ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Trabalhadores da Endicon são demitidos e temem 'calote' de empresa

Brumado: Preso em flagrante tem ataque de fúria, agride policiais e quebra objetos de delegacia

PM apreende drogas e pássaros silvestres em Rio de Contas

Acesse a TV Templo dos Milagres no Youtube e seja abençoado

Brumado: Mega estrutura está sendo montada para o Verão VIP com ingressos limitados

O Tema Livre Podcast desta semana recebeu o 'MC Naip Bronka'

Brumado: Subnotificação dos casos de Covid esconde números reais da doença

Cinco morrem e mais de 70 são presas em operação da PM na Bahia

Homem mata pastora de 84 anos a pauladas na porta de igreja

Há 41 anos, mulher procura avós que possivelmente moram em Brumado ou Caetité

Operação Força Total intensifica policiamento na Bahia

Dr. Felipe Leão, médico da Clínica Mais Vida, alerta sobre a importância da realização do check-up

Operação da PF prende homem que divulgou vídeo de estupro de criança


Vigilância Sanitária e PM interidam Restaurante na Av. Otávio Mangabeira

A PM e a vigilância sanitária cumpriram a interdição (Foto: 97NEWS)

Sob a recomendação do Ministério Público a Vigilância Sanitária e uma guarnição da Polícia Militar estiveram realizando uma operação de interdição em um dos restaurantes mais conhecidos da cidade que fica localizado na Av. Otavio Mangabeira, num dos locais mais badalados da cidade. O motivo que levou ao restaurante ser interditado foi que, mesmo após ter sido notificado pela Vigilância há cerca de dois meses, a qualidade dos alimentos oferecidos aos clientes não foi melhorada, já que haviam provas que eram servidos alguns alimentos impróprios para o consumo. Ao tomar conhecimento do fato, o Ministério Público recomendou a interdição, a qual foi executada hoje, 23/01, por volta das 12:30 horas, justamente o horário de maior pico do estabelecimento, onde foram encontrados alimentos com prazo de validade vencidos e também comida estragada. O fato causou surpresa em muita gente e vem mostrar a inflexibilidade e a rigidez do setor de vigilância sanitária, que, ao que tudo indica, deverá atuar em outras bares e restaurantes da cidade, visando o bem estar e a saúde dos brumadenses e dos turistas que visitam a cidade. Agora os proprietários do restaurante deverão ter um prazo para se adequar e sanar os problemas para voltar às suas atividades. 

(Foto: 97NEWS)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário