ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: MP instaura inquérito para apurar supostas irregularidades em concurso público da Prefeitura

Produção industrial baiana cresceu 11,9% em junho

Leilão de quase R$ 143 milhões ofertará esgotamento sanitário para Brumado

Manutenção emergencial interrompe abastecimento em Brumado e Malhada de Pedras

ADAB identifica praga cochonilha do carmim em plantação de palma de Dom Basílio

Vitória da Conquista: Mulher é morta a tiros na frente da filha

Incra notifica assentados em situação irregular em Vitória da Conquista e mais 6 cidades

Bahia tem 20 casos confirmados da varíola dos macacos

Brumado: Agentes de saúde vão a Câmara e pedem correção de insalubridade e representação sindical

Motorista e passageira ficam feridos após picape capotar na rodovia que liga o Distrito de Sussuarana à Anagé

Votação que prevê aumento no piso salarial de agentes comunitários de Salvador gera confusão e bate boca na Câmara de Salvador

Morre aos 45 anos em Brumado, Jaqueline Santos, auxiliar de saúde bucal

Vitória da Conquista registra aumento no número de picadas de escorpiões

Maxxnet lança promoção para o Dia dos Pais

WhatsApp já permite sair de grupo sem alarde e escolher quem pode ver você online

Parque Tecnológico da Bahia irá receber mais de R$ 9 milhões de investimento

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação


Trabalhadores de Aracatu em situação análogas à escravidão são resgatados em fazenda do interior de São Paulo

Foto: Divulgação l MT

Cerca de 56 funcionários de uma fazenda de café de Pedregulho (SP), dentre eles dez menores de idade, foram encontrados em situação análoga à escravidão na última quarta-feira (16). Por meio de uma denúncia anônima, os auditores fiscais do trabalho do Ministério da Economia chegaram ao local. As investigações do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Federal começaram em 6 de junho. Os trabalhadores são do município de Aracatu, Sudoeste da Bahia. Eles trabalhariam na safra do café, mas não havia prazo para retorno ao Estado de origem. O dono da fazenda não foi preso, mas ele responderá pelos crimes de sonegação, aliciamento de trabalhadores e tráfico de pessoas. Os trabalhadores já estavam em dívida com o fazendeiro pois houve desconto no valor final do salário, retido até o término da colheita, das passagens de ida e volta, no valor total de R$ 230. 

 

Foto: Divulgação l MT

Durante inspeção nos locais de trabalho e alojamento, os auditores fiscais encontraram situações precárias de higiene, repouso e alimentação. Os trabalhadores faziam as necessidades fisiológicas a céu aberto, entre os pés de café ou em matos próximos e sem o fornecimento de papel higiênico. Em um dos alojamentos, os ficais constataram que 26 pessoa dividiam o mesmo banheiro sem higienização do ambiente. Ainda na quarta-feira, os 56 trabalhadores tiveram o vínculo de emprego regularizado, com registro na Carteira de Trabalho e pagamento das verbas rescisórias, no total de R$ 220 mil. Também foram emitidas guias que asseguram o recebimento de três parcelas de um salário mínimo (R$ 1,1 mil) para cada empregado. Os trabalhadores retornaram na madrugada de quinta-feira (17) à Aracatu. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário