ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Forró da CDL promete movimentar economia local com dois dias de festa em Brumado

MP-BA aciona Clube de Campo Guanambi e governo municipal por poluição sonora

Atendendo a pedido de Bizuga Ramos, Guilherme Bonfim promove recuperação de trecho entre Av. Centenário e BR-030

Crianças se escondem em areia para não serem mortas pelo próprio pai

Super ofertas do mês de junho da Central das Carnes; confiram

Governo do Estado abre 287 vagas de concurso para a Polícia Penal; salário varia entre R$ 2.601,04 e R$ 4.478,31

Mulher é estuprada quando voltava para casa no município de Tanque Novo

PF vai investigar se houve irregularidades em leilão do governo para compra de arroz

Brumado: Produção do Forró da CDL se reúne com ambulantes para definir o que pode ou não pode ser comercializado dentro do evento

MP recomenda que Município de Anagé rescinda contratos com escritórios de advocacia

Cerimônia do Jaleco de Medicina reuniu estudantes, professores, diretores e autoridades municipais em Guanambi

Brumado: Jovem que atropelou técnica de enfermagem passa por audiência de custódia

Familiares e amigos se despedem de técnica de enfermagem que morreu atropelada em Brumado

Em ação conjunta, MPT-BA age para combater comércio e produção de fogos de artifício clandestinos

Brumado: Vereador Rey de Domingão é condenado por ofensas à ex-secretário do município

Bahia: Jovem é presa suspeita de utilizar dados de vítimas em situação de vulnerabilidade social para solicitar empréstimos

Deputado que associou nordestinos a galinhas que recebem 'migalhas' se torna alvo do conselho de ética

Homem é preso com celular roubado durante aniversário de Brumado

Brumado: PM prende homem com mandado em aberto em festa da cidade

Brumado: PM é denunciado por intolerância religiosa e furto contra monumento do candomblé


'Fiz muito sexo por interesse', confessa Andressa Urach

(Foto: Reprodução)

Andressa Urach está se recuperando de uma experiência de quase morte e afirmou que está muito mudada, fisicamente e espiritualmente. A loira admitiu que tinha preconceito contra homens sem dinheiro. "Também fiz muito sexo por interesse, nunca por amor. Sempre me envolvi com homens de bom poder aquisitivo, comprometidos, casados, para conseguir deles boas viagens e bons jantares. Não tenho vergonha de contar, porque isso faz parte do meu passado", disse ela ao Ego.Urach contou que nos 25 dias que passou em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) chegou a ver vultos negros a cercando e temeu por sua vida. Para ela, todo o sofrimento foi causado pelo seu passado, que chama de "pecaminoso".  

Disse também que fazia "trabalhos" para prejudicar pessoas que podiam atrapalhá-la e para conseguir o que queria. "No hospital vi espíritos da morte querendo levar a minha alma. Eram a alma da morte. Eles me rondavam porque queriam a minha alma de qualquer jeito. Isso tudo porque eu não agradeci a Deus", acredita. "Não cometi pecados de matar, de roubar, mas pecados de excesso de vaidade, de arrogância. Era arrogante talvez em função da vida difícil que tive. Ignorada pelo meu pai, abusada sexualmente dos 2 aos 8 anos pelo marido da mulher maravilhosa que me criou, uma professora de português, fui ficando com o coração mais frio. Também passei por cima de algumas pessoas e também expus muito a minha vida, o meu corpo... No hospital passou todo esse filme na minha cabeça, mas Deus conhecia o meu coração", lembrou. A loira disse que teve muitas conquistas profissionais com ajuda de "trabalhos". "Tinha consulta com uma senhora que comandava um centro. Não chegou a ser magia negra, não sei explicar muito bem", diz. "Também fiz mal para algumas pessoas, fazendo trabalhos para elas se afastarem de mim. A senhora que comandava o centro dizia o nome da pessoa, e eu fazia o trabalho para mantê-la longe", conta. Ela estima que tenha gastado quase o preço de um apartamento com os trabalhos. Apesar dos casos com vários homens, Urach diz que nunca encontrou um amor de verdade. "Sempre tive preconceito com homem que não tinha dinheiro. Sempre quis homens que me proporcionassem bons jantares, boas viagens, e isso é um pensamento triste. Não buscava o sentimento da pessoa e, sim, o que ela poderia me oferecer", disse durante a entrevista.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário