ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Badalado restaurante de Livramento é demolido pelos proprietários após decisão Judicial

Atleta vai representar Brumado no Campeonato Baiano de Karatê em Salvador

Brumado: Câmera flagra homem furtando caixa de som em loja de utilidades do centro; assista

Brumado: 34ª CIPM intensifica segurança e realiza blitz na cidade

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana

Polícia descobre desmanche de carros durante operação em Caetité

Bahia tem nova redução e gasolina fica quase 10% mais barata; em Brumado o valor chega a R$ 5,09

Lacen realiza coleta de sangue de morador de Brumado com suspeita de Monkeypox

Vaca escorrega após invadir farmácia no Oeste da Bahia; vídeo viraliza na internet

'É melhor nos tratarem bem, senão vamos ligar o foda-se', diz Paulo Guedes em resposta à França

Homem é preso em operação de combate à pornografia infantil na Bahia

MP-BA lança cartilha digital que orienta sobre violência doméstica

Rosa Weber é eleita nova presidente do STF

Deputado João Carlos Bacelar discute com agentes de trânsito em Salvador


Ex-presidente Lula aparece como presidiário na capa da Veja

(Reprodução: Veja)

Lula é retratado como presidiário por ser cercado, segundo Veja, por "chaves de cadeia", como os executivos Alexandrino Alencar (Odebrecht), Léo Pinheiro (OAS) e Ricardo Pessoa (UTC), que são grande doadores de recursos para todos os partidos políticos – em especial para o PSDB. Ao "prender Lula", a família Civita, que edita Veja, realiza um sonho inconsciente de parte das elites, mas também sinaliza que a agenda do impeachment vem sendo superada. Como aparentemente não será possível viabilizar um golpe contra a democracia, o que importa, para os fanáticos de direita, é tirar Lula do jogo presidencial de 2018 a qualquer custo. Nesta semana, no entanto, Lula mandou um aviso, ao discursar no encontro do Diretório Nacional do PT. "Ninguém precisa ficar com medo, porque se tem uma coisa que eu aprendi na vida é enfrentar a adversidade. Se o objetivo é truncar qualquer perspectiva de futuro, vão ser três anos de muita pancadaria. E podem ficar certos: eu vou sobreviver", disse ele. Nunca é demais lembrar que Lula, o presidiário de Veja, foi o presidente mais popular e mais aprovado da história do Brasil.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário