ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Número de candidatos que se apresentam com identidade religiosa bate recorde

Anvisa permite importação excepcional de remédios e vacinas para varíola dos macacos

Endocrinologista pediatra da Clínica Mais Vida alerta sobre cuidados com exercícios físicos

Guarda municipal não atua como força policial, decide STJ

CIPRv apreende 2 kg de maconha em ônibus interestadual próximo a Caetité

Brumado: Policial de folga identifica foragido de unidade prisional e aciona guarnição da 34ª CIPM

Homem desmaia após explosão de pneu em borracharia no Oeste da Bahia

Armazém do Criador: 19 de Agosto - Dia da Aviação Agrícola

Brumado tem redução de 40% em crimes violentos letais intencionais no 1º semestre de 2022

Bahia registrou 138 denúncias desde 2019 sobre trabalho escravo

Guanambi: Carro capota e médico sai ileso de acidente na 'Curva da Morte'

Pedestres se arriscam atravessando fora da faixa no centro comercial de Brumado

Adolescente de 15 anos usa a rede social para denunciar abuso sexual em Livramento de Nossa Senhora

Homem é morto a tiros e pedradas em Coaraci

Celular explode enquanto criança de 6 anos assistia vídeo no interior do Ceará

Guanambi: Jovem de 24 anos tem perna amputada após acidente de moto

Vitória da Conquista: Boliviana é presa com cocaína encontrada dentro de saco de 'batatas'

Site do governo da Bahia é suspenso após decisão judicial

Bahia registra 5 mortes e 1.170 novos casos de Covid em 24h

Tema Livre Podcast desta semana conversou com Joan Júnior, cantor e compositor


Brumado: APLB-Sindicato aciona Sindsemb na justiça por não reconhecer 'legitimidade' do órgão em defesa dos profissionais da educação

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Um processo judicial foi aberto na justiça de Brumado pela APLB-Sindicato por não reconhecer a legitimidade do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brumado (SindsemB). Segundo o Sindsemb, a ação movida pela APLB questiona a legitimidade do Sindsemb em atuar na defesa dos profissionais da educação pública municipal. Em entrevista ao site 97NEWS, Jerry Adriano, presidente do Sindsemb afirmou que recebeu com surpresa a intimação. "A APLB-sindicato quer tirar do Sindsemb o direito de lutar pelos professores municipais de brumado. Nós repudiamos este tipo de ação, provavelmente a instituição se considera unicamente legítima para atuar em prol dos interesses dos profissionais da educação de Brumado", disse. A intimação foi entregue dia 02 de junho, no entano, só esta semana é que o presidente do Sindsemb resolveu se pronunciar. Segundo Adriano, a ação será devidamente contestada. "Serão apresentadas todas as razões jurídicas que demonstram o profundo equívoco da APLB-Sindicato", diz. De acordo com o presidente do Sindsemb, a APLB sempre foi parceira em defesa dos servidores, mas nos últimos anos, os pensamentos da atual gestão da Delegacia da APLB de Brumado vem se divergindo. "Como se sabe, a pedido dos próprios professores, o Sindsemb tem encampado lutas de caráter administrativo e judicial em favor destes profissionais face à inércia de outras instituições que dizem defender a classe, mas que nada fazem de efetivo e concreto a fim de favorecer a categoria", pontuou Jerry no qual ainda alfinetou dizendo que: "Sindicato de verdade é aquele que briga, que vai atrás, que aciona todo e qualquer meio legal para concretizar e tornar reais as suas demandas. Aparentemente, ainda existem líderes sindicais que, em vez disso, se preocupam apenas com as finanças da instituição e têm medo de perder filiados".  

 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Conforme o presidente do Sindsemb, a administração municipal reconhece, apenas, o Sindsemb enquanto instituição sindical legítima para lutar por qualquer servidor público municipal. "Retirar de nosso sindicato a autonomia para lutar pelos professores é o mesmo que deixá-los completamente desamparados, sem qualquer perspectiva de proteção administrativa", destaca. Para o advogado José Bento Brito, que representa a instituição, esse possível "atrito" só trás prejuízos aos servidores municipais. "O fato é que, infelizmente, alguns diretores de outras instituições possuem desentendimentos de ordem política com os gestores municipais, o que só prejudica a luta sindical, criando embaraços nitidamente desnecessários e de ordem pessoal. Então, os maiores prejudicados com isso são os servidores. O Sindsemb não perde com isso, não sei qual o interesse da APLB com este tipo de ação", comentou o advogado. Questionado se o ato seria "por ciúmes", Jerry Adriano afirmou que acredita ser um ato de "vaidade". "Olha, possa ser vaidade ou por medo de perder afiliados! Mas pra nós foi uma surpresa. Posso te afirmar que isso um verdadeiro retrocesso social, uma mancha histórica em nossa sociedade que será difícil de se apagar", finalizou Jerry Adriano Garcia Prates.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário