ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Conquista: Comerciante é preso vendendo celulares com restrição de roubo

Bahia receberá primeira Copa Indígena de Futebol

Empresa brumadense está entre as classificadas para o Prêmio BBM de Logística 2021

Caminhoneiros acusam ministro de se empenhar para desarticular greve

Itapetinga: Homem é preso suspeito de se passar por funcionário de bancos e aplicar golpes de mais de R$ 50 mil

Brumado: Moradores da rua Bocaiuva reclamam que coleta não está sendo realizada e lixo se acumula pela rua

Novo decreto que vai liberar 50% da capacidade dos estádios na Bahia

Brumado: Moradores da Rua Princesa Leopoldina rompem manilha de esgoto após alagamento de casas

Brumado: Moradores reclamam de criação de porcos perto de residências no bairro São Felix

Brumado: Câmara recua e não vota proposta para volta das máscaras de proteção

Conquista: Acidente entre carro de passeio e carreta deixa quatro mortos

Senhor do Bonfim: Operação prende empresário considerado 'príncipe do tráfico'

Após reivindicação da vereadora Verimar, operação 'Água Potável' é iniciada em Brumado

Petrobras sobe novamente preços da gasolina e do diesel

Brumado: OAB vai acionar prefeito na Justiça após decreto que liberou uso de máscaras

Brumado: Colisão lateral entre veículo de passeio e moto deixa dois feridos na BA-148

Motociclista de 42 anos morre em acidente na BA-148

Brumado: Venha conhecer a loja Império Utilidades

Obras da Fiol entre Ilhéus e Caetité vai gerar até 60 mil novos empregos

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia


Infectologista da Clínica Mais Vida fala sobre as variantes do SArs Cov 2

Foto: Divulgação

Os vírus são naturalmente "mestres da mutação", o que explica a capacidade de se reproduzirem, sendo o seu potencial de mutação e adaptação a novos ambientes biológicos a chave do sucesso evolutivo dos vírus e com o Sars-CoV-2, o novo coronavírus, não é diferente. As informações sobre as características dessas variantes estão surgindo rapidamente. Os cientistas estão trabalhando para aprender mais sobre a facilidade com que se espalham, se podem causar doenças mais graves e se as vacinas atualmente autorizadas protegerão as pessoas contra eles. O Dr. Augusto Nunes, infectologista da Clínica Mais Vida, observa que os vírus mudam constantemente por meio de mutações e espera-se que novas variantes de um vírus ocorram com o tempo. Às vezes, novas variantes surgem e desaparecem. Outras vezes, novas variantes surgem e persistem. Variantes múltiplas do vírus que causa COVID-19 foram documentadas nos Estados Unidos e globalmente durante esta pandemia. O vírus que causa o COVID-19 é um tipo de coronavírus, uma grande família de vírus. Os coronavírus são nomeados devido às pontas em forma de coroa em suas superfícies. Os cientistas monitoram as mudanças no vírus, incluindo mudanças nos picos na superfície do vírus. Esses estudos, incluindo análises genéticas do vírus, estão ajudando os cientistas a entender como as mudanças podem afetar a forma como ele se espalha e o que acontece com as pessoas infectadas por ele. Explica que múltiplas variantes do vírus que causa COVID-19 estão circulando globalmente e dentro dos Estados Unidos. Em colaboração com um SARS-CoV-2 Interagency Group (SIG), o CDC estabeleceu três classificações para as variantes SARS-CoV-2 sendo monitoradas: Variante de Interesse (VOI), Variante de Preocupação (VOC) e Variante de Alta Consequência ( VOHC). Existem atualmente cinco VOCs nos Estados Unidos: Veja um mapa global mostrando relatórios de variantes em cada país. B.1.1.7: Esta variante foi identificada pela primeira vez nos EUA em dezembro de 2020. Foi detectada inicialmente no Reino Unido. B.1.351: Esta variante foi identificada pela primeira vez nos EUA no final de janeiro de 2021. Foi detectada inicialmente na África do Sul em dezembro de 2020. P.1: Esta variante foi detectada pela primeira vez nos EUA em janeiro de 2021. P.1 foi inicialmente identificada em viajantes do Brasil, que foram testados durante triagem de rotina em um aeroporto no Japão, no início de janeiro. B.1.427 e B.1.429: Essas duas variantes foram identificadas pela primeira vez na Califórnia em fevereiro de 2021 e foram classificadas como VOCs em março Dr. Augusto Nunes acrescenta que em outubro de 2020 em Vitória da Conquista, numa parceria da Vigilância Epidemiológica local, associado a UFBA pólo Vitória da Conquista, Ministério da Saúde do Brasil e Hospital Albert Einstein coletaram amostras de RTPcr durante os meses de outubro, novembro e dezembro de 2020, além de coleta de exames para detecção de parâmetros laboratoriais e clínicos acompanhados por 3 meses, em que pacientes estão sendo monitorados para as formas da covid 19 desenvolvidas neste período e vem sendo monitorados, com apoio de pesquisadores do Albert Einstein em São Paulo, que também estão estudando as variantes que circulavam neste período na amostra de pacientes do Sudoeste do Estado da Bahia , projeto conhecido como SARs Cov Brasil . “ Será bastante útil para avaliar impactos de medidas de distanciamento social, além da análise de medidas terapêuticas e de evolução clínica dos pacientes envolvidos randomicamente no projeto”, salienta o infectologista. Faça seus exames na Clínica Mais Vida! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 (77) 3441-4500 / (77) 9.9989-6868.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário