ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana

Polícia descobre desmanche de carros durante operação em Caetité

Bahia tem nova redução e gasolina fica quase 10% mais barata; em Brumado o valor chega a R$ 5,09

Lacen realiza coleta de sangue de morador de Brumado com suspeita de Monkeypox

Vaca escorrega após invadir farmácia no Oeste da Bahia; vídeo viraliza na internet

'É melhor nos tratarem bem, senão vamos ligar o foda-se', diz Paulo Guedes em resposta à França

Homem é preso em operação de combate à pornografia infantil na Bahia

MP-BA lança cartilha digital que orienta sobre violência doméstica

Rosa Weber é eleita nova presidente do STF

Deputado João Carlos Bacelar discute com agentes de trânsito em Salvador

Brumado: MP instaura inquérito para apurar supostas irregularidades em concurso público da Prefeitura

Produção industrial baiana cresceu 11,9% em junho

Leilão de quase R$ 143 milhões ofertará esgotamento sanitário para Brumado

Manutenção emergencial interrompe abastecimento em Brumado e Malhada de Pedras


Presidente do Sindsemb é muito criticado por falta de pulso firme nas negociações salariais

O presidente do Sindsemb, Edilson Costa, vem sendo muito criticado pela categoria por não obter até o momento um resultado positivo nas negociações com a prefeitura (Foto: Reprodução Facebook)

As negociações salariais entre o Sindsemb e a Prefeitura Municipal já se arrastam por vários meses e, com isso, muitos servidores municipais já estão perdendo a paciência e começam a desferir severas críticas contra o presidente do Sindsemb, Edilson Costa, que está sendo avaliado como incapaz de representar a categoria à altura, pois não vem, segundo eles, mostrando uma vitalidade necessária para obter um resultado positivo neste processo de renegociação salarial. “Ele tinha que nos defender com unhas e dentes, mas não é isso que temos observado infelizmente”, citou um servidor ao 97NEWS, o qual acompanhou do lado de fora a reunião na manhã desta sexta-feira, dia 28, que aconteceu na prefeitura municipal, a qual acabou novamente sem uma definição. A insatisfação dos servidores públicos municipais aumenta cada vez mais e, caso não haja um desfecho positivo, com o pagamento de um reajuste de no mínimo de 8% retroativo a maio, a categoria poderá cruzar os braços e deflagrar uma greve, que não é vista ainda com bons olhos pelo presidente do Sindsemb, que tem o foco nesse momento na luta para que o turnão seja efetivado, no reajuste de 6% e na criação do vale-alimentação, o que já foi totalmente descartado pela atual gestão que garantiu que não há dinheiro no cofre para isso. Na semana que vem irá ser realizada uma assembleia da categoria que acontecerá em forte clima de tensão, onde poderá se confirmar a deflagração de uma greve. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário