ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Clínica Mais Vida informa que estará de recesso entre 22 e 25 de junho

Homens são 98% dos presos por aborto no Brasil, diz Justiça

'Rei da Seresta' é preso após show no interior da Bahia

Brumado: Paulo Henrique é encontrado morto às margens de linha férrea no bairro Dr. Juracy

Justiça mantém multa de R$ 8,6 mi a Oi por propaganda enganosa em emissora de TV

Prefeita do município de Maetinga é alvo de duas CPIs

Vídeo em que advogada aparece chorando junto aos filhos por ter passado no concurso viraliza

Salário médio dos baianos era sexto menor do Brasil em 2022, aponta IBGE

Mulher é presa ao tentar vender filhos na Bahia; uma das crianças tinha 32 dias

OMS alerta sobre lote falsificado de Ozempic encontrado no Brasil

Inverno na Bahia: Cidades baianas devem ter frio de 10ºC

Super ofertas do mês de junho da Central das Carnes; confiram


Brumado: Morador de rua tem abrigo incendiado e solicita apoio do Poder Público

Foto: Rádio Portal Sudoeste

Um abrigo localizado no entroncamento da Avenida Centenário com a Avenida João Paulo foi incendiado durante a madrugada desta segunda-feira (20), em Brumado. O homem em situação de vulnerabilidade social é conhecido como Fernando e, segundo populares, ele já recebeu ajuda da Assistência Social do município para retornar a sua cidade de origem, mas sempre volta à cidade. O morador de rua já foi visto nas mediações do Mercado de Artes, área central da cidade, e atualmente dormia no canteiro central da Avenida Centenário, em uma estrutura montada por ele. No local, Fernando acumulava muito lixo e queimava madeira em um fogão improvisado. 

Foto: Rádio Portal Sudoeste

A reportagem da Rádio Portal Sudoeste esteve no local na manha desta segunda-feira e conversou com Fernando. Ao ser questionado do porque ele vivia naquela condição, ele afirmou que não tem moradia. Entretanto, ainda durante suas respostas, ele usava frases desconexas, inclusive citando que "uma cobra coral seria sua amiga". Sobre sua origem, Fernando afirmou inicialmente que seria da Venezuela, mas em seguida, ressaltou que veio da cidade de Salvador. O homem aproveitou para pedir um toldo (barraca) para que pudesse se abrigar, e ainda sugeriu a doação de uma casa do Programa Minha Casa Minha Vida como sua moradia.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário