ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Clínica Mais Vida informa que estará de recesso entre 22 e 25 de junho

Homens são 98% dos presos por aborto no Brasil, diz Justiça

'Rei da Seresta' é preso após show no interior da Bahia

Brumado: Paulo Henrique é encontrado morto às margens de linha férrea no bairro Dr. Juracy

Justiça mantém multa de R$ 8,6 mi a Oi por propaganda enganosa em emissora de TV

Prefeita do município de Maetinga é alvo de duas CPIs

Vídeo em que advogada aparece chorando junto aos filhos por ter passado no concurso viraliza

Salário médio dos baianos era sexto menor do Brasil em 2022, aponta IBGE

Mulher é presa ao tentar vender filhos na Bahia; uma das crianças tinha 32 dias

OMS alerta sobre lote falsificado de Ozempic encontrado no Brasil

Inverno na Bahia: Cidades baianas devem ter frio de 10ºC

Super ofertas do mês de junho da Central das Carnes; confiram


Aeroporto de Salvador tem alerta de sequestro ativado por engano

Foto: Reprodução

Um voo da Azul Linhas Aéreas, que partiu do Aeroporto de Campinas (VCP) para o Aeroporto de Salvador, teve o alerta de sequestro acionado por engano durante a noite de sexta-feira (28). O código 7500 é usado em caso situação de sequestro. Por conta disso, a aeronave modelo Embraer 195-E1 matriculada PR-AUN, ficou parada na pista principal que ficou paralisada por 40 minutos, desviando outros voos para uma pista auxiliar e algumas aeronaves também foram obrigadas a ficar orbitando nas proximidades, enquanto aguardavam a liberação da pista para pouso. Em nota, a Azul Linhas Aéreas, informa que, “por uma falha operacional, o código 7500 que indica apropriação ilícita da aeronave foi acionado durante o voo que seguia de Campinas (VCP) para Salvador (SSA) na noite de sexta-feira (28). Após o pouso, o avião foi submetido a um protocolo de segurança da companhia e do Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA), que não identificou riscos para a segurança do voo. A companhia lamenta eventuais aborrecimentos causados a bordo e destaca que ações como essa são necessárias para garantir a segurança de suas operações”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário