ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal vai cortar R$ 8,2 bi em verbas de ministérios

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Peritos médicos do INSS encerram greve e voltam a atender na próxima segunda (23)

Bahia: IBGE divulga resultado da seleção do Censo 2022

Em visita à Brumado, ACM Neto critica segurança pública da Bahia

Governo do Estado vai autorizar obras de abastecimento de água, estrada e esportes em Brumado

Elon Musk visita o Brasil para discutir conectividade e proteção da Amazônia

Você sabe quando deve consultar o endocrinologista? Especialista da Clínica Mais Vida orienta sobre principais sintomas

Mais de 12 mil raios atingiram Bahia na última quarta-feira, dia 18

Estado da Bahia utilizará mesma tecnologia em segurança usada em Nova Iorque

Garimpo ilegal movimentou mais de R$ 200 milhões no Brasil

Brumado: Superintendente da SMTT acredita que ‘polêmica’ com radares é apenas uma questão de adaptação

Brumado: Em coletiva, pré-candidato ACM Neto critica péssimos índices na segurança da Bahia e defendeu mudança de postura


Brumado: Pessoas com comorbidades já podem se vacinar contra H1N1; essa é a 3ª fase da campanha

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A terceira etapa da campanha de vacinação contra a gripe começou na quarta-feira (9), em Brumado. Segundo a vacinadora Luzinete Lima, pessoas poderão ser imunizadas contra a influenza, que protege contra três tipos do vírus: A (H1N1), A (H3N2) e B. Nessa fase, os grupos serão: Pessoas com doença respiratória crônica, cardíaca, doença renal, neurológica, hepática, diabéticos, obesos e transplantados. "Só lembrando que a pessoa tem apresentar um relatório. Caso não tenha, traga um documento que comprove aquela comorbidade, até mesmo uma receita médica, a gente aceita", afirma. Nas duas fases anteriores da campanha começaram a ser vacinados os trabalhadores de saúde, crianças entre 6 meses e 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres no pós-parto), professores e idosos. Até a última terça-feira (8), o Ministério da Saúde (MS) enviou aos estados 2,7 milhões de doses. De acordo com o LocalizaSUS, sistema de informação do órgão federal na Bahia, já foram aplicadas 1.495.024 doses. "Lembrando que os outros grupos também podem continuar procurando a sua unidade de saúde e se vacinar, todo mundo vai vacinar", destaca Lima. Para quem já tomou a dose contra o coronavírus, é preciso esperar, no mínimo, 14 dias entre a aplicação das vacinas contra a influenza e Covid-19 para aquelas pessoas que estão nos grupos das duas campanhas. Conforme a vacinadora Luzinete, na unidade de saúde do bairro Olhos D'água, a qual ela atua, em média, 70 pessoas buscam pela vacina da H1N1. "Como a gente está atualizando o cartão de vacina de alguns moradores, a nossa média é essa. Mas em dias normais, chega a 100 pessoas por dia", disse. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário