ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Em nota, vereador denuncia que recebeu gabinete sem móveis e computadores

Mais rápida, grave e letal entre jovens: médicos relatam

Primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chega em Brumado; imunização começou na manhã desta terça-feira (19)

Clínica Mais Vida traz para Brumado e região a médica Dra. Pâmela Araújo, que atua na área de Alergologia e Imunologia

Primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chegam em Salvador

Nova doença pode gerar pandemia mais letal que Covid-19, alerta especialista

Bahia: Pelo menos dez cidades devem receber vacinas contra Covid-19 nesta segunda

Vacinação contra Covid-19 na Bahia deve durar 16 meses, estima Fábio Vilas-Boas

Profissionais de saúde compõem grupo da 1ª fase de vacinação contra Covid-19 em Brumado, diz secretário

Cidemar vence Covid-19 e tem reencontro emocionante com a família; vídeo

Após veículo capotar duas vezes, família sobrevive a acidente na BR-030 entre Brumado e Ibitira

Sede do Graer abrigará vacinas na Bahia; distribuição será feita com aeronaves

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Enfermeira de São Paulo é 1ª vacinada contra Covid-19 no Brasil

Pax Nacional sempre ao seu lado

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia

Super promoção da Loja Império 10: duas peças por somente R$ 15

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid


Sindicato estima fim de 10 mil vagas de emprego com fechamento da Ford em Camaçari

Foto: Reprodução l Sindicato dos Metarlúgicos

O Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari participou de uma reunião na tarde de segunda-feira (11) em que foi comunicada a decisão de encerramento da produção de veículos na fábrica da Ford no complexo industrial. A decisão da montadora deve gerar o encerramento de até 10 mil vagas de emprego. A informação foi confirmada pelo secretário de Imprensa e Comunicação do sindicato, Kleiton Alder, em entrevista ao site Bahia Notícias. A direção do sindicato se reúne ainda nesta segunda para definir como deve conduzir as conversas com trabalhadores e também com dirigentes da Ford. Uma assembleia foi convocada para o início do turno desta terça (12) para discutir com os funcionários da montadora o posicionamento do grupo. “Acredito que serão entre 9 mil e 10 mil trabalhadores que serão desligados”, estimou Alder, falando em empregos diretos e indiretos. Além da própria Ford, o complexo industrial inclui unidades de fabricação de componentes e itens dos veículos que agora serão produzidos nas fábricas de Argentina e Uruguai.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário