ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Brumado: Adolescente de 14 anos é encontrada na casa de uma amiga

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Brumado: Família pede ajuda para localizar adolescente de 14 anos

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Brumado: Polícia apreende homem após colocar fogo em residência no bairro Olhos D'água

Seleção de advogados de Brumado vence Serrinha e avança para semifinal da Copa CAAB

Empresa Gel Sol de Brumado recebe prêmio nacional da Intelbras

Brumado: Município investiga primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

MP da Bahia lança novo número para atendimento ao cidadão

Inflação muda comportamento dos brasileiros, diz pesquisa

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

TSE divulga patrimônio de sete presidenciáveis; o maior valor ultrapassa 24 milhões

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vem aí o 13º Agosto Gospel

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Lapa: Romaria do Bom Jesus recebe título de patrimônio imaterial


'Salvador é gay', afirma o prefeito ACM Neto em inauguração de Centro LGBT

(Foto: Bocão News)

A frase é forte e pode provocar alvoroço em setores mais conservadores soteropolitanos: “Salvador é gay”. Assim afirmou o prefeito ACM Neto (DEM) na tarde desta sexta-feira (18), quando inaugurou o centro de referência LGBT da cidade. O primeiro municipal do Brasil, conforme disse o próprio chefe do Executivo. O público LGBT agora tem um espaço, na estrutura da gestão municipal, para defender suas bandeiras. "Teremos um espaço para semear a diversidade e o respeito", garantiu o prefeito. A inauguração foi um evento concorrido com a presença também da secretária de Reparação, Ivete Sacramento, vereadores e lideranças da causa gay. Também aconteceram apresentações das transformistas Valerie O’hara, Dion, Mitta Lux e Desireé Cher. Ivete, no discurso, ressaltou que o Executivo não esteve distante das demandas do setor. “De alguns anos para cá, houve uma maior importância com o público LGBT. Aqui trataremos o público vítima das fobias e teremos um observatório LGBT. Depois de hoje, quem vier depois de Neto, terá que avançar ainda mais nessa causa”, disse. Luiz Mott, presidente de honra do Grupo Gay da Bahia, apesar de um discurso provocativo quando lembrou que nunca havia sido simpático ao avô do prefeito, lembrou que o chefe do Thomé de Souza não é oportunista. “Você não é oportunista, pois desde o seu tempo de deputado federal já tratou de temas voltado ao casamento gay, a união estável. Quero só saber se essa estrutura será mantida e se o aluguel será pago para manter esse centro”, afirmou.“A militância pela causa LGBT foi iniciada na década de 1980 e, mesmo tendo conquistado avanços, ainda persistem dois problemas até hoje: gays e travestis continuam sendo assassinados e a Aids ainda atinge esta população, com um índice de 11%. Esperamos que a estrutura seja permanente para realização do atendimento a essa população”, reiterou Mott. (Bocão)



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário