ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Brumado: Homem com mandado de prisão em aberto recebe PM a tiros e fica ferido

Homem é preso por abusar das filhas de 11 e 15 anos em Santo Antônio de Jesus

Clínica Mais Vida amplia quadro de especialista em psiquiatria renovando parceria com Dr. Renato Franco

Brasil: Oposição investiga repasse de dinheiro federal para laboratórios produzirem hidroxicloroquina

Com vaga nas oitavas de final, Juazeirense já garante mais de R$ 5 milhões em premiação

Jaguaquara: Durante discussão, filha joga água fervente em mãe

Vereador Beto Bonelly parabeniza Brumado pelos 144 anos

Brumado: Município registra 20 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h


Brumado: Pessoas com comorbidades já podem se vacinar contra H1N1; essa é a 3ª fase da campanha

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A terceira etapa da campanha de vacinação contra a gripe começou na quarta-feira (9), em Brumado. Segundo a vacinadora Luzinete Lima, pessoas poderão ser imunizadas contra a influenza, que protege contra três tipos do vírus: A (H1N1), A (H3N2) e B. Nessa fase, os grupos serão: Pessoas com doença respiratória crônica, cardíaca, doença renal, neurológica, hepática, diabéticos, obesos e transplantados. "Só lembrando que a pessoa tem apresentar um relatório. Caso não tenha, traga um documento que comprove aquela comorbidade, até mesmo uma receita médica, a gente aceita", afirma. Nas duas fases anteriores da campanha começaram a ser vacinados os trabalhadores de saúde, crianças entre 6 meses e 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres no pós-parto), professores e idosos. Até a última terça-feira (8), o Ministério da Saúde (MS) enviou aos estados 2,7 milhões de doses. De acordo com o LocalizaSUS, sistema de informação do órgão federal na Bahia, já foram aplicadas 1.495.024 doses. "Lembrando que os outros grupos também podem continuar procurando a sua unidade de saúde e se vacinar, todo mundo vai vacinar", destaca Lima. Para quem já tomou a dose contra o coronavírus, é preciso esperar, no mínimo, 14 dias entre a aplicação das vacinas contra a influenza e Covid-19 para aquelas pessoas que estão nos grupos das duas campanhas. Conforme a vacinadora Luzinete, na unidade de saúde do bairro Olhos D'água, a qual ela atua, em média, 70 pessoas buscam pela vacina da H1N1. "Como a gente está atualizando o cartão de vacina de alguns moradores, a nossa média é essa. Mas em dias normais, chega a 100 pessoas por dia", disse. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário