ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Chuvas abaixo da média na Bahia previstas para junho podem afetar safra de milho, aponta Inmet

Centro Espírita promove feijoada beneficente em Brumado neste domingo (26)

Tudo pronto para o Forró do Sítio Novo 2024 as 17h

PF fecha empresas de segurança que atuavam de forma ilegal em Vitória da Conquista e em mais 16 cidades da Bahia

Prefeitura de Brumado confirma realização de eventos juninos na cidade

Anagé: Policial denunciado pelo MP por estupro de vulnerável é preso no sul baiano

CDL de Brumado solicita instalação de semáforos em vias do centro comercial

Embasa e Bahiagás firmam protocolo de intenção para geração de bioenergia

Policiais de São Paulo poderão parar gravação de nova câmera corporal quando quiserem

Cidade do norte da Bahia registra 88 tremores de terra em um dia

Cem quilos de maconha são apreendidos pela Polícia em Guanambi

Brasil poderá dobrar produção de gás natural em 4 anos

Sextou! Faça seu pedido de frutas e verduras fresquinhas em Bete Fruits


Padre é afastado após fotos dele nu serem divulgadas pela internet

Foto de padre circula pelo WhatsApp (Foto: Reprodução)

Um padre foi afastado pelo Bispado da Diocese de Campos dos Goytacazes depois que fotos dele nu vazaram na cidade de Miracema, no Rio de Janeiro. As imagens foram divulgadas pelo WhatsApp e mostram o religioso, que tem cerca de 40 anos, posando para selfies totalmente nu.  Segundo a Diocese, as fotos teriam sido divulgadas por uma mulher que se relacionava com o padre pelas redes sociais. Ele foi afastado no sábado (28). O padre disse aos superiores que chegou a manter relação com uma mulher e declarou que o contato entre os dois aconteceu no máximo cinco vezes, através das redes sociais. O vazamento da foto teria sido uma "armadilha" da mulher para "manchar" a imagem do padre, segundo ele. A Diocese ainda está apurando mais detalhes sobre o caso. "Estamos investigando a gravidade do assunto, mas apenas o ato dele ter tirado a foto já é matéria contra o mandamento da Igreja Católica, constitui crime e exige punição", diz pronunciamento do Bispado ao G1.  A mulher não se manifestou nem foi ouvida na Diocese. O padre estava à frente da igreja de Natividade há cerca de 15 dias. Antes, ele trabalhava na matriz de Miracema, onde as fotos foram divulgadas e onde mora a mulher com quem se envolveu.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário