ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Serviço de primeiro emplacamento só poderá ser realizado após a confirmação de dados

Brumado: Adolescente de 13 anos diagnosticada com tumor no cérebro aguarda por uma vaga em uma UTI avançada

Novo carregamento da vacina pediátrica da Pfizer chega ao Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Guanambi: Duas pessoas são conduzidas à delegacia por furto de energia

Os melhores aromatizantes para ambientes você encontra na Império Utilidades

Euclides da Cunha: Mulher é achada morta dentro de imóvel com sinais de enforcamento

A Pax Nacional tem credibilidade e compromisso comprovado, não aceite imitações

Brasil registra 84 mil casos de Covid e cerca de 1 milhão em uma semana

Conheça o kit 'Barriga Tanquinho' de Marcelo Esportes

Guanambi: Prefeitura habilita 10 leitos clínicos para tratamento da Covid-19 e mais 10 leitos de suporte à UPA

RotSat: Conheça o nosso site com 'Menu' de acesso rápido

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira


Queda de avião mata ex-presidente da Vale e mais seis em SP

Foto: Newton Menezes/Futura Press / O Financista

O ex-presidente da Vale, Roger Agnelli, estava entre as vítimas do monomotor que caiu na tarde deste sábado (19) em São Paulo. Agnelli presidiu a empresa durante dez anos, de 2001 a 2011. A mulher do executivo também morreu no acidente.O avião de pequeno porte caiu às 15h23 sobre uma casa na Rua Rua Frei Machado, 110, no Bairro da Casa Verde, zona Norte da capital paulista, após decolar do aeroporto Campo de Marte. Os seis passageiros e o piloto morreram. Uma pessoa que estava na casa foi levada para o pronto-socorro da Santa Casa da Misericórdia de São Paulo. A aeronave de prefixo PR-ZRA estava registrada em nome de Agnelli. O executivo era formado em Economia pela Fundação Armando Álvares Penteado e desenvolveu sua carreira profissional no Grupo Bradesco, onde trabalhou de 1981 a 2001, antes de presidir a Vale.Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), as operações no Aeroporto Campo de Marte ainda estão suspensas. De acordo com dados da Agência Nacional de Aviação (Anac), o avião é um turbo-hélice, com capacidade para sete passageiros, registrado em nome de Roger Agnelli.
 
 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário