ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Cresce desinteresse do eleitor brasileiro pelo voto, aponta pesquisa

Psicólogo da Clínica Mais Vida fala sobre o sentido da vida segundo Viktor Frankl

Amado Batista leva multidão em show no São Pedro de Guajeru

Avião cai e assusta moradores na Chapada Diamantina

Sessão ordinária desta segunda-feira (4/07) tem aprovação de textos importantes à comunidade brumadense

Jovem de 16 anos é morto a tiros dentro da rodoviária de Vitória da Conquista

Humorista do SBT faz piada de criança com hidrocefalia e é demitido da emissora

Prefeitos de todo o país vão a Brasília em manifestação contra propostas do governo federal

Preço do botijão de cozinha nas refinarias aumentou mais de 600% entre 2002 e 2021

Caminhão desgovernado tomba em frente a rodoviária da região e deixa motorista ferido

Tanhaçu: Homem de 38 anos morre após levar choque em freezer

Casos de Covid sobe e Brumado volta a registrar óbito por conta da doença

Guanambi: Retorno das aulas na rede municipal é adiado por causa de casos de Covid-19

PM mata irmã após discussão e é presa pelo próprio marido no RJ

Casos de varíola dos macacos chegam a 76 em todo o país, diz Ministério da Saúde

Negros são a maioria das vítimas de crimes violentos no Brasil, mostra levantamento

Bahia registra 3.480 novos casos de Covid e mais cinco mortes em 24h

Lutando pelo título do Campeonato Brumadense, Magnesita e Vila Nova se enfrentam neste domingo (3)

Anagé: Motociclista de 27 anos fica ferido após acidente na BA-262

Bahia deve registrar poucas chuvas em julho; volume pode ser abaixo dos 80 mm


Polícia investiga denúncias de cenas de sexo durante 'live' em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Polícia Civil investiga imagens que mostram cenas de sexo durante uma live em Brumado. Segundo as investigações, as cenas circulam nas redes sociais e foram transmitidas ao vivo no último fim de semana, em uma garagem. Nas imagens, é possível ver um homem e uma mulher praticando sexo. Uma outra jovem aparece nas imagens. Não se sabe se a live foi de propósito ou se o investigado esqueceu a câmera ligada. Segundo o delegado titular da 20ª Coorpin, Paulo Henrique, as denúncias podem configurar ato obsceno e gerar processos contra os protagonistas das cenas. "A Polícia Civil já está tomando as devidas providências. Eu digo que há um crime específico que é, divulgar cena de sexo. Qualquer pessoa que divulga cena de sexo sem a autorização daquele participante, está cometendo um crime que tem pena de até cinco anos de prisão", afirma. 

 

Foto: Reprodução

O titular também faz um alerta para os que compartilham as imagens nas redes sociais, sendo responsabilizado pelo ato. "Qualquer pessoa que compartilha o print das imagens ou vídeos, e o denunciante me trás o número do telefone do suspeito e a prova, ele também responde por isso", alerta. Para o delegado, a exposição da imagem de uma pessoa trás consequências irreversíveis. "Coloque-se no lugar dessa pessoa que sofre um crime sexual ou psicológico, isso não é bom pra ninguém. Então se alguém quer ajudar, não divulgue as imagens", disse. O caso segue sendo investigado. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário