ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Trabalhadores da Endicon são demitidos e temem 'calote' de empresa

Brumado: Preso em flagrante tem ataque de fúria, agride policiais e quebra objetos de delegacia

PM apreende drogas e pássaros silvestres em Rio de Contas

Acesse a TV Templo dos Milagres no Youtube e seja abençoado

Brumado: Mega estrutura está sendo montada para o Verão VIP com ingressos limitados

O Tema Livre Podcast desta semana recebeu o 'MC Naip Bronka'

Brumado: Subnotificação dos casos de Covid esconde números reais da doença

Cinco morrem e mais de 70 são presas em operação da PM na Bahia

Homem mata pastora de 84 anos a pauladas na porta de igreja

Há 41 anos, mulher procura avós que possivelmente moram em Brumado ou Caetité

Operação Força Total intensifica policiamento na Bahia

Dr. Felipe Leão, médico da Clínica Mais Vida, alerta sobre a importância da realização do check-up

Operação da PF prende homem que divulgou vídeo de estupro de criança


Empresa de Claudia Leitte estava inadimplente no Ministério da Cultura, mostra site

O Ministério da Cultura registra a inadimplência quando as contas e demais documentos comprobatórios do cumprimento do projeto não são apresentados no prazo estipulado.

É de conhecimento público que o projeto de lançar uma biografia de Claudia Leitte, motivo de polêmica nesta semana, não foi o primeiro da cantora a receber apoio via Lei Rouanet. O dinheiro captado destinava-se a doze shows de Claudia nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste (Rio Branco/AC, Macapá/AP, Belém/PA, Manaus/AM, Porto Velho/RO, Boa Vista/RR, Teresina/PI, João Pessoa/PB, São Luiz/MA, Fortaleza/CE, Goiânia/GO e Brasília/DF). Segundo o MinC, apesar de o projeto ser de 2012, o prazo para execução era até 31 de dezembro de 2015. E a prestação de contas devia ser feita até o dia 31 de janeiro de 2016, o que não aconteceu.  Em 2012, a Ciel, empresa dela, foi autorizada a captar R$ 5,8 milhões, dos quais conseguiu efetivamente R$ 1,2 milhão, para uma série de shows. Acontece que até a tarde de hoje, qualquer cidadão que buscasse no Ministério da Cultura informações sobre esse projeto encontrava-o classificado como inadimplente. Como no print abaixo (o grifo vermelho já é do próprio site do Ministério):

(Reprodução)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário