ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira

Família é feita refém e torturada durante assalto na zona rural de Brumado

Morre aos 94 anos, a mãe do presidente Jair Bolsonaro

Suspeito de tráfico de drogas é preso em Guanambi

Na Bahia, 283 servidores que não comprovaram vacinação serão afastados por 90 dias

Criança que teve parada cardíaca horas após se vacinar tem doença rara, diz investigação

Brumado: Ambulância atropela e mata cavalo na BA-262

36 agências bancárias da Bahia fecham temporariamente após surto de Covid-19

Ataque hacker ultrapassa 24 horas e sites do governo ainda estão fora do ar

Dr. Igor Malaquias foi o entrevistado do Tema Livre Podcast desta semana

Bahia: Governador anuncia redução de 3 mil para 1,5 mil pessoas em eventos

Brumado: Presidente da Câmara testa positivo para Covid pela 3ª vez

Policiais civis aprovam estado de greve na Bahia

Site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia é hackeado

Prefeitura de Brumado vai iniciar reformas em casas atingidas pelas chuvas

Brasil registra 6 vezes mais casos diários de covid-19 que em dezembro

Brumado registra 36 novos casos de coronavírus em 24h


Brumado: Mais bancários, menos filas; Sindicato denuncia demissões nas agências bancárias do Sudoeste

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A onda de demissões nos bancos da Região Sudoeste tem como consequência mais filas nas agências bancárias, elevando o tempo de atendimento e a exposição dos trabalhadores a riscos, inclusive de contaminação pela Covid-19. Para denunciar essa situação, representantes do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região estiveram nesta sexta-feira (26) em Brumado, realizando manifestos em frente às agências bancárias do município. Em entrevista ao site 97NEWS, o presidente da entidade, Leonardo Viana, relatou que os bancos, mesmo tendo um lucro absurdo, tem provocado demissões em massa em nossa região. "Sabemos da crise econômica no pais com relação à outros setores, mas essa realidade vai de encontro quando se fala no setor bancário. Só para citar um exemplo, a Caixa Econômica Federal no primeiro semestre deste ano lucrou R$ 11 bilhões. O Bradesco já soma R$ 20 bilhões de lucro, apenas nos nove primeiros meses deste ano. Já o Banco do Brasil chega perto dos R$ 18 bilhões de lucro, então não há crise nesse setor", afirma Viana. 

 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

De acordo com o presidente do Sindicato, as denúncias de agências lotadas, falta de funcionários, e ao mesmo tempo em que as instituições bancárias promovem onda de demissões são constantes pela categoria. "No Brasil, só este ano, já foram mais de 12 mil demissões. Em 2020, só o Bradesco demitiu cerca de 8.500 funcionários. Em Brumado tem casos preocupantes, tem agências aqui que já demitiu dois funcionários. Um dos casos a gente conseguiu reverter, outro não. Tem o caso do colega que faleceu por covid e que colocaram outra pessoas no lugar mas não supriu a demanda de atendimento", frisa Leonardo. Levar a situação aos órgãos da justiça faz parte da série de ações que o Sindicato vem promovendo contra a onda de demissões. "Mesmo com lucros exorbitantes, os bancos descumprem acordo firmado de não demissão nesta pandemia. O que está acontecendo é absurdo, desumano", enfatiza o presidente.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário