nota, que as obras da Arena Corinthians serão retomadas na segunda-feira (2). A queda do último módulo da estrutura da cobertura do estádio deixou dois operários mortos nesta tarde. O acidente ocorreu  durante o içamento da peça, última da série.

Após o acidente, a Defesa Civil interditou 30% de uma das alas do estádio, uma área de cerca de cinco mil metros quadrados. Uma nova vistoria do órgão será feita na quinta-feira (28). Entretanto, o coordenador da Defesa Civil, Jair Paca de Lima, diz que as obras poderão continuar nos demais setores.

O Ministério Público Estadual (MPE) informou que fará uma vistoria nos próximos dias e exigirá laudos da Polícia Técnico-Científica para avaliar se pedirá à Justiça a paralisação total da obra do estádio que receberá a abertura da Copa do Mundo de 2014.

Segundo a Odebrecht, o acidente ocorreu na 38ª vezem que um módulo da estrutura da cobertura era içado. "Uma peça de igual proporção foi instalada há pouco mais de uma semana no setor sul do estádio", afirmou a empresa em nota.

O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez afirmou nesta tarde que Odebrecht e Corinthians não têm estimativa de qual será o impacto do desabamento no cronograma das obras do estádio. "Não estamos nem pensando nisso, as autoridades vão fazer o que precisa ser feito. O que menos estamos preocupados é cronograma, prazos. Estamos preocupados em atender as famílias das vítimas", disse Sanchez.

 'Falha de procedimento'
O coordenador da Defesa Civil de São Paulo, Jair Paca de Lima, afirmou que, ao inspecionarem o chão onde o guindaste que desabou estava apoiado, não foi possível perceber qualquer tipo de falha no solo.

Para ele, o mais próvável é que tenha ocorrido "uma falha de procedimento", mas Paca de Lima não deu mais detalhes da suspeita. "A perícia que vai dizer a causa do acidente", ressaltou Lima.

Para Paca de Lima, a tragédia poderia ter sido ainda maior. “Se tivesse ocorrido no horário de pleno movimento, provavelmente o número de vítimas seria maior”, declarou. No horário do acidente, por volta das 12h40, os operários estavam em horário de almoço.

Fábio Luiz Pereira, de 42 anos, motorista e operador de guindaste do tipo munck da empresa BHM, e Ronaldo Oliveira dos Santos, 44 anos, montador da empresa Conecta, morreram no acidente, quando um guindaste erguia uma peça de 420 toneladas. Cerca de 30 funcionários trabalhavam na operação, enquanto os outros estavam em horário de almoço.Cartaz avisa sobre luto de 3 dias.

Perícia
Odebrechet e Corinthians também afirmaram, em pronunciamento conjunto, que somente a perícia vai determinar a causa do acidente. 

O gerente operacional da obra, Frederico Barbosa, garantiu que todo o procedimento para colocação da estrutura envolvida no acidente foi feito conforme os procedimentos indicados. "Essa peça está içada desde ontem. As condições eram favoráveis", disse.

Barbosa disse que checou pessoalmente as condições de vento e temperatura para autorizar o içamento da peça de 420 toneladas – o guindaste tinha capacidade para erguer cerca de 1,5 mil toneladas. 

“A operação estava correta, faz parte do procedimento, nada fora do que estava programado, tinha acabado de chover, tínhamos esperado uma semana para fazer o procedimento”, afirmou.

O acidente
A construtora explica que pouco antes das 13h, o guindaste que içava a peça tombou provocando a queda da peça sobre parte da área de circulação do prédio leste – atingindo parcialmente a fachada.

Segundo a empresa, a estrutura da arquibancada não foi comprometida.

Em nota, o Corinthians lamentou o acidente no estádio que vai abrir a Copa do Mundo e sediar outras cinco partidas do Mundial e decretou sete dias de luto.

O estádio do Corinthians foi o local escolhido pela Fifa para o jogo de abertura da Copa do Mundo no dia 12 de junho de 2014, que será entre a seleção brasileira e um adversário a ser definido no sorteio das chaves do Mundial no dia 6 de dezembro, na Costa do Sauipe (BA).

G1



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário