ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Ministério da Saúde suspende por cautela vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos

Bahia: Caetité, Jacobina e Itagibá reuniram 51% da produção mineral em agosto

Em audiência pública, Prefeitura apresenta proposta do Orçamento 2022

Brumado: Horta comunitária vira exemplo de inclusão social e produtiva em Pedra Preta

Itapetinga: Polícia recupera animais furtados avaliados em mais de R$ 100 mil

Coruja branca aparece no centro de Brumado e é resgatada por populares

Relatório mostra efeito da pandemia no mercado de shows no Brasil

Vacinação contra Covid segue para pessoas com 17 anos ou mais em Brumado

Dia 'D' da Campanha Antirrábica será no próximo sábado (18)

Brumado: Casos ativos de Covid-19 continuam caindo no município

Ituaçu: Justiça determina abertura de CPI para investigar supostas irregularidades na prefeitura

Brumado: Incêndio é controlado com ajuda de videomonitoramento e caminhão pipa

Com cesta básica consumindo até 47% do salário mínimo, brumadenses diminuem compras no supermercado

RotSat: 15 de Setembro - Dia do Cliente

Conquista: Polícia prende homem de 37 anos por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e fraudes bancárias

Sindicato dos Bancários distribui mais de uma tonelada de alimentos em Brumado e Livramento

Brumado registra menos de 100 casos ativos por conta da Covid-19

Leilão virtual do Detran-BA disponibiliza 491 lotes de veículos conservados e sucatas

Com cerimônia realizada em Conquista, Major Leila toma posse como nova comandante da 34ª CIPM de Brumado

Rio de Contas: Barragem Luiz Vieira está com 63,84% de sua capacidade


Repórter é abusada sexualmente: 'Minha calça vai para máquina de lavar, mas e a minha dignidade?'

(Foto: Reprodução)

Tarado no metrô comigo nunca teve vez. Já protagonizei escândalo, já fui responsável pela retirada de um ser desse da estação e calejei meu cotovelo e meu olhar fulminante para encostadas suspeitas, mas, mesmo assim, hoje fui vítima: um usuário do Metrô ejaculou na minha calça. O metrô lotado. Quando cheguei à estação Brás, sentido Corinthians-Itaquera, às 19h30, muitas pessoas saíram e algumas entraram. Entre essas pessoas que entraram no vagão estava esse homem que se achou no direito de se aliviar em mim. No trajeto de 30 segundos entre a estação Brás e Bresser-Mooca, esse homem se masturbou. Não notei nada até a porta estar prestes a se abrir e o barulho da movimentação intercalar com a respiração ofegante dele atrás de mim. Saí do vagão olhando para trás, desconfiada, e ele também saiu e me olhou. Foi quando meus pés tocaram a escada rolante que senti parte da minha calça esquentar. Quando coloquei a mão nela, notei que ela estava molhada. A palavra era nojo. Não dava mais tempo de descer, mesmo que minha vontade fosse pular da escada rolante que subia. Chamei um funcionário do Metrô e aí que tudo ficou ainda mais estranho.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário