ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Distrito Federal registra primeiro caso de raiva humana desde 1978

Brumado: Presidente da Câmara diz que foi ameaçada após liberar tribuna para deputado

Acusados de feminicídio podem ser obrigados a pagar despesas do INSS

Vila Nova vence Magnesita e leva o título do Campeonato Brumadense 2022

Cresce desinteresse do eleitor brasileiro pelo voto, aponta pesquisa

Psicólogo da Clínica Mais Vida fala sobre o sentido da vida segundo Viktor Frankl

Amado Batista leva multidão em show no São Pedro de Guajeru

Avião cai e assusta moradores na Chapada Diamantina

Sessão ordinária desta segunda-feira (4/07) tem aprovação de textos importantes à comunidade brumadense

Jovem de 16 anos é morto a tiros dentro da rodoviária de Vitória da Conquista

Humorista do SBT faz piada de criança com hidrocefalia e é demitido da emissora

Prefeitos de todo o país vão a Brasília em manifestação contra propostas do governo federal

Preço do botijão de cozinha nas refinarias aumentou mais de 600% entre 2002 e 2021

Caminhão desgovernado tomba em frente a rodoviária da região e deixa motorista ferido

Tanhaçu: Homem de 38 anos morre após levar choque em freezer

Casos de Covid sobe e Brumado volta a registrar óbito por conta da doença

Guanambi: Retorno das aulas na rede municipal é adiado por causa de casos de Covid-19

PM mata irmã após discussão e é presa pelo próprio marido no RJ

Casos de varíola dos macacos chegam a 76 em todo o país, diz Ministério da Saúde

Negros são a maioria das vítimas de crimes violentos no Brasil, mostra levantamento


Após tentar por 27 vezes, vendedor ambulante passa em concurso da Polícia Militar da Bahia

Foto: Reprodução l TV Subaé

O vendedor de água mineral, Daniel Santos Oliveira, de 27 anos, não conteve a emoção ao saber que foi aprovado no concurso público da Polícia Militar da Bahia. A vitória veio após 27 tentativas e cerca de cinco anos de estudos intensos. Daniel começou a vender água mineral há cerca de sete anos, quando ficou desempregado. O dinheiro conquistado com as seis horas de vendas diárias no semáforo da Avenida Artêmia Pires, no bairro do SIM, era usado para pagar o cursinho preparatório do exame. A rotina puxada de trabalho, cursinho e estudos em casa ainda foi marcada por tentativas frustradas: Daniel chegou a passar em Engenharia Civil, na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), mas a carga horária não deixava tempo livre para o trabalho. "Ou eu cursava engenharia civil e passava fome ou seguia trabalhando e estudando para concurso público. Eu preferi continuar estudando para o concurso público", afirmou. Além disso, o estudante "bateu na trave" da convocação em sete dos 27 concursos prestados durante cinco anos. Além disso, o vendedor até foi aprovado duas vezes em concursos da PM em São Paulo, mas a nomeação não foi consolidada. Apenas em 2019, o jovem foi aprovado no concurso da PM da Bahia, mas ainda foi necessário esperar mais de um ano para de fato comemorar. Há cerca de uma semana, Daniel foi aprovado no teste de aptidão física (TAF) e venceu todas as etapas para a nomeação. Para o estudante, a vitória só seria melhor se pudesse comemorar com a mãe, Alcione Almeida Santos. Aos 42 anos, a mãe de Daniel morreu, um dia depois dele saber que o concurso tinha sido homologado e ele seria chamado.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário