ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Clínica Mais Vida informa que estará de recesso entre 22 e 25 de junho

Homens são 98% dos presos por aborto no Brasil, diz Justiça

'Rei da Seresta' é preso após show no interior da Bahia

Brumado: Paulo Henrique é encontrado morto às margens de linha férrea no bairro Dr. Juracy

Justiça mantém multa de R$ 8,6 mi a Oi por propaganda enganosa em emissora de TV

Prefeita do município de Maetinga é alvo de duas CPIs

Vídeo em que advogada aparece chorando junto aos filhos por ter passado no concurso viraliza

Salário médio dos baianos era sexto menor do Brasil em 2022, aponta IBGE

Mulher é presa ao tentar vender filhos na Bahia; uma das crianças tinha 32 dias

OMS alerta sobre lote falsificado de Ozempic encontrado no Brasil

Inverno na Bahia: Cidades baianas devem ter frio de 10ºC

Super ofertas do mês de junho da Central das Carnes; confiram


Mãe e filha são detidas após briga com arma branca em Guanambi

Foto: Reprodução l Redes Sociais

Duas mulheres, sendo mãe e filha de 62 e 39 anos, respectivamente, foram apresentadas na Delegacia Territorial de Guanambi, nesta segunda-feira (20), após serem encontradas feridas com diversas perfurações no corpo. Em depoimento, ambas alegaram ter iniciado uma briga com uso de facas. A Polícia Militar informou que os militares foram acionados pela Central de Operações para averiguar a ocorrência de agressão no Bairro Alvorada. No local, encontraram a senhora toda ensanguentada, sentada em uma cadeira na calçada, com várias lesões e perfurações na região torácica, no braço, nas mãos e nas costas. Ao seu lado, estava uma faca ensanguentada. A primeira vítima afirmou, por sua vez, que as lesões foram provocadas pela filha, que também foi encontrada ferida em uma cama, com diversas lesões e perfurações na região da barriga, braços e mãos. Ao seu lado, uma outra faca suja de sangue. As mulheres foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e conduzidas para o Hospital Geral de Guanambi (HGG). Depois, ambas foram apresentadas na Delegacia Regional para as providências cabíveis.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário