ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Apenas um hospitalizado e 221 curados da Covid-19, aponta boletim desta terça-feira (14)

Brumado: Volta às aulas acontece na próxima segunda-feira (20) por meio de sistema online

Bahia: Falso delegado da Polícia Federal suspeito de roubo é preso no interior

Brumado registra aumento na procura por medicamentos para ansiedade e insônia

Queimada atinge área de preservação ambiental em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Dengue, zika e chikungunya têm 1.764 casos confirmados

Brumado: Mesmo inclusa na lista das cidades com 'toque de recolher', prefeitura não vai seguir Decreto Estadual

Mais 15 cidades da Bahia terão ‘Toque de recolher’; ao todo já são 77 cidades na lista do Decreto estadual

PF prende homem que ameaçava derrubar Rodrigo Maia e ministros do STF 'na bala'

IPVA 2020 veículos do transporte escolar foi adiado para setembro de 2021

Milionários criam proposta para que governantes cobrem mais impostos da classe e ajude nos custos com o Covid-19 no mundo

Brumado: 58 pacientes estão com o vírus do Covid-19 ativo; 210 foram curados

Caculé: Indústria de esquadrias vai investir R$ 3 milhões com ampliação de fábrica; novos empregos surgirão

Filha de vereador denuncia nas redes sociais agressões feitas pelo pai: 'Ele me deu vários murros'

LAB: Coleta em domicílio

Polícia Rodoviária Estadual lança mascote para auxiliar em ações de conscientização

Rússia conclui testes e pode iniciar distribuição de vacina contra Covid-19 em agosto

Secretário da Saúde critica distribuição de 'kit covid' com remédios controlados

PRF apreende carga de relógios avaliada em mais de R$ 200 mil em Jequié

Câmara de Brumado poderá aprovar, hoje (13), o retorno dos 180 dias da Licença Maternidade


Prefeito de Santo Sé é condenado a 10 anos de prisão por desvios de recursos e estelionato

(Foto: Reprodução)

O prefeito Ednaldo dos Santos Barros, da cidade de Sento Sé, a 689 km de Salvador, foi condenado a seis anos, dez meses e 24 dias de de prisão, por desvio de recursos públicos, na quinta-feira (23). A decisão foi da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia, que acatou denúncia oferecida pelo MP (Ministério Público) estadual por meio do Núcleo de CAP (Crimes Atribuídos a Prefeitos). De acordo com o MP, Barros também foi condenado a quatro anos e 26 dias de prisão, além de multa, por tentativa de estelionato. Nas duas condenações, a 2ª Câmara determinou que o prefeito faça o ressarcimento dos danos causados aos cofres públicos. O gestor também ficou inapto para exercer função pública por cinco anos, além de inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. Segundo o CAP, entre 1998 e 1999, o gestor efetuou aquisições fraudulentas de material de construção por meio de notas fiscais “frias”, configurando desvio de recursos. Já no ano 2000, o prefeito tentou fraudar o erário com a simulação de um litígio judicial, configurando a tentativa de estelionato. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário