ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Conquista: Jovem de 18 anos é presa ao tentar levar cocaína, armas e munições em ônibus

Gabriel, ex-jogador do Flamengo, estará presente no Futebol Solidário 2021

Caminhão baú de Brumado tomba entre o Distrito de Cascavel e Mucugê

Brumado: Mulher encontra quase R$ 2 mil próximo a banco e procura por dono da quantia

Infectologista da Clínica Mais Vida, em entrevista a TV Sudoeste, fala sobre o Dia Internacional da Luta contra a AIDS

Empresário Emanoel Araújo participa do lançamento da pré-candidatura de ACM Neto

Tema Livre Podcast desta semana recebeu o produtor de eventos e artista plástico 'Kezinha'

Municípios relatam atraso em entrega de vacina BCG; cidades sofrem com desabastecimento

Criança morre depois que parede de casa desaba em Itapetinga

Governo da Bahia publica mudanças em mais de 50 comandos da Polícia Militar

Infectologista da Clínica Mais Vida fala sobre o Dia Mundial de Luta contra a AIDS e a importância do diagnóstico precoce

Dom Basílio: Morre o blogueiro Aderson Caires, vítima de doença neurodegenerativa

Política: Jair Bolsonaro assina filiação ao PL

Homem em estado grave aguarda transferência do Hospital Municipal de Brumado para uma unidade de saúde em Vitória da Conquista

PM algema homem a moto em movimento em São Paulo e vídeo viraliza

Menina de 12 anos morre após cair de telhado em Ilhéus

Homem é preso suspeito de tentar subornar policiais na Chapada Diamantina

Dois casos da variante ômicron são confirmados no Brasil

Governo Federal pede que 625 mil devolvam o auxílio emergencial

Seabra: Grupo é preso acusado de usar e repassar R$ 1,3 mil em notas falsas


Em Minas, pastor é preso após organizar suruba evangélica

(Foto: Reprodução)

No município mineiro de João Monlevade um pastor de 36 anos foi preso após denúncias de que o mesmo estaria promovendo encontros sexuais coletivos entre os fiéis da ‘Igreja do Reavivamento Divino’. As informações são do Tramado por Mulheres. Segundo testemunhas ouvidas na 27ª Delegacia Regional João Monlevade o pastor Gibran Henrique induzia os fiéis a deturpações das leituras bíblicas para que os mesmos se despissem de suas roupas e de sua moral. Giovana Duarte Sarmento, estudante de 27 anos disse em depoimento que o pastor selecionava as moças e rapazes de beleza mais evidente para os “encontros de aprofundamento”, nestes encontros ele afirmava que para entrar em conexão direta com Deus precisariam tirar as roupas e tomar o sangue de Cristo, que era representado por cálices de Cabernet Sauvignon. Depois de dezenas de cálices de vinho o pastor Gibran promovia a chamada ‘comunhão com os irmãos’, que segundo depoimento de Letícia Duila Cabral, radalista de 26 anos, seria uma espécie de abraço coletivo onde todos deveriam sentir integralmente o corpo dos irmãos. 



Comentários

  • luiz carlos

    "A faça me o favor, e esses "fieis" ai, vão dizer que não sabia da má intenção do pastor, pelo que entendi não havia ninguém de menor idade, então todo mundo casado e sabe muito bem o que significa a malicia, foram porque queriam..."

Deixe seu comentário