ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Trabalhadores da Endicon são demitidos e temem 'calote' de empresa

Brumado: Preso em flagrante tem ataque de fúria, agride policiais e quebra objetos de delegacia

PM apreende drogas e pássaros silvestres em Rio de Contas

Acesse a TV Templo dos Milagres no Youtube e seja abençoado

Brumado: Mega estrutura está sendo montada para o Verão VIP com ingressos limitados

O Tema Livre Podcast desta semana recebeu o 'MC Naip Bronka'

Brumado: Subnotificação dos casos de Covid esconde números reais da doença

Cinco morrem e mais de 70 são presas em operação da PM na Bahia

Homem mata pastora de 84 anos a pauladas na porta de igreja

Há 41 anos, mulher procura avós que possivelmente moram em Brumado ou Caetité

Operação Força Total intensifica policiamento na Bahia

Dr. Felipe Leão, médico da Clínica Mais Vida, alerta sobre a importância da realização do check-up

Operação da PF prende homem que divulgou vídeo de estupro de criança


Comissão aprova nova regra de meia-entrada no Senado

Foi aprovado no início da tarde desta terça-feira (26) na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) o substitutivo da Câmara dos Deputados ao projeto de lei do Senado (PLS 188/2007) que regulamenta o benefício da meia-entrada em espetáculos artísticos, culturais, esportivos e de entretenimento. Segundo nota da Agência Senado, a concessão ficará restrita a 40% dos ingressos disponíveis (e não se aplicará aos eventos da Copa do Mundo 2014 e das Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016). Os integrantes da comissão também aprovaram pedido de urgência para votação no plenário, para onde segue agora. A comissão espera que o pedido seja confirmado pelos líderes partidários e que a matéria seja agendada para votação final ainda nesta terça. O requerimento foi apresentado pelo relator da matéria na comissão senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). Originalmente, o projeto, dos ex-senadores Eduardo Azeredo e Flávio Arns, previa o benefício apenas para estudantes e idosos com mais de 60 anos. O substitutivo da Câmara incluiu as pessoas com deficiência e os jovens de baixa renda de 15 a 29 anos, independentemente de vinculação ao sistema educacional. No caso das pessoas com deficiência, a meia-entrada é concedida, inclusive, quando necessário, ao acompanhante. Para terem direito ao benefício, os estudantes devem comprovar essa condição por meio da apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) emitida por entidades estudantis de cada segmento. Já os idosos terão que apresentar documento de identidade oficial, enquanto os jovens carentes comprovarão essa condição por meio de comprovação de que estão inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário