ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo do Estado anuncia licitação para gestão de presídio de Brumado

Brumado: Promotoria de Justiça acompanha atividades da Secretaria de Educação

25 de novembro: Dia Internacional da não violência contra a mulher

Novo vírus letal surgido na Bolívia pode ser confundido com a dengue

Governo libera R$ 409 milhões para projetos de tecnologias da internet

Major Leila é nomeada comandante da 2ª CIPRv de Brumado

Casal é preso por estuprar as filhas em Itaberaba

Brumado: 237 pacientes estão em tratamento do novo coronavírus

Quadro de especialistas da Clínica Mais Vida é ampliado passando a oferecer mais um cardiologista e ecografista

Partido pede expulsão de vereador eleito por infidelidade partidária

Apresentador Fernando Vannucci morre aos 69 anos

Abrace essa Causa: ‘Projeto O Bom Samaritano’ ajudando quem mais precisa em Brumado

Polícia Civil deflagra operação contra homens e um adolescente que estupraram uma criança de 10 anos em Carinhanha

Nota Fiscal Eletrônica já está presente em 417 municípios da Bahia; já são 70 mil emissores

Auxílio Emergencial: 'Não haverá prorrogação', afirma ministro da economia

Pai de Zezé di Camargo e Luciano morre aos 84 anos

Foguete chinês é visto no céu da Bahia e chama atenção de moradores

Saiba os cuidados em possíveis fraudes no dia da 'Black Friday'

Conquista: PRF apreende pistolas, fuzis e carregadores na BR-116

Brumado confirma a 38ª morte em decorrência da Covid-19


No 'Dia da Consciência Negra ', modelo brumadense fala de sua superação para brilhar nas passarelas do Brasil

Foto: Reprodução l TV Bahia

"Não desistir” é o lema que rege as conquistas de Juliana Lírio, de 21 anos, personagem que teve a história escolhida para representar o Dia da Consciência Negra no Jornal da Manha da TV Bahia nesta sexta-feira (20). Natural de Brumado, Sudoeste Baiano, no Sertão Produtivo, ela saiu da cidade natal, onde vendia pirulitos de chocolate, para ser reconhecida como uma das modelos revelação no Estado de São Paulo. Durante a entrevista, a modelo falou dos desafios da sua carreira por ser Negra, dos preconceitos  e as dificuldades enfrentada. Na época, para bancar os custos da viagem, para tentar a sorte na cidade grande, a modelo chegou a vender rifas. "Esse workshop custava R$ 240 e eu fiz até rifa para tentar pagar. Mas como o dinheiro não chegou ao total uma amiga minha bancou o restante. Comecei a produzir os pirulitos, primeiramente, para pagar a minha amiga. Com outra grana da rifa eu bancava os custos para fazer mais pirulitos”, lembrou Juliana. Ela fez questão de destacar ainda que na época, com a ajuda de um empresário brumadense, ela conseguiu o transporte, alimentação e hospedagem para concluir as etapas do concurso. Atualmente, Lírio, voltou para a cidade de Brumado por conta da pandemia da Covid-19, mas tem como objetivo voltar a carreira Nacional em 2021. "Infelizmente e eu estava no início de minha carreira, e simplesmente parar do nada e (...) simplesmente sem saber quando retorna né", comentou a modelo ao Jornal da Manhã na edição desta sexta-feira (20).



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário