ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Sindicato dos Comerciários conquista vários benefícios para todos os trabalhadores e trabalhadoras do comércio de Brumado e Região

Google Tradutor adiciona Guarani e outros idiomas da África, Ásia e América do Sul

Polícia Rodoviária Federal registra apreensão recorde de cocaína em 2021

Mãe tenta vender filho por R$ 400 e foge do hospital após parto

Brumado: Homem é preso após matar companheiro da ex-namorada com golpes de faca no bairro do Mercado

Planejamento das Eleições Gerais 2022 é debatido na sede do TRE-BA

Barra da Estiva: PM apreende seis carros com suspeita de serem clonados

CGU aponta R$ 2,6 bi em desvios do Farmácia Popular

Eleições no Clube Social de Brumado: Chapa 2 quer renovação e inclusão das mulheres na gestão

Estados dizem que cumpriram lei e vão recorrer no STF sobre ICMS no diesel

Em mais uma decisão, justiça suspende licitação que pretendia privatizar serviços de água e esgoto em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Neste domingo (15) haverá o fenômeno 'Lua de Sangue' triplamente especial

Sabadão! Tudo pronto para a festa 'Apaixona Brumado' no espaço Popeye Prime

STF suspende políticas estaduais sobre o ICMS do diesel a pedido do Governo Federal

Anvisa e Butantan se reúnem para tratar da CoronaVac para crianças

Idosa que passou 72 anos em situação análoga à escravidão é resgatada no rio no Rio


Após saída da Ford, empresas chinesas visitaram a Bahia e pediram sigilo, afirma Rui

Foto: Divulgação

O governador da Bahia, Rui Costa, revelou que, após o anúncio da saída da Ford de Camaçari, empresas chinesas visitaram a Bahia. O petista ainda afirmou, nesta quinta-feira (18), que os representantes pediram sigilo. “Estamos buscando prioritariamente na Ásia as empresas para substituir. Tivemos aqui, e eles pediram por enquanto sigilo, recentemente visitas de empresas chinesas”, disse. Apesar da revelação, Rui deixou claro que esse não é o momento para tomar decisões, já que passa por uma crise mundial. “As fábricas de automóveis estão trabalhando com ociosidade, até porque vai mudando, de forma muito rápida, o padrão de locomoção das pessoas”, finalizou.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário