ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Empresas se unem e realizam a maior confraternização entre funcionários

WhatsApp libera função para mensagens que desaparecerem automaticamente

Pesquisa aponta Viagra como medicamento candidato a prevenir Alzheimer

Foragidos de SP, MG e DF são alvos de operação em 5 cidades da Chapada

Caculé: Polícia prende homem que ajudou na ocultação do corpo de advogado

Atletas de Caetité conquistam quatro medalhas no Campeonato Mundial de Jiu-jitsu em São Paulo

Corpo em estado avançado de decomposição é encontrado na zona rural de Malhada de Pedras

Corpo de advogado desaparecido é encontrado na zona rural de Caculé

Gabinete de Segurança Institucional autoriza avanço de projetos de exploração de ouro na Amazônia

Morre Mila Moreira, 72, uma das primeiras modelos a se tornar atriz no Brasil

Encanador acha milhões em parede de igreja no Texas

'Entre o Carnaval e a vida dos baianos, eu fico com a vida e saúde dos baianos' diz Rui Costa

Vereadora Verimar do Sindicato, em audiência com o secretário da SERIN, discute proposta para asfalto que liga Brumado ao Distrito de Terra Vermelha

Os melhores aromatizantes para ambientes você encontra na Império Utilidades

Brasil: 75% das famílias têm dívidas, aponta Mapa do endividamento

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia

Brumado: Vida saudável é na Bete Fruits, venha conferir

Ministério da Saúde oferece mais de 21 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Conheça o kit 'Barriga Tanquinho' de Marcelo Esportes

Judiciário da Bahia inaugura varas em duas cidades baianas


Brumado: Advogado adverte sobre golpes por redes sociais na pandemia

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Durante a pandemia de Covid-19 aumentaram os chamados “golpes virtuais” praticados pela internet, principalmente por meio das redes sociais como: Facebook e Whatsapp. O site 97NEWS conversou sobre o assunto com o advogado Jorge Malaquias Filho, que fala dos golpes mais comuns aos mais sofisticados e como se prevenir e buscar reparação. Hoje em dia golpes estão ligados a envio de mensagens de pessoas desconhecidas no qual na maioria das vezes são compartilhadas fotografias encantadoras entre homens e mulheres que buscam aproximação de intimidade. Os golpes não são praticados por falsos perfis, usando páginas "fakes". "Essas pessoas buscam por intermédio do deseja atrair o próximo através de promessas com algum tipo de vantagem. Geralmente inicia a conversa promovendo uma sensação romântica para aproximação e provavelmente de maneira entre apas, envia uma fotografia sem reais interesses, depois pede uma foto da vítima e começam ali a estreitar um tipo de bate papo", alertou. De acordo com o advogado, o próximo passo do golpista é entrar em contato com a vítima e coloca-la em situação constrangedora. "Certamente são mal feitores que querem obter vantagens frente às vítimas. Geralmente entram em contato dizendo ser um parente da 'suposta' vítima informando ser uma menor de idade. E para não levar o [caso à justiça], solicitam valores em dinheiro, ou seja extorquindo para que não haja uma suposta denúncia das conversas e divulgação das fotos", ressaltou Malaquias Filho. Ele alerta aos usuários das redes sociais a terem mais cuidado com quem conversa e compartilha imagens ou informações através de mensagens. "Muito cuidado ao enviar imagens ou mandar mensagens para pessoas estranhas, porque isso pode lhe comprometer futuramente e gerar transtornos. Em casos como estes, você deve registrar uma Ocorrência e de imediato, bloqueie o contato. Mas é claro, a primeira recomendação é muito cuidado nesse tipo de conversa", alerta o advogado.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário