ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia ocupa 3° lugar no ranking nacional de habitações precárias, aponta fundação

Sindicato dos Comerciários conquista vários benefícios para todos os trabalhadores e trabalhadoras do comércio de Brumado e Região

Google Tradutor adiciona Guarani e outros idiomas da África, Ásia e América do Sul

Polícia Rodoviária Federal registra apreensão recorde de cocaína em 2021

Mãe tenta vender filho por R$ 400 e foge do hospital após parto

Brumado: Homem é preso após matar companheiro da ex-namorada com golpes de faca no bairro do Mercado

Planejamento das Eleições Gerais 2022 é debatido na sede do TRE-BA

Barra da Estiva: PM apreende seis carros com suspeita de serem clonados

CGU aponta R$ 2,6 bi em desvios do Farmácia Popular

Eleições no Clube Social de Brumado: Chapa 2 quer renovação e inclusão das mulheres na gestão

Estados dizem que cumpriram lei e vão recorrer no STF sobre ICMS no diesel

Em mais uma decisão, justiça suspende licitação que pretendia privatizar serviços de água e esgoto em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Neste domingo (15) haverá o fenômeno 'Lua de Sangue' triplamente especial

Sabadão! Tudo pronto para a festa 'Apaixona Brumado' no espaço Popeye Prime

STF suspende políticas estaduais sobre o ICMS do diesel a pedido do Governo Federal

Anvisa e Butantan se reúnem para tratar da CoronaVac para crianças


Brumado: Atual líder do prefeito na Câmara, Tiago Amorim critica rejeição de projetos

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Na sessão presencial desta segunda-feira (15), da Câmara Municipal, os vereadores rejeitaram os Projetos de Lei de números 03/2021, 04/2021, 06/2021, 07/2021, 08/2021, 011/2021 e 012/2021, do prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) que entre eles: "Obriga as concessionárias de fornecimento de água e de energia que prestam serviço no Município de Brumado, a realizarem consulta à Prefeitura antes de autorizarem ligação nova em lotes/terrenos ou mudança de titularidade da conta". O objetivo é para quando o requerente apresentar apenas documentos comprobatório da posse do imóvel, a empresa em até 72 duas horas consultar o Executivo. Em outro Projeto, o município "estabelece nova formatação geográfica e redefine os limites dos bairros com respectivos logradouros da Cidade de Brumado, bem como fixa o perímetro urbano das vilas, sedes dos distritos, povoados e demais comunidades, conforme adiante se especifica". O objetivo, segundo a administração municipal, seria cobrar a taxa de IPTU aos moradores dos Distritos, ou seja, Zona Rural de Brumado. Além disso, outro Projeto prevê aumento na taxa de IPTU para moradores da Zona Urbana. Também, em bastante discussão na Casa Legislativa, inclusive com a manifestação por parte da APLB Sindicato foi o projeto apresentado que: "Revoga dispositivo da Lei Municipal nº 1.780 de 22 de Setembro de 2016, que instituiu o novo Plano de Carreira, Cargos e Salários dos Profissionais da Educação Pública Municipal de Brumado, conforme a seguir se especifica". 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Esse projeto, tem em sua pauta alterar a carga horária do professores de 20 horas para 40 horas. No Entanto, a categoria ficou indecisa, se haverá ou não reajustes nos salários dos servidores. Em defesa dos Projetos apresentados na Câmara de Vereadores na segunda-feira, o então atual líder do Prefeito na Casa, o advogado Tiago Amorim (PP), criticou a votação. "O que foi colocado hoje [15] aqui é para o bem de Brumado. A terceirização de serviços dos cemitérios públicos da cidade, que é de fundamental importância. Então a maioria dos Projetos é para o bem do povo. O que foi propagado por ai foi verdadeiras [fake news]". Questionado sobre um dos projetos, que seria a "Redução da Licença Maternidade", de seis para quatro meses seria uma Fake News, o vereador discordou. "O que pediu hoje aqui, foi diminuir a Licença Maternidade de seis meses para quatro meses, podendo ser prorrogado por 6 meses, esse foi um dos projetos", disse. Segundo Amorim, os projetos seriam, inclusive, benefícios para o futuro do município. "Infelizmente, para triste surpresa, a bancada de situação rejeitou os projetos e a quase maioria dos vereadores da bancada presentes à sessão votaram contra", desabafou o vereador. 

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário