ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: MP instaura inquérito para apurar supostas irregularidades em concurso público da Prefeitura

Produção industrial baiana cresceu 11,9% em junho

Leilão de quase R$ 143 milhões ofertará esgotamento sanitário para Brumado

Manutenção emergencial interrompe abastecimento em Brumado e Malhada de Pedras

ADAB identifica praga cochonilha do carmim em plantação de palma de Dom Basílio

Vitória da Conquista: Mulher é morta a tiros na frente da filha

Incra notifica assentados em situação irregular em Vitória da Conquista e mais 6 cidades

Bahia tem 20 casos confirmados da varíola dos macacos

Brumado: Agentes de saúde vão a Câmara e pedem correção de insalubridade e representação sindical

Motorista e passageira ficam feridos após picape capotar na rodovia que liga o Distrito de Sussuarana à Anagé

Votação que prevê aumento no piso salarial de agentes comunitários de Salvador gera confusão e bate boca na Câmara de Salvador

Morre aos 45 anos em Brumado, Jaqueline Santos, auxiliar de saúde bucal

Vitória da Conquista registra aumento no número de picadas de escorpiões

Maxxnet lança promoção para o Dia dos Pais

WhatsApp já permite sair de grupo sem alarde e escolher quem pode ver você online

Parque Tecnológico da Bahia irá receber mais de R$ 9 milhões de investimento

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação


Itabuna: TCE desaprova contas da Direc e multa gestora em R$ 2 mil

(Foto: Reprodução)

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) desaprovou, por unanimidade, nesta terça-feira (21) a prestação de contas da Diretoria Regional de Educação da cidade de Itabuna (Direc-07), referentes ao ano de 2011. Além disso, o TCE decidiu pela aplicação de multa no valor de R$ 2 mil à gestora Miralva Moitinho Souza em razão de graves falhas na gestão dos recursos públicos”.Entre as irregularidades apontadas pelos auditores, que levaram à desaprovação das contas da Direc-07, unidade vinculada à Secretaria de Educação do Estado, destacaram-se pagamentos de serviços de transporte escolar sem a realização de procedimentos licitatórios (respaldados apenas por Termos de Reconhecimento de Débito, Indenização e Quitação de Créditos) e indícios de irregularidades na elaboração das cotações prévias de preços que respaldaram as contratações. Os conselheiros ainda aprovaram a sugestão do relator para que o processo seja encaminhado ao Ministério Público Estadual (MPE), para a adoção das providências cabíveis.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário