ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brasil: 75% das famílias têm dívidas, aponta Mapa do endividamento

Ministério da Saúde oferece mais de 21 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Judiciário da Bahia inaugura varas em duas cidades baianas

Novas regras da Tarifa Social devem beneficiar mais de 11 milhões de pessoas

Polícia extermina plantação com mais de 18 mil pés de maconha em Curaçá

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Divulgado o calendário de funcionamento do comércio no mês de dezembro

Mês de novembro apresentou menor número de mortes violentas na Bahia

Região Nordeste concentra quase metade das pessoas em situação de miséria, aponta IBGE

Nordeste: Comitê Científico do Consórcio recomenda cancelamento de Réveillon e Carnaval

Brumado: Após passar pela Secretaria Municipal de Esportes, Paulo Sérgio volta a presidência da LBF

Agência é explodida em Iguaí, Sudoeste do Estado

Bahia recebe 150 mil doses de vacina BCG após municípios enfrentarem desabastecimento


'O povo merece': Defende Lula com Bolsa Família no valor de R$ 600

Foto: Reprodução l O Antagonista

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rechaçou a proposta do governo Bolsonaro de pagar um valor médio de R$ 400 por meio do Auxílio Brasil e defendeu que o benefício seja de R$ 600. “Eu estou vendo agora Bolsonaro dizer que vai dar um auxílio emergencial de R$ 400 que vai durar até o final do ano que vem. E tem muita gente dizendo 'não, a gente não pode aceitar porque é um auxílio emergencial eleitoral'. Não, eu não penso assim”, afirmou Lula a imprensa baiana. O petista lembrou que o PT defende, há cinco meses, o retorno do auxílio emergencial de R$ 600 e diz não ver motivos para o partido criticar o aumento do benefício concedido às famílias. Lula se diz a favor que o partido continue pleiteando o aumento do auxílio para R$ 600 “porque o povo merece”. O presidente Jair Bolsonaro determinou que o Auxílio Brasil, nome dado à nova versão do Bolsa Família, chegue a R$ 400, valor superior aos R$ 300 do auxílio emergencial. O benefício criado para aliviar os efeitos econômicos da pandemia acaba no próximo dia 31.

 



Comentários

  • Sionice Silva dos Santos

    "O Lula para de falar besteira vc nunca deu um bolsa familia justo, agora quer criticar. Quer comprar o povo. Deus não vai permitir pessoas que desonram o nome dele e o povo."

Deixe seu comentário