ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Conquista: Comerciante é preso vendendo celulares com restrição de roubo

Bahia receberá primeira Copa Indígena de Futebol

Empresa brumadense está entre as classificadas para o Prêmio BBM de Logística 2021

Caminhoneiros acusam ministro de se empenhar para desarticular greve

Itapetinga: Homem é preso suspeito de se passar por funcionário de bancos e aplicar golpes de mais de R$ 50 mil

Brumado: Moradores da rua Bocaiuva reclamam que coleta não está sendo realizada e lixo se acumula pela rua

Novo decreto que vai liberar 50% da capacidade dos estádios na Bahia

Brumado: Moradores da Rua Princesa Leopoldina rompem manilha de esgoto após alagamento de casas

Brumado: Moradores reclamam de criação de porcos perto de residências no bairro São Felix

Brumado: Câmara recua e não vota proposta para volta das máscaras de proteção

Conquista: Acidente entre carro de passeio e carreta deixa quatro mortos

Senhor do Bonfim: Operação prende empresário considerado 'príncipe do tráfico'

Após reivindicação da vereadora Verimar, operação 'Água Potável' é iniciada em Brumado

Petrobras sobe novamente preços da gasolina e do diesel

Brumado: OAB vai acionar prefeito na Justiça após decreto que liberou uso de máscaras

Brumado: Colisão lateral entre veículo de passeio e moto deixa dois feridos na BA-148

Motociclista de 42 anos morre em acidente na BA-148

Brumado: Venha conhecer a loja Império Utilidades

Obras da Fiol entre Ilhéus e Caetité vai gerar até 60 mil novos empregos

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia


Azeite da Chapada Diamantina conquista medalha de ouro durante concurso em Paris

Foto: Divulgação

O azeite de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, conquistou medalha de ouro na terceira edição do Olio Nuovo Days Competition, em Paris, na França. O ‘Bests of the Southern Hemisphere’ reuniu participantes de três continentes, América, África e Oceania. As informações são da Agência Minas. Originado de azeitonas plantadas no Nordeste do Brasil, o azeite da cidade chapadeira teve a primeira extração realizada no último mês de fevereiro no Campo Experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), em Maria da Fé, no Sul de Minas. Logo, para a produção dos 280 litros de azeite foi necessária uma viagem de cerca de 20 horas em caminhão frigorífico, entre o munícipio baiano de Rio de Contas e o Sul de Minas Gerais. O esforço visou garantir a integridade e as características das azeitonas da variedade Arbequina, evitando a oxidação e a fermentação, visto que quando as azeitonas ficam armazenadas em temperaturas entre 4° e 6°C, os efeitos que poderão impactar na qualidade do produto final. Segundo o empresário Christophe Chinchilla, o cultivo de oliveiras na região da Chapada Diamantina começou há 15 anos por iniciativa de seu pai. Sendo natural do sul da França, região de Provence, Didier Chinchilla percebeu na cidade chapadeira condições edafoclimática similar à de sua terra natal, que é famosa pela produção de azeites. Em 2018 ocorreu a primeira colheita. Contudo, não houve produção de azeite. Assim, três anos após algumas correções agronômicas, a nova produção resultou no azeite premiado. No entanto, ele avalia que é preciso entender mais sobre o processo, já que a produção ainda é incipiente. “Temos 100% de convicção de que a Chapada Diamantina é um bom terroir para produzir azeitonas, mas não sabemos o que fazer para dar certo todos os anos. Temos muitas questões a serem respondidas”, salienta.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário