ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Clínica Mais Vida informa que estará de recesso entre 22 e 25 de junho

Homens são 98% dos presos por aborto no Brasil, diz Justiça

'Rei da Seresta' é preso após show no interior da Bahia

Brumado: Paulo Henrique é encontrado morto às margens de linha férrea no bairro Dr. Juracy

Justiça mantém multa de R$ 8,6 mi a Oi por propaganda enganosa em emissora de TV

Prefeita do município de Maetinga é alvo de duas CPIs

Vídeo em que advogada aparece chorando junto aos filhos por ter passado no concurso viraliza

Salário médio dos baianos era sexto menor do Brasil em 2022, aponta IBGE

Mulher é presa ao tentar vender filhos na Bahia; uma das crianças tinha 32 dias

OMS alerta sobre lote falsificado de Ozempic encontrado no Brasil

Inverno na Bahia: Cidades baianas devem ter frio de 10ºC

Super ofertas do mês de junho da Central das Carnes; confiram


Casal é preso depois de comprar bebê por R$ 5 mil

(Foto: Reprodução)

Um casal foi preso em Feira de Santana acusado de comprar um bebê de oito dias de vida. O menino nasceu em Fortaleza, de onde é sua família. Ailton Cerqueira Chagas, 39 anos, e a mulher, de prenome Ana, foram até a cidade e voltaram com a criança. Os dois responderão por adoção ilegal. Segundo informações da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), a informação chegou depois da denúncia. A avó biológica da criança está em Feira de Santana e será ouvida. A Polícia Federal também se envolveu na operação e a mãe da criança deve ser ouvida em Fortaleza, mas ainda não há informação. Em depoimento, Ailton e Ana disseram que souberam através de conhecidos que havia uma mulher grávida que estava disposta a abrir mão do filho e negociaram para comprar o garoto e criá-lo. Apesar do depoimento, a polícia duvida da versão e acredita que eles fazem parte de uma rede de tráfico humano. A participação dos dois em uma quadrilha está sendo investigada. O valor da negociação teria sido de R$ 5 mil, mas nenhum dos dois quis dizer no depoimento quanto pagou pelo menino.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário