ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 27 milhões

Universidades Estaduais Baianas apoiaram Carta Aberta à Democracia

Brumado: Duas mulheres ficam feridas em acidente na BA-148

Deputados e senadores querem aumentar os seus salários para R$ 36,8 mil

PMs de Contendas do Sincorá e Vitória da Conquista são investigados por homicídios em 2018 e 2019

Bahia confirma mais dois casos da varíola dos macacos nesta sexta

Badalado restaurante de Livramento é demolido pelos proprietários após decisão Judicial

Brumado: Câmera flagra homem furtando caixa de som em loja de utilidades do centro; assista

Brumado: 34ª CIPM intensifica segurança e realiza blitz na cidade

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana

Polícia descobre desmanche de carros durante operação em Caetité


Polícia investiga denúncias de cenas de sexo durante 'live' em Brumado

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A Polícia Civil investiga imagens que mostram cenas de sexo durante uma live em Brumado. Segundo as investigações, as cenas circulam nas redes sociais e foram transmitidas ao vivo no último fim de semana, em uma garagem. Nas imagens, é possível ver um homem e uma mulher praticando sexo. Uma outra jovem aparece nas imagens. Não se sabe se a live foi de propósito ou se o investigado esqueceu a câmera ligada. Segundo o delegado titular da 20ª Coorpin, Paulo Henrique, as denúncias podem configurar ato obsceno e gerar processos contra os protagonistas das cenas. "A Polícia Civil já está tomando as devidas providências. Eu digo que há um crime específico que é, divulgar cena de sexo. Qualquer pessoa que divulga cena de sexo sem a autorização daquele participante, está cometendo um crime que tem pena de até cinco anos de prisão", afirma. 

 

Foto: Reprodução

O titular também faz um alerta para os que compartilham as imagens nas redes sociais, sendo responsabilizado pelo ato. "Qualquer pessoa que compartilha o print das imagens ou vídeos, e o denunciante me trás o número do telefone do suspeito e a prova, ele também responde por isso", alerta. Para o delegado, a exposição da imagem de uma pessoa trás consequências irreversíveis. "Coloque-se no lugar dessa pessoa que sofre um crime sexual ou psicológico, isso não é bom pra ninguém. Então se alguém quer ajudar, não divulgue as imagens", disse. O caso segue sendo investigado. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário