ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Número de candidatos que se apresentam com identidade religiosa bate recorde

Anvisa permite importação excepcional de remédios e vacinas para varíola dos macacos

Endocrinologista pediatra da Clínica Mais Vida alerta sobre cuidados com exercícios físicos

Guarda municipal não atua como força policial, decide STJ

CIPRv apreende 2 kg de maconha em ônibus interestadual próximo a Caetité

Brumado: Policial de folga identifica foragido de unidade prisional e aciona guarnição da 34ª CIPM

Homem desmaia após explosão de pneu em borracharia no Oeste da Bahia

Armazém do Criador: 19 de Agosto - Dia da Aviação Agrícola

Brumado tem redução de 40% em crimes violentos letais intencionais no 1º semestre de 2022

Bahia registrou 138 denúncias desde 2019 sobre trabalho escravo

Guanambi: Carro capota e médico sai ileso de acidente na 'Curva da Morte'

Pedestres se arriscam atravessando fora da faixa no centro comercial de Brumado

Adolescente de 15 anos usa a rede social para denunciar abuso sexual em Livramento de Nossa Senhora

Homem é morto a tiros e pedradas em Coaraci

Celular explode enquanto criança de 6 anos assistia vídeo no interior do Ceará

Guanambi: Jovem de 24 anos tem perna amputada após acidente de moto

Vitória da Conquista: Boliviana é presa com cocaína encontrada dentro de saco de 'batatas'

Site do governo da Bahia é suspenso após decisão judicial

Bahia registra 5 mortes e 1.170 novos casos de Covid em 24h

Tema Livre Podcast desta semana conversou com Joan Júnior, cantor e compositor


Insegurança Fatal: Policial baleado em assalto tem morte encefálica confirmada

Marcelo estava de folga e se preparava para voltar a Rondônia (Foto: Reprodução/Facebook)

O Hospital da Bahia concluiu o protocolo de investigação e confirmou a morte encefálica do policial rodoviário federal Marcelo Caribé Carvalho, 28 anos, baleado na noite de quinta-feira (24), em um assalto na Pituba.Em nota, o hospital explica que o protocolo foi concluído na madrugada deste sábado (26). Ainda de acordo com o hospital, a família do policial estava em contato com a Central de Transplantes do Estado para fazer a doação de órgãos, mas desistiu e ele será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Marcelo foi baleado durante um assalto na Barraca do Regis, na rua Ceará, próximo a uma escada de acesso ao Parque Júlio César. Três ladrões chegaram em um Gol prata. Enquanto um deles ficou no carro, os outros dois, um deles armado, desceram e abordaram as pessoas que bebiam e conversavam na barraca. Eles passaram com um saco na mão exigindo que todos entregassem o celular. O policial, que estava com dois amigos, entregou o telefone. Enquanto um dos ladrões voltou com o saco cheio de celulares para o carro, o segundo se virou para continuar o roubo em outra mesa. Nesse momento que ele ficou de costas, Marcelo sacou a arma e anunciou que era policial. O delegado Marcelo Sansão, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), não sabe se a arma do policial falhou ou se ele hesitou. O ladrão se virou e atirou na cabeça de Marcelo. Advogado, Marcelo tinha apenas seis meses de experiência na polícia - estava lotado na Superintendência Regional de Polícia Rodoviária Federal (SRPRF), em Porto Velho (RO), desde março. Ele veio a Salvador visitar família e amigos e voltaria para Rondônia na sexta. “Ele veio visitar os pais e o irmão que já tinha um tempo que não via os três. Ele está de folga há uma semana e iria para o aeroporto na madrugada”, disse uma amiga da família. (C24H)



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário